Português | English

Cartas

E quem vai disciplinar os líderes?

E quem vai disciplinar os líderes?

-----Original Message----- From: E quem vai disciplinar os líderes? Sent: segunda-feira, 13 de outubro de 2003 11:38 To: contato@caiofabio.com Subject: Contato do Site Mensagem: Pastor, dirijo igrejas já faze oito anos e sou obreiro há muitos anos. Hoje, ao perceber a postura do povo de Deus, e de nossas instituições, fico triste. Fui Presbiteriano, Batista, Testemunha de Jeová, e há 12 anos sou Betesda. Gosto do povo de cada uma, mas a hipocrisia religiosa das instituições, a hierarquia, e sua postura—nisso sinto um farisaísmo enorme! As disciplinas para os membros existem, mas para eles não, como inveja, disputas e outras. Me exorte por favor..... **************************************** Resposta: Meu amado irmão: Paz! Se você encontrar a “igreja” perfeita, não entre que é para não estragar. Um cara com seu currículo é que é o problema. Você já foi dos Presbiterianos, de uma lado, aos Testemunhas de Jeová, de outro. Foi de pólo a pólo. No caminho você foi Batista e hoje é Betesda. A hipocrisia religiosa e suas hierarquias falsas e suas disciplinas seletivas é um fato. E já é horrível que eles disciplinem por tudo, e entrem nas vidas das pessoas ao seu bel prazer. Agora você, com raiva da hipocrisia, deseja instituir a disciplina para as subjetividades dos líderes? Inveja, disputas, e outros males da carne? O lugar onde essas coisas serão disciplinadas não é a Igreja, é o inferno. É lá onde as pessoas que se alimentaram disso receberão a disciplina, conforme Jesus em João 8 e em Mateus 23, referindo-se aos “líderes religiosos”. Ele os chamou de “filhos do diabo” e de “filhos do inferno”; sem falar no raça de víboras, guias cegos, engolidores de camelos, sepulturas invisíveis, sepulcros caiados! Portanto, não faça dos problemas deles, álibis para os seus. Eles podem até ser hipócritas, mas você não sabe ainda no que de fato crê. Quem creu em Cristo, por exemplo, não faz uma viagem da Igreja Presbiteriana aos Testemunhas de Jeová. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Portanto, seu problema é igual ao deles. Você sofre da hipocrisia de se justificar dizendo que não encontrou um lugar sem hipocrisia, o que é uma hipocrisia, pois, tal lugar, não existe na Terra. A diferença é que em Cristo a gente sabe que a hipocrisia existe, a gente só busca não fazer parte dela. E, além disso, se você deseja crescer em Cristo, leia a Palavra, ore, ame aos irmãos e não espere que uma “igreja” seja a sua salvação. “Igreja” é apenas um lugar onde a gente fica se ajudar a gente a amar a Deus, aos irmãos e a crescer na fé. Não sendo assim, a gente procura outro lugar, mas também não fica pulando de galho e galho. E mais: se você ouvir dizer que uma “igreja está na moda”, não vá lá e nem para lá. Se está na moda, quase sempre é porque perdeu os modos! Procure um lugar sério e sóbrio, onde haja pessoas amigas e amenas. Ou fique onde você está, mas não se coloque nesse “lugar” horrível onde você está. Sabe onde é esse lugar? Seu coração, que vive numa esquina de comparações. E, lá no fundo, você tem inveja daqueles que são os seus “superiores” na organização—você iniciou dando tanto valor ao que você chamou de “nossas instituições”—e, por isto, é que as “doenças deles” fazem tanto mal a você, ponto de você terminar com um pedido: “me exorte, por favor”. O mais, meu amigo, é com você! Um beijo, Caio