Português | English

Cartas

ESTA MINHA VONTADE DE AMOR E SEXO ESTÁ ME MATANDO...

ESTA MINHA VONTADE DE AMOR E SEXO ESTÁ ME MATANDO...



----- Original Message ----- From: ESTA MINHA VONTADE DE AMOR E SEXO ESTÁ ME MATANDO... To: contato@caiofabio.com Sent: Wednesday, December 21, 2005 7:17 PM Subject: Estou doente? Olá, Caio! Paz seja contigo! Esse é só mais um desabafo. Não espero que me responda. Como já conversamos, sofro de um desejo sexual descomunal, e que não é atendido mais pelo marido, pois, como já lhe disse, não consigo mais me dar a ele. Casei por razões que hoje não me atendem mais... Como disse, era apenas uma criança. Continuo angustiada. Simplesmente não consigo conviver com minha realidade - essa insatisfação. Sinto dor na alma pelo que quero, pelo que preciso e também por me sentir desperdiçada como mulher. Essa situação também me humilha. Esses dias li o que você escreveu para uma mulher. Você dizia algo mais ou menos assim: "-pior do que adulterar é viver eternamente em estado de adultério, com fome..." Li também o que escreveu para um rapaz: que os conflitos dele eram criados pela sua própria mente, tudo residia em seu mundo interior... Leio tudo, tento me analisar. Olho os homens ao meu redor, mas não consigo querer qualquer um. Seria muito mais fácil se eu conseguisse, mas não é assim. São raros os que despertam alguma coisa em mim, por mais que eu esteja carente. O último que me despertou algo mora longe... Não quero ser adúltera. Não é o tipo de situação que me agrada ou com a qual eu tenha sonhado. Quero ser de um homem só - é essa a natureza da minha alma. Ando sem paciência, às vezes deprimida, às vezes mal humorada. Outras vezes tenho inexplicáveis momentos de euforia. Odeio isso, odeio esse carrossel. Às vezes chego no trabalho nervosa. É difícil controlar..., e no final fico com vergonha das pessoas notarem meu estado. Estou tentando seguir seu conselho, de "crescer para dentro", mas é horrível querer algo tão legítimo como sexo e não ter sempre. E quanto menos tenho, mais carinhoso e atencioso meu marido é para mim. Ele me cerca dessa forma e não sei o que fazer. As pessoas dizem que sou invejável e sempre exclamam: "nossa, seu marido é apaixonado por você! Isso é visível!!! Você tem sorte!" Sim, isso é lindo, mas... Queria que você tivesse palavras mágicas para mim, mas elas não existem. Só Cristo tem as palavras de vida eterna. Você é homem, simples mortal. Mas tem ouvidos e tem alma. Te pergunto: seria aconselhável eu procurar um psicólogo aqui em minha cidade? Ou meu problema é de outra natureza e não adiantaria nada? Não sei mais o que dizer. Um abraço. ________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Graça e Paz! Desde que conversamos que tenho pensado muito em você, e no que consiste sua avidez sexual tão lindamente intensa, porém, focada fora de seu casamento. Sinceramente, depois de muito avaliar, chega-me à mente a seguinte percepção obvia: você tem uma carga de desejo sexual de um volume anormal em intensidade apenas porque isto corresponde aos anos de “repressão-casada”, visto que, seu casamento, aconteceu de modo a cumprir um papel psicológico importante: você se casou com seu “pai”. Hoje, toda vez que você tenta transar com ele, apenas aumenta seu desejo de ter os “meninos de verdade”, e não “papai”. Há apenas três caminhos... 1. Você se separa e vive com as conseqüências. Porém, como você já disse, não há coragem em você para fazer isto. 2. Você agüenta essa dor que endurece o ventre de tanto desejo, e, por tal decisão, não traia mais; pois, toda vez que você deixa alguém entrar em você, ao invés de aliviar sua dor e carência, você apenas a aumenta, posto que se serve de referencias novas para medir e aumentar o significado de sua “infelicidade”. Todavia, tal esforço e sacrifício, sendo você ainda uma mulher jovem e fogosa, pode gerar em você muita amargura; a menos que seja uma decisão adocicada pela fé; e isto com muita concentração na alimentação do espírito. No entanto, poucos são os que alcançam tal estado de sublimação. 