Português | English

Cartas

ENIGMA DO AMOR E DO TEMPO, SÓ NA GRAÇA!

ENIGMA DO AMOR E DO TEMPO, SÓ NA GRAÇA!

O ENIGMA DA GRAÇA Segundo o meu amigo de sempre... ... “ E uma das piores descobertas que um homem pode fazer é a de que suas amizades sempre foram baseadas em interesses, ou seja, a afeição recebida tinha como elemento de troca, mesmo que inconscientemente, algum negócio ou interesse. Acabando a imagem do justo, cessam as procuras dos amigos...” ... “Sobretudo, a grande integridade de Jó é não negociar sua alma com “os amigos”. Ele tinha seus limites... - “Será Que é Pecado Sentir Saudade de Meu Passado? ...” ... “A fé na soberania absoluta de Deus desconhece Satanás e só trata de sua dor diante de Deus...” Gostei tanto do que li em O Enigma da Graça, que vou constituir Caio como meu advogado contra a indisponibilidade de Caio. Sei no entanto, que a minha única chance seria encontrar o Caio indisponível e ser esmagado pelas suas “razões do dia a dia”e sábio amor... Tudo é como deveria ser; nossos conceitos não ajudam a compreender a vida, o próximo e muito menos a Deus, porque substituímos o “acontecer” pelo conceito sobre esse “acontecimento”. Todas as opiniões sobre a verdadeira natureza de Deus, nunca fizeram alguém amá-Lo acima de todas as coisas, nem ao próximo como a nós mesmos; ou fizeram crescer uma erva no campo, ou nascer uma flor sequer. Muitas vezes, o ideal de seguidor espiritual não passa do plano teórico, com toda virtuose necessária para tal fim; pois ainda não possui a força necessária para realizá-lo na prática do conviver. Esquecidas as mágoas, cicatrizadas as feridas; o desenvolvimento entra em fase de adaptação com os que tem de recebê-lo. O conhecimento com a sabedoria sustentada na experiência da vida compartilhada, servirão em muito ao objetivo de liderar espiritualmente, beneficiando à todos sem descriminação. Do amigo de sempre ************************************************* Amigo De Sempre, Sua "pena" já me é perceptível mesmo quando é pena digital...seu texto flui leve e gostoso. O Caio aceitou advogar contra o Caio. E o Caio "réu" se assumiu condenável por tanta correria pela sobrevivência. O Caio advogado o perdoou...entenderam-se. Agora ambos são um. E aí então as limitações do "réu" serão ajudadas pela defesa do Advogado, que o instruiu a dizer: Eu não sou Deus...vou tentando tudo o que posso, mas até para estar com quem a gente ama, muitas vezes a gente tem que esperar...tanto um quanto o outro...coisa de mortais, filhos do tempo e do espaço. Portanto, concluiu o Caio Advogado, instruindo o Caio réu: Infelizmente, meu amigo Caio, você é julgado pelo carinho que expressa... É seu amor que muitas vezes volta como desejo fraterno de pessoas que você ama, mas tem seu limite espaço temporal pelas terríveis 24 horas de cada dia. O Caio réu, disse: Mas não me sinto bem com isto! O Caio advogado disse: Está Pago! Jesus pagou o preço até mesmo das dívidas de seus dias, que são mais curtos que o tamanho de seu coração; e de suas horas, que são infinitamente menores que as suas afeições e amizades. Bem, nós, caios, chegamos a esse entendimento e estamos tentando viver nessa paz...mas com muita saudade dos amigos! Beijão, Caio EM: 18/07/2003