Português | English

Cartas

CONTRIBUIR PRA GANHAR É A MORTE DO AMOR!

CONTRIBUIR PRA GANHAR É A MORTE DO AMOR!

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: CONTRUBUIR PRA GANHAR É A MORTE DO AMOR!

To: contato@caiofabio.com

Sent: Monday, September 17, 2007 22:23

Subject: LEIA POR FAVOR!

 

 
LEIA POR FAVOR !
 
OI, CAIO
 
CERTA VEZ, VIVI UM DESVIO DOUTRINÁRIO CAUSADO POR MALACHEIADEDINHEIRO.

O "MALA" DISSE QUE O DÍZIMO DEVERIA SER DADO COMO SE ESTIVÉSSEMOS INVESTINDO, COMO SE FOSSE UMA BOLSA DE VALORES. ELE DISSE TAMBÉM QUE AS PESSOAS QUE DAVAM O DÍZIMO SEM ESPERAR RECEBER NADA EM TROCA DE DEUS ERA PORQUE ERA UM "TROUXA" E ESTAVA VIVENDO UMA FALSA SANTIDADE.

PASSEI UMA BOA PARTE DA MINHA VIDA ACHANDO QUE EU ESTAVA VIVENDO UMA FALSA SANTIDADE E QUE EU ERA UM OTÁRIO.

ELE ESTÁ DESTRUINDO O AMOR QUE AS PESSOAS TÊM POR DEUS ASSOCIANDO TODO O SERVIÇO CRISTÃO COM DINHEIRO E PROSPERIDADE MATERIAL.

HAJA VISTA AQUELA BÍBLIA QUE ELE OFERECE : “BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA”.

 

ALGUÉM TEM QUE PARAR COM ESSA OBSESSÃO QUE OS PASTORES TÊM DE ENRIQUECEREM E DE CONSTRUÍREM SEUS IMPÉRIOS.

UM OUTRO PROBLEMA É QUE OS PASTORES ATUAIS ACHAM QUE OS MEMBROS DAS IGREJAS SÃO SEUS SÚDITOS E OS TRATAM MUITAS VEZES COM MUITAS GROSSERIAS.
 
EU ME CHAMO JOSÉ ABDON, TENHO 30 ANOS E SOU DA PARAÍBA (JOÃO PESSOA). GOSTARIA DE SABER QUANDO CHEGARÁ O CAMINHO DA GRAÇA AQUI NA PARAÍBA.
 
OBRIGADO, CAIO !  AQUI EM CASA NÓS O AMAMOS MUITO.

_________________________________________________

 

Resposta:

 

 

Meu mano: Graça e Paz!

 

 

Sem a Graça todo culto tira o amor e impõe a barganha, o interesse; e, por conseguinte, acaba com toda verdade de qualquer adoração.

 

Mamon é o “D$us” atual. E Mamon é v$rde.

 

É a “ele” que se cultua; é a “ele” que se serve; é por pavor “dele” que se contribui; e, pior: a “ele” se dá apenas porque “ele prometeu” enriquecer sem ser o coração e sem ser por meio do amor de muitos pais, irmãos, filhos e amigos [conforme Jesus]; e sem que as casas sejam as que nos hospedam [segundo Jesus], mas as mansões que se possa possuir [segundo os evangelho de Manon].

 

O povo esquece que Paulo disse que todos aqueles sacrifícios que Israel ofereceu a Deus no deserto, era a demônios que ofereciam, embora com todo rito feito em nome de Javé, o Deus de Israel. E por quê? Porque era barganha alimentada por interesse e murmuração e de cobiça. Foi por essa razão que ganancioso Balaão logo virou “profeta” entre eles.

  

É fácil jejuar quarenta dias. O difícil é não transformar pedras em pães, não sucumbir à pirotecnia do Pináculo e ao surto de grandeza do Alto Monte.

 

Aqui discuto apenas conceitos!

 

Jesus disse:

 

Eu vim em nome de meu Pai e vós me rejeitais. Se outro vier em seu próprio nome, vós o acolhereis!”

 

Assim, o Evangelho é um problema; e a solução é falar o nome “Jesus” e o termo “Evangelho”, embora ambos fiquem vazios de significado; pois, nesse caso, o que prevalece é o “evangelho de franquia” dos que vêm em seus próprios nomes, usando a marca “Jesus” como franquia.

 

O senhor acima mencionado tem sido objeto de minhas orações; pois, quando a pessoa envereda por tal passo, ou um grande e poderoso quebrantamento do Espírito salva a alma da pessoa de virar pedra e mármore; ou então só uma grande cacetada, uma patada do Leão de Judá é que pode, quem sabe, fazer a pessoa se render ao amor de Deus e abrir mão do culto ao poder e à vaidade.

 

Deixo com você um presente. Um link para um livro meu sobre contribuição financeira como Graça e Amor.

 

Espero que lhe faça muito bem!

 

Eis o link: UMA GRAÇA QUE POUCOS DESEJAM – um presente meu para você

 

Receba meu carinho e minhas orações!

 

 

Nele, que perdoa todos os nossos pecados, e que nos ensina a dizer em quebrantamento: “Pai, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem”,

 

 

 

 

Caio

 

16/09/07

Manaus

AM