Português | English

Cartas

CARTA A LINHARES: The End – Parte II

CARTA A LINHARES: The End – Parte II

 
 
 
----- Original Message -----
From:
To:
Sent: Tuesday, July 25, 2006 12:26 PM
Subject: LINHARES, DE NOVO?
 
 
Caio,
 
 
Graça e Paz! Boa Tarde!
 
Certas coisas são engraçadas. Você é agressivo!? E qual adjetivo qualificaria o que eles fazem com o povo? Qual adjetivo qualificaria as campanhas, os enganos, os assaltos praticados dentro dos templos.
 
Há mais coisas engraçadas: você gosta de elogios?
Tenho só 25 anos de idade, mas me converti ao Evangelho aos 7 anos de idade e sei bem que elogio é a coisa mais fácil de se conseguir nesse "meio".
 
Essa gente que adora aparecer, que não pode ver uma câmera de TV que estufa o peito feito pombos em busca de suas fêmeas; essa gente que tem se rendido a tudo que é método, tudo que é "esquema", tudo que "atraia" as pessoas para
os seus templos; que na verdade são abatedouros.
 
Sim, o povo vem; mas não é para receber a "vida em abundância", mas sim para deixar o que tem e o que não tem na mão dessa gente.
 
 
Na verdade, Caio, fico indignado; pois, essa gente na verdade não o odeia. Assim fosse, seria um problema só seu, mas não é. Essa gente odeia a
VERDADE. Sim, a tal VERDADE que o Linhares disse que quer que apareça, se aparecer, será na verdade o fim deles. Pois, na Bíblia em que leio, está dito que a VERDADE L-I-B-E-R-T-A. E o que essa gente prega faz qualquer coisa, menos libertar. O que essa gente fala (espumando suas bocas como cães raivosos), na verdade aprisiona, oprime, traz jugo; ou seja, pode ser chamado de qualquer coisa, menos de VERDADE.
 
Em linhas gerais, Linhares e sua turma precisam conhecer e viver a VERDADE.
 
Um beijo!
 
Alexandre Galli
______________________________________
Resposta:
 
 
Alexandre amado: Graça e Paz!
 
 
A Verdade é a última coisa que desejam conhecer. Sim, porque se a conhecessem, não seriam quem são; e nem tampouco fariam o que fazem e nem como fazem; e, menos ainda, diriam e ensinariam o que ensinam.
 
O que não há neles, além da Verdade, é amor. Eles não amam o povo, mas apenas se aproveitam da ignorância dele; ignorância que, para eles, é essencial; pois, no dia em que o povo abrir os olhos, eles ficarão sem o negócio de camelô que gerenciam sob as ameaças das maldições!
 
Um beijão!
 
Nele, que deixa a todos livres para entrarem e saírem e sempre acharem pastagem,
 
 
Caio
 
 
_______________________________________
 
----- Original Message -----
From:
To: contato
Sent: Tuesday, July 25, 2006 7:33 AM
Subject: Carta de Jorge Linhares
 
Caio, Graça e Paz!
 
 
É incrível que alguém leia a matéria de “Veja” ("Os novos pastores") e constate nela algum motivo para regozijo e não vergonha. A carta do Jorge Linhares é esclarecedora. Pensei que nem sob a ameaça de uma arma ele fosse capaz de confessar tudo da maneira como o fez quando lhe escreveu!
 
 
Quanto a sua resposta, só discordo dela em duas coisas. Primeiro: chamá-lo de "irmão" é arriscar demais, eu não teria tanta certeza assim...
 
Segundo: saudá-lo com a expressão "Graça e Paz" é um desperdício. Ele não sabe o que realmente significa a Paz que o Evangelho traz. O sentimento que ele confunde com ela e busca o tempo todo, não é outro senão o "sossego" que Mamon pode oferecer.
 
Sobre Graça então... aí é que ele está longe de saber do se trata; pois, só mercadeja a fé; contradizendo a essência da misericórdia gratuita que nos é dada por Deus.
 
 
Em Cristo,
 
Clériston Andrade
 Juazeiro-Bahia
____________________________________
Resposta:
 
Meu irmão Clériston: Graça e Paz!
 
