Português | English

Cartas

Esperando a coisa grande...

Esperando a coisa grande...

-----Original Message----- From: Esperando a coisa grande... Sent: segunda-feira, 1 de setembro de 2003 09:14 To: contato@caiofabio.com Subject: 32 anos de espera... Mensagem: Sou convertido há dois anos. Hoje já sou muito solicitado pela liderança da minha igreja para varias tarefas. De um tempo para cá a minha vida está sem expectativas, e de certa forma vazia, mesmo eu estando rodeado de tarefas e percebendo a grande expectatitiva das pessoas em contar comigo. O problema é que eu me acho em meio a uma profunda dor na espera de que algo grande, realmente grande. Fico esperando essa coisa grande me acontecer. Às vezes me sinto como um corredor no momento da largada, esperando o estampido de partida, certo de chegarei vitorioso. Mas esta expectativa me corroí a alma... Já se passaram 32 anos da minha vida, e estou frágil como um sopro... Por favor me ajude. Vou espera, pois, um dia que seja à serviço do Pai já terá valido por toda esta espera. Com amor em Cristo ***************************** Meu querido amigo: Paz! Não entendi bem o que você quis dizer. Você não falou sobre que “dor” é essa, e nem que “espera” é essa. Minhas sugestões, enquanto você explica do que se trata, são as seguintes: 1. Paulo, depois de convertido por aquele petardo do amor de Deus (Atos 9), ficou 3 anos solitário na Arábia. Como você não é Paulo e o Rio de Janeiro não é a Arábia (sei que você do Rio pelo seu código de área), sugiro que você diga aos “líderes” para “sossegarem o facho”, pois, afinal, você tem apenas dois anos de “convertido”. 2. Não preencha seu “vazio” com o ativismo da “igreja”. Você ficar cansado e sem alma. Aliás, você já demonstra sinais de stress espiritual, provavelmente fruto desse ativismo. Além disso, senti uma certa ansiedade culpada em você—sempre relacionando tudo a essa “espera”, até mesmo a minha resposta foi descrita por você como uma “espera” em Deus—“um dia que seja à serviço do Pai já terá valido por toda esta espera”. Ame a Jesus de todo o seu coração, mas não se sinta responsável pela salvação do mundo. Jesus disse justamente o oposto: “que adiante ganhar o mundo e perder a alma?” 3. Freqüente aos cultos e nutra boas amizades na “igreja”, mas dedique-se mesmo à leitura de coisas boas—especialmente a leitura da Palavra. 4. Se a “coisa grande” que você espera é “qualquer coisa grande”, então, minha sugestão é que você faça seu coração ficar como uma criança desmamada nos braços de Deus. 5. E mais: não ande a procura de coisas grandes. Elas tem apenas o poder de nos frustrar. 6. Deixe a vida fluir. Faça ser grande cada pequenina coisa que lhe vier às mãos para fazer. 7. E nunca se compara com ninguém e não permita que sobre você recaia nenhuma forma de ”tirania da realização”—tão comum no mundo e no mundo da “igreja” também. 8. Todavia, se a “coisa grande” é um amor, um encontro, um relacionamento, então, releia tudo o que disse acima—vale para essa expectativa também. Apenas agregue às sugestões anteriores mais uma coisa: Deus vai proteger você enquanto você andar des-traído. 9. Por isso, não ande nem à caça e nem de bobeira. Quem caça muito acaba com o saco cheio de presas indesejáveis. Quem não presta atenção na floresta, acaba não vendo a gazela de amores passar. 10. Seja como for, já que você mora no Rio, apareça no Café. O endereço está aqui no Home do Site. Lá a gente conversa. Um beijão, e que Deus abençoe você! Nele, Caio