Português | English

Cartas

ESTOU ENTRANDO NOUTRA FRIA

ESTOU ENTRANDO NOUTRA FRIA

-----Original Message----- From: ESTOU ENTRANDO NOUTRA FRIA Sent: quarta-feira, 28 de abril de 2004 09:38 To: contato@caiofabio.com Subject: RE: Por favor....me ajude Pastor Caio! Deixei minha história ai embaixo para você lembrar de quem eu sou. No ano passado te liguei e foi uma benção. Deus usou muito o você... posso lhe dizer que daquele problema estou liberta. Aquela família foi embora...e nem falo mais com eles. Quero agradecer por toda atenção e tempo dispensados... Mas estou com um outro grande problema, que está me perturbando bastante. Logo que aquela família foi embora, comecei a namorar com um menino que mora longe daqui. Ele é do interior de outro estado. Tudo pareceu muito de Deus. Ele é muito usado por Deus na igreja que freqüenta. É uma benção. Mas antes de começarmos a namorar ele me contou um pouco do seu passado, inclusive que já namorou muita gente; morou com uma menina, e até namorou duas meninas ao mesmo tempo. Aí começaram os meus problemas. Problemas com o namorado...às vezes ele "some"; conta umas desculpas esfarrapadas que não consigo acreditar. Ele diz que quer casar comigo esse ano! Mas é tudo muito confuso. Eu sei que não deveria estar tomando seu tempo com "problemas com o namorado", mas estou entrando em desespero. Não durmo, não como direito. Hoje minha cabeça parece que vai explodir. Não sei se estou preparada para namorar... Acho que estou colocando ele como centro da minha vida, e não consigo imaginar terminando com ele, por exemplo. Será que tem a ver com a perda dos meus pais, e daquele “senhor” pelo qual me apaixonei? Tenho muito medo de perdê-lo, se é que isso já não está acontecendo. A ultima vez que ele "sumiu" eu liguei 93 vezes no celular dele durante a noite. Parece que não consigo me controlar... Não sei o q fazer... conto com sua ajuda mais uma vez, pastor...preciso que ore por mim! Estou com medo de voltar a cair na depressão que tinha antes de me converter....me ajude... Um abraço, ____________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Paz e Paz! Você acabou de sair de uma barra super pesada. Não tome outro peso sobre você. O livramento que você teve na relação anterior--com quem você não poderia se relacionar MESMO--, deixou de fora a evidencia de um BURACO de carências em você. A primeira situação já era pura projeção, fruto de sua profunda carência de figuras paternas e masculinas em sua vida. Bem, você ficou livre de uma "tragédia". De fato, por pouco você não se arruína. Então, dê descanso a você mesma; e busque a paz. Os "sintomas" que o moço apresenta não são bons. Há muita chance de que continuando com ele, você, pela carência--que vai virando algo neurótico: hoje é sua “total responsabilidade não perdê-lo”--, acabará casando-se muito mal. Então tudo virará paranóia! Você tem idéia do que seja viver com um marido em quem não se confia? Meu Deus! Deve ser o inferno! Portanto, antes que você se enrole; pare agora! "Sumiços" não acontecem. As pessoas se "escondem", não somem. O mundo inteiro é uma desculpa para quem deseja enganar outra pessoa. Poupe-se. Há muitos outros moços que não deixarão você nesse estado de doença afetiva. Daí a isso virar uma "fixação" é um pulo...e você vai nesse tobogam de emoções sem controle...e o que sempre aguarda lá em baixo não é água, é rochedo. Sinceramente esta é minha opinião conhecendo o que aconteceu ANTES. Neste momento de sua vida você precisa dar um tempo. Não subestime o poder enganoso do coração. Quando um pessoa está em sua situação, até o Conde Drácula vira príncipe encantado. Chega de relações conturbadas. Você corre o risco de se "viciar na confusão". Vínculos adoecidos criam dependências incomparáveis. Não entre nelas. Receba meu carinho. Nele, que não a fez para o vício que tira a liberdade, Caio