Português | English

Cartas

CARTAS NUNCA DESCARTADAS – meu coração aberto com você!

CARTAS NUNCA DESCARTADAS – meu coração aberto com você!



CARTAS NUNCA DESCARTADAS meu coração aberto com você!

O fato de eu ter voltado a escrever no site www.caiofabio.net gerou um grande fluxo de cartas outra vez.

A razão pela qual eu havia parado de escrever no site por quase dois anos, depois de ter estado respondendo até 70 ou mesmo 100 cartas por dias por oito anos; afora os demais textos que escrevia e postava; o que, por vezes me tomava até 17 horas de trabalho diário — foi decorrente das cobranças de respostas pessoais que eu recebia; então, decidi parar; e, como já disse, o fiz por dois anos.

Agora, porém, decidi voltar a escrever no site; mas apenas aquilo que concernem às minhas preocupações com a Igreja, a “igreja”, o mundo e a alma humana. Entretanto, não estou me dispondo a responder cartas, posto que  quando as respondo e publico algumas, afluem até aos milhares por dia; conforme acontecia no passado.

Ora, com a Vem&Vê TV [ fico no ar no mínimo três horas no ar por dia; por vezes até seis horas], com minhas atividades no “Caminho”, com os atendimentos “presenciais”, e, sobretudo, com meus deveres e necessidades de natureza familiar, me é totalmente impossível voltar a responder cartas no ritmo e no volume do passado.

Entretanto, nos últimos dias, eu que não abria mais a caixa de e-mails, tenho tido de fazê-lo em razão de algumas comunicações práticas entre os meus parceiros de trabalho, e, todas as vezes que o faço, angustio-me como no passado, pois, dia a dia, aumentam as cartas com solicitação de ajuda e de conselhos; o que me deixa sempre aflito, angustiado e impotente.

Gostaria de todo coração de poder atender a todos os que me escrevem, mas me é impossível!

Sim, mesmo quando pretendia que assim fosse [...], por vezes via milhares de cartas entrando num único dia na minha caixa de entrada, enquanto eu fazia uma “loteria” a fim de responder umas 70 ou mais, para no fim escolher três ou quatro para postar no site — as que julgava mais ajudavam os demais, que escreviam sobre temas semelhantes e que ficariam sem resposta personalizada —, a frustração era enorme, posto que NUNCA satisfizesse a demanda de relacionamento pessoal dos irmãos e irmãs que me escreviam.

Por esta razão, peço a todos os que me buscam por carta visando uma resposta pessoal, que tentem não fazê-lo, posto que me seja humanamente impossível atender sequer a raspinha do que cai na minha caixa.

Deus sabe que a boa vontade do meu coração é atender a todos; tanto quanto sabe da minha total impossibilidade de assim conseguir. Portanto, peço que os que desejem um contato pessoal quanto a problemas que os aflijam [...], que usem o chat do “Papo de Graça”, no qual consigo atender algumas dezenas de questões todos os dias; o que voltarei a fazer após o dia 23 de janeiro, quando as férias do pessoal da TV terminará, e, assim, voltaremos todas as manhãs ao vivo, com a Graça de Deus.

É sempre com dor no coração que digo isto; mas o faço com a sinceridade de quem não está aqui para enrolar ninguém.

Tentarei uma ou duas vezes na semana escolher uma carta cujo assunto não tenha sido ainda devidamente respondido no www.caiofabio.net — onde há milhares de cartas e temas já respondidos —, a fim de buscar renovar as temáticas das cartas, mas sempre na esperança de que as pessoas busquem mais a palavra do conselho dado a alguém e que possa responder também a sua questão, do que nutrir a esperança de que lhe chegue uma resposta exclusiva e personalizada; posto que tal esperança me seja impossível honestamente alimentar em quem quer que seja.

Paulo nunca me escreveu uma carta; tipo: Carta de Paulo a Caio; mas eu aprendo todos os dias com as cartas que ele escreveu a Timóteo, a Tito, a Filemon, aos Romanos, aos Gálatas, aos Filipenses, aos Coríntios, aos Tessalonissenses, etc.

Ora, o que importa não é a troca entre remetente e destinatário, mas se o que se lê atende na sabedoria de Deus às questões do nosso coração.

Eu não sou um Paulo; sou apenas o Caio, seu irmão; bem irmão e bem humano nas minhas limitações!

Ora, é como um irmão que faz o possível para ser útil, mas que tem limitações de tempo/espaço intransponíveis [...] que eu espero ser visto e entendido por você.

No mais [...], creio que nunca houve antes desta [...] uma geração com tanto acesso a tanto conteúdo, informação e possibilidade de interatividade quanto esta geração tem.

Aproveite; e faça isto sem a Síndrome do Facebook; a qual nos faz sentir que algo somente seja relevante se implicar na troca explicita entre remetente e destinatário!

Nesta 5ª-feira estrearei no Twitter mais uma forma de comunicação. Será a partir das 22 horas; e creio que você terá mais uma chance de contato pessoal; e, permitindo Deus, espero fazer isto no mínimo de 15 em 15 dias.

O meu amigo Chico está tomando as providencias para a devida divulgação de tal encontro através do TwitCam. Portanto, leia todas comunicações que ele enviará nestes dias; e mais: credencie-se no www.caiofabio.net ou na www.vemevetv.com.br a fim de que você receba automaticamente todos esses comunicados.

Além disso, estamos também criando o nosso próprio “facebook” a fim de aumentarmos a interatividade com você; obviamente que, no caso, não apenas eu estarei presente, mas todos os mentores do “Caminho”, um grande número de irmãos pastores e terapeutas; bem como todo mundo..., uns ajudando aos outros.

Peço que você ore por mim, pois o coração é grande, mas a limitação humana é inescapável.

Nele, que tendo o poder de curar a todos [o que não é o meu caso, é óbvio!...], atendeu apenas aqueles que, humanamente, conseguiu ou pôde,


Caio
16 de janeiro de 2012
Lago Norte
Brasília
DF