Português | English

Cartas

ESTOU APAIXONADO, MAS A O PASTOR E A IGREJA NÃO QUEREM

ESTOU APAIXONADO, MAS A O PASTOR E A IGREJA NÃO QUEREM

-----Original Message----- From: ESTOU APAIXONADO, MAS A O PASTOR E A IGREJA NÃO QUEREM Sent: terça-feira, 30 de dezembro de 2003 10:33 To: contato@caiofabio.com Subject: É MUITA PRESSÃO Mensagem: Bom dia Rev. Caio Fábio, Fico muito feliz em poder contar com a sua ajuda... Acompanho a sua jornada Cristã e fico muito feliz em ver Jesus na sua vida... Bem Reverendo, venho por meio desta solicitar uma ajuda... Um aconselhamento... Há alguns meses tenho passado por uma luta muito grande na minha vida sentimental. Conheci uma garota da minha igreja... Ela é nova na minha igreja, e logo depois de um acampamento fiquei muito "a fim" dela. Começamos a conversar, e ela me disse que estava gostando de outra pessoa e não tinha nenhum interesse por mim. Bem... Fiquei muito abalado com essa noticia e comecei a orar... Disse a Deus que eu não abriria mão do meu sentimento por ela... Bem, ficamos um mês sem tocar no assunto, passado isso voltamos a conversar, e a sair juntos para cinemas... E um belo dia acabamos "ficando"... Foi uma situação muito diferente, foi boa, mas vi que corremos muitos... Bem... Voltamos a orar junto, mas mesmo assim ela continuava a falar que gostava de outra pessoa, mas que se sentia melhor do meu lado. Nisso...a nossa liderança indo contra esse possível relacionamento... Nos “aconselhando com eles”, e nos disseram para ficarmos distantes um do outro e tudo mais... Rev. Caio, confesso que eu orei muito a Deus pedindo discernimento...chorei muito no colo do Pai...pedindo para Ele sabedoria e discernimento sobre esse sentimento que todos eram contra... Deus se mantinha em silencio... Um dia marquei de fazer um jejum com ela por uma semana pra saber o querer de Deus. E assim o fizemos... No final da semana Deus me deu a resposta, só que essa resposta não me trouxe paz ao coração; pelo contrario, fiquei com um temor estranho no coração... Orei novamente, só que aí Ele estava em silêncio... Paralelo a isso o meu sentimento por ela a cada dia aumentava... Em um dia de conversa, ela me disse que estava gostando de mim... Pensei: Será que Deus está respondendo as minhas orações? Mas ela disse que ainda sentia algo por outra pessoa... Bem, assumi o risco, e pedi ela em namoro...ela logo aceitou, e iniciamos um namoro... Ficamos juntos por dois meses, mas logo terminamos... A pressão era muito grande vinda da liderança e de amigos... Gostamos um do outro... Ficamos mais um tempo sem nos falar, mas sabia que ela estava orando por mim e eu por ela... Está fazendo um mês agora que ela me fez uma revelação... Que ela não gosta mais da outra pessoa e que ela me quer ao lado dela... Estou muito feliz em saber disso... Estou orando antes de assumir novamente um namoro com ela... Estamos muito apaixonados um pelo outro... O que devo fazer Rev. Caio? O que o Espírito de Deus falar com o senhor pode me falar... Fico muito grato pela sua atenção. Que Deus continue derramando o Seu poder sobre a sua vida... Um abraço do seu irmão em Cristo Jesus, *************************************************** Resposta: Meu amado irmão: Paz e Bem! Essas coisas do coração já são complicadas demais sem pastor e igreja no meio, quanto mais com tanta gente dando opinião. Parece até aquela piada do cara que quando ia dormir dizia: Durmo com Jesus, com Maria, com São Pedro, com São Paulo, com Santa Efigênia, com Santa Terezinha, com São Bartolomeu, com São Expedito, com Santo Antônio, etc... O amigo dele, ao lado ouvia a oração que ele fazia. Bum! A cama do cara caiu. Ele levantou assustado e perguntou: O que terá havido? O outro disse: Dormindo com tanta gente não tem cama que agüente! Meu querido, tudo já é muito complicado pra gente complicar ainda mais. Simplifique as coisas! Não faça de seu namoro uma neurose. Nem tampouco um oráculo. Tudo tem que ser mais simples. O Livro do Amor Conjugal na Bíblia—Cantares—não fala de oração, intercessão, jejum, e nada disso. A devoção do amor é ele mesmo. A vontade de Deus no amor se manifesta da seguinte forma: reciprocidade verdadeira! Se dois se gostam, e não há nada entre eles, eles tentam andar juntos, da maneira mais leve e digna possível. O que não era legal era você namorar com ela enquanto ela dizia gostar de um outro. Mas agora que ela diz estar livre desse sentimento, tente. Se der certo, certo está. Se não der certo, certo ficou. O que passar disso é busca de fios de cabelo em ovo de galinha. Não há mágicas...a gente só sabe, sabendo. Um boa tentativa para vocês! Ah, não leve a igreja inteira para dentro desse relacionamento. Você está namorando com ela, não com a igreja. Igreja nenhuma tem esse direito de ficar buzinando sobre quem namora com quem. Quem entra nessa de deixar o mundo se meter, sempre se estrumbica. Já dá trabalho se entender com o outro, quanto mais com tantos outros. Creio que há verdade no que lhe digo. E essa verdade eu aprendi na Vida. Um beijão, Caio