Português | English

Cartas

Chega de Show!

Chega de Show!

Querido Pastor e Amigo, Estou reaprendendo a crer e investir na sinceridade latente que existe em muitos de nós. E tal caminhada deve-se ao fato de simples constatação diária nesta página virtual. Ler cada texto, reflexão e depoimento aqui registrados, tem levado-me a confrontamentos interiores cada vez mais intensos no momento que acesso este endereço. Apenas uma indagação fica a incomodar-me, meu amigo. Por que tantos insistem em correr na direção contrária, fugindo da responsabilidade fraterna e humana que está de maneira tão clara evidenciada nas diretrizes do Cristianismo genuíno ? Muitos dos desabafos que diariamente são expostos aqui, tem levado-me a entrar em uma angustia pessoal terrível, pois é notório que a multidão que engrossa as fileiras da dita comunidade evangélica brasileira está doente, ferida e cauterizadamente mergulhada em um estado de letargia doutrinário doentio que alastra-se como um câncer. As pessoas estão sedentas de tato, abraço, um ombro amigo disponibilizado na mais transparente demonstração de afeto bíblico recomendado em muitas das epístolas do Novo Testamento, e que direta ou indiretamente conclama a cada um de nós evidenciarmos uma Teologia de cumplicidade mútua. Amado Caio, junto minha voz com a da maioria e reafirmo que é chegada a hora de uma nova proposta ser inserida nesta teologia desgastada e falida, da qual resta apenas uma verborragia aquém da realidade de cada membro ou participante de quaisquer comunidade eclesiástica. Abaixo o show, o teatro, os esquemas, a fajutice, a babação hierárquica de interesses ! Existe uma voz que clama no deserto, e esta voz aponta para um arrependimento desesperador existencial de uma geração doente e ferida, e que a muito procura um colo acolhedor pastoral. E sua didática e diretriz ministerial vem de encontro a este clamor, meu amigo, e minha oração é que sua luz continue a brilhar cada vez mais intensamente na mente de todos aqueles que debruçam-se minuto a minuto neste instrumento de edificação virtual. Quanto a mim, vou agora acalentar meu fim de dia com mais alguns destes devocionais, enxugando a cada lágrima como um renovo de fé e esperança em dias melhores. No abraço amigo e sincero Marcão, discípulo de Jesus Cristo.