Português | English

Cartas

Discernindo espíritos virtuosamente virtuais! ( II)

Discernindo espíritos virtuosamente virtuais! ( II)

-----Original Message----- From: Discernindo espíritos virtuosamente virtuais! - II Sent: sábado, 22de agosto de 2003 To: contato@caiofabio.com Subject: "Espiritismo: com ajuda de Moisés e Elias?" Mensagem: Pr. Caio, Li em Cartas o texto “Espiritismo: com ajuda de Moisés e Elias?", e também os desdobramentos da resposta. Não tenho o que "reparar" ou "acrescentar" a ela. Aliás, ela me trouxe paz quanto a não querer dizer a mim mesmo o que o texto não diz. Compartilho do mesmo espírito da resposta: Jesus Cristo é o Filho de Deus; meu Senhor e Salvador; O Mediador entre Deus e os homens. Portanto, o meu Mediador. Isso me basta também. Escrevo para incentivá-lo a continuar sendo você nas respostas; Nele! Tenho sido extremamente abençoado desde que comecei a ler a página, e a descansar na Graça. Obrigado pela dedicação e paciência. Ah... isso de admitir abertamente que há espírita mais piedoso que evangélico... Hum... É golpe duro na empáfia de muitos. Corporativistas do time "Evangélicos Futebol Clube" custam a assimilá-lo em silêncio, consciência e honestidade. Abraço carinhoso, Gérson ********************************** Resposta: Meu querido amigo: Paz e Bem! Sua carta me fez muito bem! Assim como o ferro afia o ferro; assim o homem a seu amigo! Todos os que amamos a verdade, sempre haveremos de nos render a ela. E os evangélicos precisam acabar com a empáfia. É essa empáfia que vem nos matando. Onde há empáfia, não há amor. A empáfia incha. O amor edifica. E Jesus foi quem nos ensinou que o “samaritano”—ou espírita, ou seja lá quem for—, pode estar fazendo aquilo que os arrogantes “representantes de Deus” não fazem (Lc 10). O culto a Deus começa não quando o dirigente diz: Amados irmãos, estamos aqui pra louvar a Deus... O culto a Deus acontece na vida. E, o nosso altar—de acordo com Hebreus 13—está fora do portão. É fora dos muros que os cultos se mostram com mais sentido. Nosso altar é do lado de fora. Dentro briga-se e brinca-se de religião. Lá fora do portão a gente tem que viver a fé, não a ilusão. Quando todos nos amarmos e nos respeitarmos, o mundo verá a glória de Deus. Antes disso, verá apenas os evangélicos, os católicos, os cristãos, etc... Mas não verá Jesus! Obrigado pelo seu carinho. Um beijo, Caio