 
De fato, chamei-o de irmão de modo deliberado. Afinal, a carta dele (a 1ª) começa com um “Caio,” — e nada mais. Mas aprendi a chamar as pessoas de irmãs até que elas mesmas digam que não são.
 
Um beijo bem carinhoso!
 
 
Nele, que oferece Graça e Paz a todos,
 
 
Caio
 
 
_______________________________________
 
----- Original Message -----
From:
To: contato@caiofabio.com
Sent: Tuesday, July 25, 2006 6:09 AM
Subject: Garotinho
 
 
Caio,
 
 
Conforme você já dizia, está acontecendo. Infelizmente, já que poderia não ter sido assim...  Leia o que segue:
 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Recado de dentro da Policia Federal
 
-Se a Policia Federal vai soltar tudo o que sabe sobre Garotinho depende da conveniência política. O PT/Lula temem que soltando tudo antes das eleições, tenham Garotinho e sua troupe ferozmente contra eles. Por enquanto a ordem e deixar em banho maria. E dar o recado com o vazamento dos casos do anterior e atual secretários de segurança de Garotinho, hoje
na FSP e ESP.
 
GAROTINHO SOB O FOCO DAS INVESTIGAÇÕES!
 
Na PF todos sabem -e dizem- que só não se chega a Garotinho se não se quiser. O entorno já está cercado!
 
Folha de SP com chamada na capa:
 
Secretário de Segurança do RJ e seu antecessor são investigados
 
Além de dois ex-superintendentes da Polícia Federal do Rio presos, outros dois são investigados na Operação Cerol: os delegados da PF Marcelo Itagiba e Roberto Precioso. A operação prendeu 17 pessoas na sexta-feira. As
investigações partiram de denúncias de que na Superintendência da PF no Rio agia uma quadrilha que favorecia empresários investigados pela Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários.
 
Documento assinado pela juíza Ana Paula Vieira de Castro, da 6ª Vara Federal Criminal, cita os envolvidos presos e os nomes de Itagiba,
ex-secretário de Segurança Pública do Rio, e Precioso, atual titular da pasta. Eles são suspeitos de receber benefícios do empresário Paulo
Henrique Pedras (da cervejaria Itaipava). Pedras é um dos empresários presos.
 
O Grupo de Controle Externo do Ministério Público Federal recebeu uma denúncia de que Pedras promoveu as festas de posse desses
ex-superintendentes e ainda pagava propina mensal de R$ 50 mil a cada um deles. Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública, Precioso não tem conhecimento de quem promoveu a festa de sua posse na PF.
 
"O emitente desta mensagem é responsável por seu conteúdo e endereçamento. Cabe ao destinatário cuidar quanto ao tratamento adequado. Sem a devida autorização, a divulgação, a reprodução, a distribuição ou qualquer outra
ação em desconformidade com as normas internas do Sistema Petrobras são proibidas e passíveis de sanção disciplinar, cível e criminal."
______________________________________
 
Resposta:
 
 
Amado amigo: Graça e Paz!
 
 
Se tudo o que sei, aparecer, tudo o que se disse acima, na matéria referida, ainda é pirulito. E mais: vai do Rio, passa por São Paulo, chega à Brasília, Maranhão, etc. É feia a coisa!
 
Peço misericórdia a Deus por eles todos, pois, se aparecer a coisa toda, ESSA MOÇADA TODA, dança feio!
 
Um beijão!
 
 
Nele, que não se fez nem juiz e nem partidor entre os homens,
 
 
Caio
 
_______________________________________
 
----- Original Message -----
From: "Ricardo Esch Gomes"
To:
Sent: Tuesday, July 25, 2006 3:58 AM
Subject: oi
 
 
Bom dia.
 
Antes de mais nada queria dizer que envio este e-mail apenas para parabenizar e agradecer a tudo o que tens feito, pela maneira que tem feito, e que, sem dúvida, tem mudado muito a vida das pessoas, pela a apresentação simples do evangelho. Foram retiradas as escamas dos nossos olhos.
 
Jesus não precisou estar em matéria de "revista" Veja (logo qual revista... não se lembram que a mesma, em um mês fala bem deles, no mês seguinte detona algum escândalo referente a eles típica jogada: levanta o assunto ao público para, quando o assunto estiver em alta, fazer algum tumulto e ganhar ibope).
 
