Português | English

Cartas

“DISCIPLINADO” POR SER INFELIZ!

“DISCIPLINADO” POR SER INFELIZ!



----- Original Message ----- From: “DISCIPLINADO” POR SER INFELIZ! To: contato@caiofabio.com Sent: Thursday, October 14, 2004 10:16 AM Subject: TODOS ME ABANDONARAM... Mensagem: Olá pastor Caio, graça e paz sejam contigo! Nem seI por onde começar... Sou "evangélico" de berço. Minha família é de origem histórica na igreja no Brasil. Tem hoje pastores, presbíteros, e mais uma série de pessoas dedicadas à igreja em minha família. Num dos ventos soprados pelo Espírito de Deus, uma mudança muito grande aconteceu, e quando vimos tínhamos passado por uma renovação de nossas mentes e estávamos não mais numa igreja histórica, mas em igrejas renovadas. De fato estávamos numa “aliança” entre “Comunidades”, dirigida por um “Apóstolo”. Sou bastante novo, hoje tenho 30 anos. Vocacionado e chamado por Jesus fiz seminário, um desses considerados “piedosos”. Fui ordenado ao ministério e consagrado pastor há uns cinco anos. Tudo em minha vida corria como esperado por mim e por todos, por todos à minha volta. Tenho 2 filhos maravilhosos! Por uma infinidade de motivos, vi o mundo desabar sobre minha cabeça e meu casamento acabar... Já estou recuperado dos inúmeros traumas sofridos... mas considero-me sim.... chamado para o ministério. Este e-mail é nada mais do que um desabafo, pois sei que você conhece exatamente o que estou passando. Hoje, estou casado novamente, tenho ótimo relacionamento com meus filhos, pais e avós cristãos, que entendem minha vida e história; mas talvez a única coisa que não tenha conseguido curar até agora é a ferida causada pelo meu próprio preconceito, outrora formado pelos rígidos conceitos pseudo-cristãos sobre a conduta de nós, homens e falhos... A irônica prática de que devemos agradar antes aos homens do que a Deus, uma vez que eles (os homens) se decepcionam... é o fim do mundo. Estou com Jesus, sou paciente, quero considerar-me novamente capaz e apto ao ministério. Hoje, me resta a porção "compreensiva" da família, os filhos, uma mulher que me ama, conhecendo toda essa história, e que mesmo assim migrou do catolicismo do interior mineiro para um evangelho de quebra de paradigmas, preconceitos e fingimentos que tenho lhe mostrado. Sem cobertura, sem amor cristão de alguém que, humano como eu, procura ser melhor hoje do que ontem, ser feliz e simplesmente.... caminhar e amar... eu me encontro. Abraços! Em Cristo, nosso Salvador. ________________________________________________________ Resposta: Meu amado amigo no Senhor! Não sei como "esse pessoal" pode crer que somente os sãos precisam de médico. Isto porque eles dizem que Jesus é o médico, mas só querem andando com Ele os que não precisam de cura. São todos filhos dos fariseus! Além disso, para eles, Jesus só trabalha no "Pronto Socorro", no atendimento "emergencial", na chegada. Depois dos "primeiros socorros de Jesus", o cara fica sob a orientação hospitalar da igreja e de seus médicos, e o tratamento segue assim: se o cara melhorar, ele vai ficando...pode até chegar a ser "médico". Mas se tiver qualquer recaída, é jogado fora, que é para não contaminar o "hospital". De fato, esse tal "hospital" nada mais é que um "hospício" de loucos surtados de vaidade, inveja e presunção. Esses foram "curados" de toda humildade, bondade, misericórdia e graça. Esses se tornariam "sadios" pela virtude da arrogância, da santidade ufanista, e do julgamento perverso. Esses são "os amigos de Jó", e que só são amigos quando ninguém precisa deles. Para tais pessoas a fé não convive com o choro do humilde, com as lágrimas do que precisa de consolação, com o desejo pela verdade, ainda que doa; e nem tampouco convive com as calamidades da presente existência. Tenho visto pastores que são deixados pela esposa serem abandonados pela igreja porque não é um "bom testemunho cristão" ter sido infeliz no casamento. Meu irmão, eles não sabem quem são, e nem quem é Aquele a quem dizem servir. Tornaram-se discípulos da imagem. Tornaram-se servos do ídolo da moral diabólica, e que deixa o filho no buraco porque a Lei é mais importante que a misericórdia. Não olhe para eles. Quem os contemplar morrerá de tristeza e de amargura. Seu caminho é com Jesus. E a você Ele apenas pergunta: "Tu me amas?" Se você diz: "Tu sabes que eu Ti amo!"; Ele apenas afirma: "Pastoreia as minhas ovelhas!" O resto, meu irmão, é ilusão! Quem deve esperar misericórdia dos fariseus? Quem pode esperar que aqueles que praticam a tirania da felicidade dos mortos, possa compreender os caminhos desta vida? Quanto a você, aprenda a lição, e seja misericordioso para o resto de sua existência. Pregue a Palavra e deixe que Deus cuide das pessoas. Nunca mais julgue ninguém. Você tem apenas que ser um homem filho da misericórdia. O mais Deus fará! Levante a cabeça e veja como os campos estão brancos e prontos para uma grande ceifa! Os trabalhadores quase não existem. A maioria prefere pastorear o joio, posto que à semelhança do espírito do joio, eles também só vivem de aparência. Prossiga sem medo. Seu caminho é para frente. Retornar para o Sinédrio é como voltar ao pecado. Seguir a Jesus, na vida, é seu chamado. Não fuja dele! Um última coisa: somente agora você está preparado para começar o seu ministério pastoral. Receba meu beijo e minha oração! Confiança! O melhor ainda está por vir! Caio