Português | English

Cartas

DEPRIMIDOS NA EUROPA: decepção espiritual

DEPRIMIDOS NA EUROPA: decepção espiritual

 

 

 

 

   

 

----- Original Message -----

From: DEPRIMIDOS NA EUROPA: dacepção espiritual

To: contato@caiofabio.com

Sent: Saturday, May 12, 2007 5:31 AM

Subject: Auxilio!!!

 

Querido Rev. Caio Fabio, ·.

A paz, meu irmão!!!

Rev. Caio, venho através de este e-mail lhe pedir auxilio espiritual. Tenho 26 anos e sou casada há 5 anos e meio. E há cinco anos moro no exterior. Fiquei 4 anos em Londres e agora estamos na Espanha.

Quando morávamos em Londres congregávamos em uma igreja chamada (...), e lá trabalhávamos com todo amor na obra. Éramos diáconos!

 

Foi com certeza um momento muito especial em minha vida..

 

Porém, num momento, aconteceram alguns contra tempos com meu Marido e o nosso Pastor. Desde então, meu marido se afastou totalmente dos caminhos do Senhor, tornando-se uma pessoa revoltada, para minha tristeza.

 

Isso já faz 2 anos, e nesse período ouve muita dor, frustração, decepções, portas fechadas... Nada tem dado certo... Tudo que tentamos dá errado!

 

Nunca parei de orar e peço todos os dias a Deus com muitas lágrimas e angustia em meu coração, para que meu marido retorne para os caminhos do Senhor.

 

Hoje, Rev. Caio, ele está totalmente desanimado com tudo. Parou de Sonhar. Fica dentro do quarto o dia todo e diz não ter mais forças para lutar!

 

Peco ao Rev. uma mensagem para ele; pois, ele  tem o Rev. como referencial de cristão e gosta muito de seu trabalho.

 

Em relação ao Pastor da igreja de  Londres, onde congregávamos, está tudo bem entre os dois. Já houve perdão e arrependimento!!!

 

Gostaria muito que o Rev. me ajudasse, pois, creio que Deus tem uma obra grandiosa na vida de meu marido, mas infelizmente ele não consegue ver...  .

 

Aqui na cidade onde moro, não há igreja do evangelho, para que eu possa procurar um Pastor para me ajudar.

 
Tenho necessidade de ajuda... Estamos sofrendo muito!

 

Fico por aqui e  já o agradeço pelo amor e a atenção!!!

 

Deus o abençoe ricamente.
______________________________________________

 

Resposta:

 

 

Querida amiga: Graça e Paz!

 

 

Você não me disse nada que pudesse ajudar em qualquer coisa objetiva que eu possa a ele dizer. Por exemplo: tudo parece ter sido deflagrado pelo desentendimento entre ele e o pastor, o que veio a gerar toda essa desconstrução, seguida de depressão, decepção, desanimo, etc. Você diz que hoje está tudo bem entre ele e o pastor. Entretanto, nada está bem entre ele e ele mesmo.

 

Assim, por mais que ele e o pastor tenham se acertado, algo não se acertou em seu marido ainda.

 

Você não disse com que expectativas vocês mudaram para o exterior. O que suponho é que vocês gostariam de ter uma experiência fora, mas condicionaram bastante essa tal experiência à conciliação desse tempo fora com algum tipo de envolvimento que vocês pudessem chamar de “missionário”. Ora, como a experiência com o pastor não deu certo, provavelmente até a mudança de vocês para a Espanha tenha carregado o signo dessa frustração. Assim, por fora, ficou tudo bem com o pastor, mas não com seu marido.

 

O quadro que você descreveu é de depressão. Depressão que pode ter vindo em razão das frustrações promovidas pelo excesso de sonho e de expectativa do seu marido em relação a como seria esse tempo fora do Brasil.

 

Sim! Ele deve ter sonhado muito, fantasiado muito, e tido muitas visões de olho aberto acerca do envolvimento dele com a igreja e o chamado “ministério” aí no exterior. Ora, o desentendimento com o pastor deve ter abalado imensamente as fantasias de seu marido. Literalmente, como o único chão que ele tinha era esse, de sonho, com as decepções que chegaram, não ficou nada...

 

Nisso tudo é bom você ver qual é o seu papel. Digo isso porque pode ser que a ida para aí e tudo o mais... — tenham tido também muito a ver com o seu desejo de que assim fosse. Sim! Por vezes a mulher tem sonhos mais fixos do que o marido, o qual embarca na alegria, mas que, não sendo sonho dele, com a chegada das frustrações, desaba tudo; e se tudo tiver a ver com você, saiba: você pode, da noite para o dia, virar a bruxa dos desencontros de seu marido.

 

Ora, isto pode se manifestar de modo sutil e inconsciente para ele, tanto quanto pode ir tomando forma emocional substantiva, até o dia em que ele jogue tudo isso sobre você.

 

Assim, peça a ele para me escrever. Não posso mandar mensagens para ele como se ele fosse um estranho que recebe um folheto de evangelização.

 

O que mais poderá ajudá-lo será a confissão que proceda dele. Se ele desejar, peça que me escreva. Do contrário, temo que ele emburaque cada vez mais na depressão, que se vicie nela, que vá se tonando disfuncional, que se torne cada vez mais amargo e desinteressado de você, e que por fim adoeça tão seriamente de alma, que você mesma não venha a suportar mais...

 

Preciso que ele me escreva e que ele mesmo diga o que sente!

 

Quanto ao mais, enquanto isto ligue a rádio do site e deixe que a Palavra ecoe pela sua casa. Quem sabe chega ao coração dele.

 

Receba meu carinho e abraço!

 

 

Com todo amor, Nele que é o nosso pastor, quando nos damos como ovelha de Seus cuidados,.

 

 

 

Caio

 

11/05/07

Lago Norte

Brasília