Português | English

Cartas

Estou apaixonada por um seminarista casado...

Estou apaixonada por um seminarista casado...

From: Estou apaixonada por um seminarista casado... Sent: segunda-feira, 1 de setembro de 2003 To: contato@caiofabio.com Subject: Amiga sem saber o que fazer... Mensagem: A Graça e a Paz do Senhor Jesus! Pastor, eu sou leitora assídua do seu site, que já considero meu também. É meu cantinho. Quando estou triste, venho aqui e leio os artigos, reflexões histórias... Bem, e tomei coragem para escrever o que estou passando. Sei que você já sofreu muito e pode entender melhor as coisas da alma! O problema é que eu me apaixonei por alguém...um seminarista. Ele é casado! Quando o conheci ele me disse que era casado. Nós éramos apenas amigos. Ele estava e está passando por uma situação difícil; casou precipitadamente, e não da certo com a esposa Ela não demonstra nenhuma atitude cristã, segundo ele. Ele também se apaixonou por mim. Nós conversamos muito, mas somente pela net. Nunca tivemos nenhum contato físico, mas ansiamos muito. Tenho me segurado ao máximo, assim como ele também. Temos muita coisa em comum. Acho que por isso nos apaixonamos. Eu sofro muito, pastor, assim como ele também. Sabe, temos a impressão que fomos feitos um para o outro. Mas por causa de dos nossos pecados fomos condenados a viver separados. Ele não pode se separar. Tem muitos convites para pastorear e não irá fazê-lo se isso acontecer. Eu não quero que ele faça isso. Eu acho que não suportaria vê-lo longe do ministério por minha causa. Me ajude. Sou atuante em minha Igreja e adoro o Deus que sirvo e o trabalho que faço. Tenho sofrido muito, e isso tem me atrapalhado. Muitas vezes “terminamos”, mas a falta que ele me faz é terrível; eu diria: insuportável. Peço a Deus sempre forças e também perdão por amar tanto um homem casado, que é meu, mas não pode ser. Me ajude. Gosto muito do senhor, e acho que o senhor é uma Benção. Sei que poderá me ajudar.Deus me conhecer o senhor para isso. O que o senhor faz pelos outros é dom de Deus: a sabedoria que tens e o amor, podemos sentir mesmo a distancia. Até mais, ****************************** Resposta: Minha querida amiga em Cristo: Paz e Bem sobre sua alma! Você tem o nome de uma das pessoas que mais amo na terra! Obviamente, apenas eu e você podemos saber disso. Falo a você como se fora um pai. Se você fosse minha filha—e você tem idade para ser, eu diria: Filhinha, não vai dar certo. Você, se ficar com ele, vai carregar uma carga muito pesada. O povo é perverso. As pessoas vão massacrar você. Mesmo que o amor de vocês seja verdadeiro, ainda assim, ninguém estará interessado nisto. O melhor é não falar mais com ele, nem na net... Em continuidade, eu digo a você o seguinte: Depois de um tempo, a masturbação virtual desse tipo de “encontro virtual” vai suscitar a necessidade do “encontro físico”, e, poderá ser devastador. Se você já está enlouquecida sem ter sido tocada, imagine “depois”? Pare de falar com ele, e deixe que ele resolva a vida deles sozinho. Você não tem que ser a “causa”. Segundo ele disse a você, o casamento dele foi um equivoco. Então, deixe que ele resolva o engano com quem de direito, e, depois, quem sabe, vocês até poderão ter uma chance. Se ele não agüenta mais, que se separe por ele mesmo, e não por sua causa. E, em sendo assim, se ele vier a procurar você, então, quem sabe... No momento, vocês apenas fariam muito mal um ao outro! E mais: no estado de carência que vocês dois estão, não dá nem pra saber se o amor está presente. Paixão desejosa parece muito com a paixão do amor. Se você tomar essa de-cisão, vai doer o inferno de dor, mas é um inferno que passa... Mas se continuarem a se encontrar nesses “motéis virtuais” que a net oferece, vocês vão acabar num motel real. E, considerando as coisas como são, isso poderá fazer mal a vocês dois. O que se seguirá é insuportável, mesmo. Desejo, culpa, medo, carinho, cuidado, cumplicidade, sentimento de bandidos do desejo e do amor—são forças poderosas, e gente boa não sabe lidar com isso. É o Apocalipse do ser! As estrelas caem do firmamento! O chão afunda! O sol não dá a sua claridade! A lua fica tão iluminada que não deixa descansar nunca mais! Ninguém que ateia fogo no peito deixará de queimar as próprias veste, diz o provérbio bíblico. Dê uma chance a você—até mesmo se for pra ficar ele, você precisa deixar de alimentar e ser alimentada por ele. Ele corre o risco de virar um ser amargo. Daqui a um tempo ele estará se fazendo mal e sendo muito menos cristão com a esposa que do que ela é com ele hoje. Ninguém pode servir a duas mulheres. Vai aborrecer-se de uma delas. E como ele já está aborrecido, aborrecer-se-á ainda mais. Então a casa vai cair! Meu conselho a ele, se ainda não têm filhos, seria que ele e mulher conversassem e decidissem se querem ou não ficar juntos. Se para ele for insuportável o casamento, ele mesmo terá que decidir sozinho, sem a sua “ajuda”. E como já disse, numa hora de carência dessas que vocês dois estão vivendo, não dá nem para vocês saberem direito o que estão sentindo. Pode ser também a ilusão do amor, que se alimente do desejo e da excitação que cresce na sombra, no proibido e no oculto. Não seja a causa da separação um do outro: se você for, dificilmente dará certo! Já vivi isso e sei o que estou falando. E mesmo que não aconteça nada, a situação, em si, gerará nele um coração com humores bi-polares; o que é trágico, pois faz definhar a alma e dissolve a força vital do ser. Estou falando a você o que diria à minha filhota. Sei que dói ouvir isto. Um dia meu pai me falou a mesma coisa, e eu não quis ouvir. Então conheci as noites do Apocalipse: todas as estrelas caíram do firmamento, e o meu céu se enrolou como um pergaminho! Receba meu beijo, Caio