Português | English

Cartas

ESTOU COM TRAUMA DE MULHER...

ESTOU COM TRAUMA DE MULHER...



----- Original Message ----- From: ESTOU COM TRAUMA DE MULHER... To: contato@caiofabio.com Sent: Sunday, December 18, 2005 10:23 PM Subject: ANDO COM MEDO DE MULHER.... Caio, tudo bem? Estou escrevendo pra dizer que depois de ter tido algumas mulheres e duas esposas, desisti delas, e vou tentar viver só. Não agüento mais tanta “insatisfação”. Elas falam até encher o saco, depois eu fico impaciente... Aí a culpa é minha quando perco a paciência. Cheguei a conclusão que elas são impossíveis de serem atendidas... Quanto mais romântico..., mais fico devendo... Quanto mais compreensivo, mais tenho que entender tudo... E se eu agüento, por exemplo, quando atrasam para sempre..., até duas ou três horas "atrasando" qualquer coisa... e eu falo, a culpa do atraso é minha... E elas perdoam, o problema é que nunca esquecem... E dizem que querem a gente, mas não deixam a gente ficar junto... Cansei, Caio. Sempre tive mulheres que diziam me amar muito e pareciam ser sinceras... Mas não agüentei o tipo de amor que elas pediam... Quanto mais eu dava mais eu ficava devendo... Estou com 59 anos... e muito cansado de tanto sonhar que encontraria uma mulher simples. Parece que está tudo complicado... É "carência" que não acaba nunca... E a tal da TPM? Agora tudo é TPM. E o pior é que todas as minhas “exs” foram traídas... Pra elas todo homem é sacana... até eu. Isto é que é sacanagem, a gente herdar a sacanagem dos outros... e nunca fiz sacanagem com elas. O que eu acho que não agüento é mulher resmungando do meu lado. Fico louco, cara. Dá vontade de sair correndo... Acho que é muito difícil um relacionamento onde o casal é experiente de outros casamentos. É muito complicado Caio. O que você me diz? Eu era feliz e não sabia. E fui eu a pessoa culpada pelo fim de meu primeiro casamento. Só transferi o CEP de meus problemas... Parece que estava vivendo num antiquário de almas... todo mundo vem cheio de cacarecos... Não gosto de reciclagem... Desculpe... Precisava falar com alguém. Aí você vem na minha cabeça. Não que sua cabeça seja lixeira. Perdão, tá? Um abração de um amigo próximo, e muito distante... e que sonha te abraçar. Já leio você desde seu livro “Mais que um sonho...” Amo você cara! J. Andrade (pode deixar meu nome) ________________________________________________________ Resposta: Meu amigo: Graça e Paz! Na realidade nunca foi tão difícil manter uma segunda ou terceira relação de modo genuinamente bom; e isto em razão dos muitos “defuntos” que se “herda” quando se estabelece um novo vínculo, e com alguém que tenha tido experiências traumáticas no passado. Mas isto não é difícil apenas para os homens, mas também para as mulheres. Afinal, baús de memórias cheios de mágoas ou traumas, todos nós, de um modo ou outro, carregamos conosco; uns mais, outros menos; porém, sempre carregando na alma alguma coisa. E, no processo de denunciar as mulheres que julgam você pelos “outros”, pode ser que você também tenha julgado algumas delas por “outras” também. Tudo tem pelo menos dois lados! O fato, meu amigo, é que só se tem chance de ter algo realmente “novo” com alguém, se ambos se prevenirem da possibilidade de que os defuntos façam assombração na nova conjugalidade. Do contrário, todo mundo casa com Dona Flor e seus pelo menos Dois Maridos. Mas há também quem case com Rasputim Barba Vermelha! O problema é que os “traumas” transferem coisas do passado para o presente, e, além disso, mergulham os sentidos dos implicados no mundo enlouquecedor da subjetividade, estado no qual cada um desenvolve juízos sobre o outro, sem que haja realidades objetivas em operação. Aí, meu irmão, não há casamento que agüente! Quanto às queixas que você fez, algumas são chatas mesmo. No entanto, lembre-se que nós, homens, também carregamos muita irritação para a “relação”, muitas vezes com nossa falta de saco para ouvir. É obvio que não deve haver abusos; e, também, é fato que a TPM, embora real, tem sido o álibi mais freqüentemente usado por certas mulheres... (Não por todas!) E por alguns homens também, os quais parecem viver em estado perene de TPM injustificável. Entretanto, meu irmão, dê a si mesmo a chance de se enxergar um pouco, pois, assim, pode ser que você também veja suas próprias chatices. Mas se você está cansado, então, não se canse mais. Pelo menos, não tente nada enquanto você estiver cansado. Além disso, se você procura uma mulher simples, então, veja onde a busca. As complexidades psicológicas, entretanto, têm crescido muito; e, não raramente, as pessoas acabam se encontrando com gente muito doente de alma. E, nesses dias, quem não anda meio doente de alma? Ficar só por um tempo certamente será bom para você. Veja o que é melhor: viver só ou ter alguém, ainda que complicada. Só você pode decidir. No entanto, por enquanto, sossegue um pouco seu coração. Afinal, um cara tão “samaritano de esposas” como você, certamente carrega em si mesmo muitas sombras a serem discernidas em si mesmo. Sinto muito se o que disse foi pouco ou mesmo insuficiente para você. Mas é que não tenho honestamente muito mais a dizer. Seja feliz! E que Deus acalme sua alma, pois, tendo uma alma simples, pode ser que você encontre uma mulher simples, e a benção de um amor simples. Quem sabe? Nele, em Quem não é bom estar só, assim como também não é bom viver mal acompanhado, Caio