Português | English

Cartas

CBE 2 (I)

CBE 2 (I)

-----Original Message----- From: José de Souza Barbosa Junior Sent: sexta-feira, 17 de outubro de 2003 17:55 To: contato@caiofabio.com Subject: Até quando? Mensagem: Caio, Acabei de ler sua entrevista sobre o CBE 2 (a missão). Estou inquieto... Por que essa coisa que há em nós não explode? Tenho conversado com pessoas que pensam a mesma coisa... que querem ver um evangelho genuíno sendo pregado, sem essas palhaçadas que estão transformando a igreja evangélica brasileira num dos maiores circos eclesiásticos dos quais temos notícias na história. Estamos fartos de apóstolos, semi-deuses, profetas-de-si-mesmos, gente doente, pregando um evangelho doente, gerando um "cristianismo" doente. Tenho me encontrado constantemente com irmãos de várias denominações, mas isso não importa... são cristãos de verdade... vivem pela graça... e como está difícil ver gente disposta a pregar a graça... e todos estamos como vulcões... prestes a explodir... Por que isso não acontece ? por que sabemos disso apenas para nós mesmos ?? medo ?? Recentemente fui falar numa igreja aí no Rio... quase fui crucificado simplesmente por dizer que um cântico não tinha nenhuma base bíblica, que estava mais para "coreografia de aflitos" (como diria o bom e saudoso Sérgio Pimenta). Estou farto!! Você citou o Manfred Grellert em sua entrevista. Nunca vi ninguém o citando. E ele escreveu um dos livros que mais me marcou até hoje (Os Compromissos da Missão), que é claro não fez "sucesso" nas livrarias evangélicas, afinal não fala de unções novas, de revelações apostólicas, de urinar nas cidades para conquistar territórios, etc... isso é que vende nas nossas lixarias evangélicas. Mais uma vez... o que faremos ?? Vamos começar essa "revolução" vivendo a graça no dia a dia, "a começar em mim", como diz o cântico?? Denunciamos os estelionatários da fé ainda que isso nos custe a cabeça?? Se essa é a solução... vamos "caminhar" juntos, não para lembrarmos da "caminhada", mas para nos encontrarmos no Caminho... Um abraço, De alguém que quer caminhar no Caminho. ************************ Resposta: Meu amado: Paz! Cada uma das suas perguntas é a resposta! Agora é botar pé firme na Palavra e não brincar mais. Demorou, mas até que enfim as pessoas começam a entender que o que está havendo aqui é História. E, se continuar assim, uma trágica História. E a História só é enfrentada com História. E, no nosso caso, com Poder do Espírito na História. Enquanto ficarmos achando tudo pateticamente engraçado, seremos cúmplices. Perdemos mais de 10 anos. Mas Deus é Soberano. Quem não gosta porque sabe que é uma “falsificação”, então, que não compre mais tais pacotes e não fique omisso—e nem faça concessões! E que também não tema as retaliações, pois elas virão! Um grande beijo, Caio