Português | English

Cartas

CONTRIBUIÇÃO: cristão ajuda primeiro a outro cristão?

CONTRIBUIÇÃO: cristão ajuda primeiro a outro cristão?

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: CONTRIBUIÇÃO: cristão ajuda primeiro a outro cristão?

To: contato@caiofabio.com

Sent: Thursday, January 31, 2008 10:24

Subject: Principalmente aos domésticos da fé.

 

Graça e Paz Pr. Caio!

 

Poderia explicar o sentido do verso a seguir?

 

“Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.” Gálatas 6.10

 

Numa situação assim: duas pessoas em igualdade de situação de ajuda, porém, uma é irmã na fé, outra é um amigo chegado, e quem os deseja ajudar, só pode ajudar um. Nesse caso, a prioridade é o irmão na fé? É assim mesmo?

 

Abraço,

 

_________________________________________

 

Resposta:

 

 

Amado mano: Graça e Paz!

 

 

Primeiro deve haver certeza da igualdade da necessidade. Depois, em tal caso, se compartilha com ambos, se o que se dá pode minorar ambas as situações, ou mesmo revolver.

 

Segundo, se o que se tem dá para ajudar apenas e tão somente uma pessoa, mesmo; então, que se peça a direção do Espírito. Afinal, pode ser que o Espírito nos oriente a dar a ambos e esperar pelo milagre da multiplicação.

 

Terceiro, pode ser que por razões soberanas o Espírito nos oriente, em amor, a ajudar apenas o de “fora”. É fácil virar Levita e Sacerdote deixando que os Samaritanos ajudem aos que “não são nossos”.

 

Quarto, o padrão é Jesus, em tudo. Olhe para Ele e veja que houve ocasiões em que Ele mesmo dissera que viera prioritariamente para a casa de Israel, mas, mesmo assim, acudiu “aos de fora”. Ou você também não lembra que Elias foi enviado a uma mulher estrangeira, a fim de fazer um milagre, e não a nenhuma das carentes viúvas de Israel?

 

Quinto, Paulo disse o que você transcreveu acima, visando que os irmãos estivessem atentos às necessidades uns dos outros. De tal modo que o carente não cobre jamais, pois, os que tenham estejam sempre avistando as necessidades e buscando atendê-las.

 

Assim, a recomendação de Paulo é para situações do cotidiano, e não ante uma Escolha de Sofia.

 

 

Um grande abraço!

 

 

 

Nele, em Quem o pão cresce no amor,

 

 

 

Caio

 

30/01/08

Lago Norte

Brasília

DF