3. Esta última opção, a de ter um amante fixo, um homem só, também não ajudará você. Afinal, quem quer ser mulher de um homem só, quer também viver com ele, cuidar dele e dar-se a ele sempre, de todos os modos. E, certamente isto não aconteceria, sem falar que você, em tendo tal pessoa, morreria de culpa, em casa; e, além disso, certamente, até inconscientemente, começaria a ter ciúmes dele, a sofrer a sua ausência, e, sobretudo, a querer mostra-se com ele. No mais, ainda há o fato que sua base de consciência dificilmente teria paz vivendo sistematicamente em um estado paralelo. Assim, aqui não há solução. Na realidade, sobram as duas opções anteriores, e, entre elas, a mais factível, caso você tivesse a coragem de encarar a existência sem a ajuda do “pai-marido”, seria a primeira. Ora, enquanto a gente busca em Deus a sabedoria, sugiro a você que faça exercícios espirituais e físicos. Malhe muito. Canse seu corpo. Pratique um esporte. Diminua sua carga de energia. Deixe-a vazar. Além disso, busque um hobby de natureza lúdica. Algo como trabalhar com barro, tinta, materiais que você possa usar e transformar, em casa, num atelier amador. Ademais, também leia coisas boas. E, aqui, vai a sugestão de um livro chamado “A Trilha Menos Percorrida”. Leia-o e creio que você vai se enxergar no processo. Um terapeuta daí, pode ser. Porém, cuide para que na confissão de seus desejos, ele, se for ele, não se excite; e, assim, relativize a visão dele de você como paciente, e passe a vê-la como mulher, conforme já aconteceu antes. Desse modo, talvez uma terapeuta (mulher) fosse bom pra você. Também cuide para que não seja de “igreja”, pois, se o for, sua liberdade inconsciente de se abrir pode diminuir muito. E isto especialmente se a pessoa tiver como ligar você à sua vida na igreja. Pense no que lhe disse e me escreva. Enquanto isto, leia a Palavra. O Novo Testamento, especialmente. E leia o site sempre, conforme você vem fazendo. No mais, conte comigo sempre! Estou aqui! Nele, em Quem a Água da Vida pode fazer as demais coisas ficarem de seu próprio tamanho, Caio _________________________________ Segue uma outra carta para sua meditação: ----- Original Message ----- From: POR QUÊ DEUS ME DEIXA SENTIR TANTO DESEJO? To: contato@caiofabio.com Sent: Thursday, September 22, 2005 5:49 PM Subject: OU DEUS RESPONDE, OU, RESPONDO EU!!! ... Desnecessário enfatizar a profunda e legítima admiração que tenho por você, mas é, viu?; sem falar da sensibilidade total e palpável, densa, que você tem, meu amigo!!! ... Não consigo prosseguir no Caminho, não consigo crer mais que Deus responde e que Deus é Deus para mim mesmo e para meu relacionamento conjugal. ... Estou vivendo apaixonado por outra mulher. Na realidade, considerando meu estado de angustia - cheio de aflições e num vale de decisões mais pesadas que todos os pesos que até então eu conhecia -, conhecê-la foi como encontrar a possibilidade do amor, do descanso e da paz. E à partir daí tudo veio à baixo, justamente, por ter afetado o centro de gravidade de nossas vidas, ruiu, ruiu, desabou. ... Conversei com minha esposa, falei que não me sentia verdadeiro, honesto, e que não queria me envolver fisicamente com outra pessoa, e fazer isto escondido, e o que acabaria por magoá-la profundamente; ela permanecendo ao meu lado. Decidimos em que ela fosse para a casa de seus pais e me deixasse com meus conflitos; aliás, nossos conflitos. ... Nesse período, vi a outra, conversamos muito, nos encontramos, oramos, e queríamos ser orientados por Deus (detalhe ela também é casada); conflitos novos: de dia ao lado dela no trabalho eu só queria ela; à noite queria minha família. Chorei na alma, chorei no chão de minha existência, por estar vivendo isto. ... Minha esposa voltou; voltou outra mulher; sua fé renovada, revelada por Deus e em Deus, desejando a serenidade e um relacionamento no qual eu ficasse somente se fosse por inteiro; ou então que saísse de mansinho. Iniciamos conversas. Ela pediu para ler um texto para mim, e leu Provérbios 5. Abrimos o coração, não para magoar, mas para tratar ou pelo menos é o que críamos. Tudo isto me desabou, minha esposa é amável, é sincera, honesta, uma companhia agradabilissima e eu gosto muito dela, me sinto muito bem ao lado dela. Mas se sinto isto tudo, porquê isto em nossa relação???, Porque desejar outra mulher??? (já sei, você vai dizer: ... casou virgem e é neurose de conhecer