Português | English

Cartas

De Que é Feito o Seu Café?

De Que é Feito o Seu Café?

-----Original Message----- From: Pr. Paulo Sent: sexta-feira, 4 de julho de 2003 12:05 To: contato@caiofabio.com Subject: Como é o Café? Mensagem: Querido Pr. Caio Fábio, O irmão não me conhece, mas tenho sido abençoado já há muito tempo por seu ministério. Estou morando no sul do Brasil há mais de dois anos. E antes de vir pastorear uma congregação aqui eu ganhei de presente umas fita K7 de um seminário seu. O tema era ¨Pastores que vencem Lobos¨. A partir de então algo começou a acontecer na minha vida, no sentido de ficar extremamente cansado desta coisa toda de ¨Evangélicos¨. Cansei de ser manipulado e de ser estimulado a manipular vidas. Por este motivo decidir romper com a “denominação” onde estava vinculado e me juntar com outros pastores, que querem caminhar neste caminho de honrar a Deus, servindo-o com responsabilidade e caráter—na Graça de Deus! Quando fiquei sabendo do Café com Graça, fiquei curioso quanto a entender mais o processo, e gostaria de poder conhecer o que lhe motivou a este trabalho e quais sãos os propósitos e a visão dele. Obrigado. ********************************************** Resposta: Meu amado Pr. Paulo, Obrigado pelo carinho! Espero que continuemos a nos ajudar mutuamente. O Café é algo leve e despretencioso. Na verdade eu não busquei, não idealizei e nem estava a fim de fazer nada. Fui empurrado...sei que pela Graça de Deus...para dentro daquele lugar. O lugar pertencia à Ed. Razão Cultural, que publicou meus livros Nephilim e Tábuas de Eva. Meu pai e alguns amigos alugaram “aquele jardim de Copacabana” e eu fui enfiado lá...meu cansado...bastante ferido...sem quase nenhuma energia. No segundo mês eu já havia percebido que o Café havia sido aberto não apenas por causa das pessoas que lá seriam abençoadas, mas, sobretudo, para que eu fosse abençoado por elas. O Café é apenas um lugar de culto, de encontro e comunhão. As reuniões são sempre em dias alternativos. Não nos reunimos aos domingos. Vem gente de todos os lugares e de todas denominações...e também muita gente que nunca entrou numa “igreja”. Muitos pastores também freqüentam nossas reuniões. Além disso, há muita gente que vem de outras cidades e estados—gente de passagem pelo Rio—e que nos visita. O Café está também virando um Pão de Açúcar para os que estão apenas de passagem, visitando a cidade. O “clima” é de liberdade e leveza. A Palavra é densa, simples e clara. O louvor é apenas para Deus. Lá os “artistas” são apenas amigos e irmãos. E ninguém está lá para pedir atestado de bons antecedentes de ninguém. Quem é...acaba mostrando o que é! Não nos interessa a vida pregressa, mas tão somente a vida progressa das pessoas. E Jesus sempre está lá. Quem vai...sente. Quem crê...recebe. Quem busca...encontra. É assim...apenas assim! É só um café com graça. Nele, Caio