outra). E pior: minha esposa pediu ajuda em nossa igreja e por várias vezes ligou pedindo que eu fosse procurado para conversar e ser ouvido, mas nada aconteceu; ninguém quis tratar de nós. Isto nos frustrou, pois sempre servimos à Deus, por Ele, mas precisávamos de alguma humanidade presente, e que dissesse algo, que quisesse tratar... Mas não; apenas eu e ela. Cheguei a conversar com o marido da nova mulher envolvida. Falei tudo; pois ele já sabia também; e ouvi muito... O cara chorou. O cara disse que essa é a terceira vez que ele passa por isso. Algo se moveu em mim e pensei: Será que não serei o próximo??? Será que não é só mais uma fase na vida dela??? Foram tanto os porquês, que não consigo decidir de maneira a estar pacificado, pois o histórico revela que pode ser trágico a nova relação, ou, será que sou religioso demais, responsável demais???, e quero que os dois lados estejam bem??? ... Continuo vendo a outra, e todas as minhas convicções vêem abaixo quando estou ao lado dela; pois a quero efusivamente; sinto-me bem; me faz bem e faço bem à ela. E tudo isto converso com minha esposa, que ouve; e sei que isso tudo a magoa, a faz sentir-se menor, a faz sentir-se substituída. Mas ela mesma deseja que nada seja escondido, para que possamos juntos tratar aos olhos de Deus. E sei que tudo isto está acontecendo debaixo dos olhos misericordiosos de Deus, tanto com a nova mulher, como com a esposa. ... Alias, eu tenho 32 ela 28; e a nova tem 24. Minha esposa é linda Caio; é do Senhor, é mulher virtuosa. Que droga, porque Deus me faz passar por isto, porque quero tanto a outra e ela também me quer... Será que é por ser sempre um bom moço, tentando ajudar, ouvindo as pessoas, falando de Jesus, e agora Deus me prega essa! ... Porque me experimentar se sabe que eu não agüento? Só para sentir-se grande? Só para me humilhar? Só para fazer-nos sofrer? Sim, isto mesmo! Me revoltei com Deus, eu e minha esposa; pois não vemos movimento nenhum dEle em nossa direção; nem mesmo para dizer: separa; ou para gritar: vocês não estão vendo o mal que está se transformando isto para as suas almas!!!. ... Estou buscando, orando, indo à igreja, me quebrantando tanto, tanto; quero uma resposta Dele e não a minha; pois a minha eu já tenho; a minha é ir para a outra; que também é uma mulher do Senhor, e que está tão dilacerada quanto eu, por querer e não ter a convicção se é mesmo correto, se é mesmo vontade de Deus. A minha vontade é romper tudo e me entregar para este sentimento. Porque se a outra é também de Deus, porquê???, porque fazer isto com dois crentes??? quebrar dois casamentos! o que é verdadeiro nisto???, estou cego??? estou sendo manipulado pelo inimigo de Deus e de minha alma??? Porque me sinto tão bem em casa quando converso com minha esposa e oramos sobre isto, e logo no dia seguinte, ao rever a outra, tudo muda: a quero, me sinto bem, e tudo que pensei como decisão, vem à baixo. Só não efetivei o que quero, por não desejar ser minha a decisão, quero que Deus me diga; quero que Deus me oriente, e que se for para separar, que seja com o coração pacificado; e não quero adoecer e não fazer doente a minha esposa. E nem iniciar uma nova relação cheio de neuroses, cheio de achismos, cheio de serás; do tipo: será que daqui a um tempo ela não vai sentir falta do marido e querer ir embora???; será que eu vou sentir falta e querer ir embora??? Por isso, preciso que você nos ajude; preciso que Deus fale com você; pois, conosco ele não fala, não muda nada dentro do meu coração. Ele me faz permanecer desejando e querendo a nova relação, sonhando com a nova relação; mas com o coração pesado, pois minha esposa me faz bem e sei que faço bem à ela; aliás faço bem às duas. Ontem (17/05), enquanto conversávamos na sala, ouvimos nosso filho de 6 anos orando ajoelhado no quartinho dele, dizendo: "Deus não deixe meu pai fazer nada de errado"; isso me destruiu; será que estou sendo egoísta???, ou será que não consigo ser homem de verdade???; quero e não quero; é uma agora e outra em outra hora; depende do momento, depende da visão. Não quero isso, quero estar pacificado, quero crer no que quero, quero que Deus diga, quero ter uma posição. ... Ou Deus responde, ou, respondo eu!!!, essa é a constatação na minha alma, não por incredulidade, mas por não conseguir ver Deus agir, e nem se movimentar para resolver isto; a minha resposta eu tenho; mas não quero ser guiado pelo que desejo; quero ser guiado por ELE. ... Nos ajude, por favor, por favor, por favor..., não tenho mais a quem recorrer aqui na terra; e, aparentemente, os céus se fecharam para mim. Tudo isto é do inimigo??? até o sentimento é engodo??? a outra é mulher imoral de lábios suaves e de fala macia para minha vida??? e eu para a vida dela??? ou de fato meu casamento está vivendo outra estação em nossas vidas???, porque quero tanto a outra???, porque??? porque??? ... Só espero uma espera e só quero a vida e não a morte e nem o abismo, seja tudo para paz e não para destruição. ... Obrigado, meu irmão-amigo-pastor. ... PS. não precisa modificar nada, tudo está aqui e isto é tudo. ________________________________________________________ Resposta: Amado amigo: Graça e Paz! — porque Deus é bom e Sua misericórdia dura para sempre! Não sei o que está acontecendo com você, nem tampouco a razão disso estar sendo assim. Só sei que é assim que é com todo mundo que está na sua situação (rsrsrsrsrs)! Só pra descontrair, porque, meu amigo, você está numa sinuca de trico, pois nem de bico é. Qualquer xeique árabe está em melhor situação, mesmo que tenha 40 esposas. E por quê? Ora, é que você “é o cara”; o gostoso; o que faz bem a ambas; o que é tão bom que se deixar uma delas, essa morrerá; e, como ambas adoram você, e você ama as duas, não sabe se é feliz com a esposa ou se tenta ser o terceiro mais longo amante de sua atual paixão. Você sabe o que quer. Você quer ver no que dá com a outra. Afinal, para você, hoje, nos motéis, ela é um corpo belo, uma companhia leve, e uma experiência imantada pela magia da traição. Daqui a cinco anos me escreva outra vez. E me diga como essa volúpia sexual poderosa e insaciável, virá a tornar tal mulher em alguém de quem você fugirá; pois, possivelmente, estará mais arrependido do que Jonas no ventre do Grande Peixe. Amigo, o nome disso é tesão pela mulher do próximo, que “quer dar” para um homem, que anda carente de se sentir gostoso e imprescindível. Sim, essa é a Doença do Homem Imprescindível. É “complexo” de ser a “última Coca-cola da face da terra.” Sim, não precisa psicologizar nada. Esse desejo só não dá em poste de ferro. E mais: Deus não está sentindo tesão por você. Quem está com tesão é você. Pelo menos assuma isto. Mas leve para casa a mulher do próximo que aceita que ela se dê a outros “próximos”; e sinta na carne o gosto do desgosto! Meu amigo, para o seu bem, nada mais tenho a dizer. Não sou Deus! Não assumo tais responsabilidades. E não vejo em você nada que não aconteça todos os dias com milhares de homens e machos da face da terra. Portanto, assuma o que você quer. E se é como você disse, vá. E durma muitas noites pensando em como você pode estar comprando um jornal que gosta de mudar de mão, que gosta que outros o leiam; e, no caso, falo da nossa querida amiga, a qual, de tempos em tempos, sente necessidade de provar uma paixão; ou melhor, conforme a “analogia”, um outro “leitor”. E como ela tem um “maridão” bonzinho; sempre há para ela uma casa para voltar. Aqui, meu amigo, quem fala não é Deus! Quem fala é apenas um macho que sabe um pouquinho acerca da animalidade que move mamíferos como nós. Portanto, vamos parar de sexo dos anjos, e de culpar a Deus pelos nossos desejos e tesões; e cairmos na real, admitindo a basicalidade de nossas tentações! Mas como você já disse que só não vai... se Deus falar com você, e como não falo por Ele, sei que você irá. Então, vá. E depois me conte como foi; apesar de que será uma “vã repetição”. O que você e sua esposa precisam ver é se existe entre vocês algo com sangue. Sim, algo quente! Sua exposição me pareceu tão gelada em relação à sua esposa. Por último, lhe digo: se você conseguir dar ordem à sua vida, já estará no lucro. Portanto, pare de tentar organizar a Queda! Somente meninos pensam que podem ter todas as coisas que desejam. Homens sabem que precisam escolher; e viver com as conseqüências. Receba meu carinho e minhas orações! Nele, que não fala sem que Ele mesmo decida faze-lo. Portanto, decida você! Caio