Gostaria de lembrar que estive contigo na escola de musica da UFRJ, na ópera de Rossini, cujo o seu filho Ciro fazia parte do elenco. Também sou o guitarrista daquela banda barulhenta que vc ganhou o CD (de thrash metal).
 
Desde já um abração e o mais importante é que somos realmente importante para quem realmente se importa conosco.
_______________________________________
 
 
----- Original Message -----
From:
To: contato@caiofabio.com
Sent: Monday, July 24, 2006 1:06 PM
Subject: Re: [Caminho] EU TROCARIA O MEU JARDIM PELA LIXEIRA DA AMARGURA?
 
 
O texto é lindo, poeticamente construído, sem, no entanto, tirar o ar de realidade, mas mostrá-la com cores e sensações.
 
No caso da carta ao Jorge Linhares, a resposta foi brilhante. Tinha que ser daquela forma. E o pior (ou melhor), se o Caio não tivesse respondido nada, o próprio Linhares já conseguiu se revelar de forma explícita, escancarada. Se eu fosse ele (o Linhares), dizia que iria "ali", cagar, e sumia pra sempre.
 
Ainda quis dar uma de corajoso! Disse que gostaria de falar tudo pessoalmente, mas como não havia jeito, só conseguiu por e-mail.
 
Pr. Caio, dê o endereço do La Salle para ele e publique no site, convidando-o para falar pessoalmente contigo. Eu queria ver se ele iria mesmo; ou qual desculpa ele daria para não vir. É cada uma! No dia que eu vir um pastor "desses" corajoso assim, "eu tiro o meu chapéu" (mesmo que pregue "outro evangelho"), pois sei que quem é do Evangelho a coragem é sua aliada.
 
Abraços,
 
 
Alysson
_______________________________________
Resposta:
 
 
Meu amigo Alysson: Graça e Paz!
 
 
Quando passei sua carta no corretor do Word, a palavra cagar recebeu a sugestão do computador quanto a ser mudada por defecar. rsrsrs
 
Receba meu amor sempre!
 
Nele, que ama até aquele que defeca fora do pinico, como eu,
 
 
 
Caio
_______________________________________
 
 
----- Original Message -----
From: Gilmar Cardoso Santana
To: contato@caiofabio.com
Sent: Monday, July 24, 2006 1:00 PM
Subject: Comentar o que?
 
 
Querido amigo-irmão-amado e louco, Caio!
 
Sou grato ao nosso Deus por Ele te dar força, fé e coragem para não negociar a sua fé com esse espírito que tomou conta dessa turma com nome de evangélicos na nossa nação. Esse monstro aí estabelecido que leva nome de igreja. Mas, graças a Deus que a Sua Igreja nem de longe precisa desses "homens fortes".
 
Eu não tinha visto no seu site ainda sobre o Linhares.
 
Um irmão (?!), achando que talvez eu tivesse a obrigação de te censurar (quem sou eu?), me liga e me diz: - O Caio Fábio surtou! O cara só pode tá louco. Alguém tem que tomar alguma providência.
Eu pergunto: - Porque você diz isto?
-Ele agora vai bater em tudo quanto é pastor desse país? Só pode tá louco!... Daí me contou, em linhares gerais...
 
Mesmo sem ter lido ainda naquele momento, eu disse a ele: - Meu irmão, essas coisas que o Caio fala são loucura mesmo. Se você também não quiser ficar louco, não se exponha a esta mensagem. Pode crer que você vai ficar tão louco quanto ele. Afinal, foi exatamente isto que Paulo falou sobre essas coisas que o Caio diz: A mensagem da cruz é loucura! Mas, é para quem se perde. Para quem é salvo, é poder de Deus. Cuidado, se você ficar lendo o Caio demais. Você ainda vai acabar encontrando Jesus de verdade. Pois, desde que o ouço pregar há mais de 25 anos, o centro da mensagem é o mesmo: Jesus Cristo. Nunca mudou em função de moveres e ondas.
 
Portanto, meu querido Caio, mesmo sabendo que você não precisaria de meu incentivo para nada, pois sua suficiência vem do Senhor.
 
Preciso dizer a você isto:
 
Quero te pedir que não desenlouqueça nunca. Pois, o Deus que você prega é o Deus que  simplesmente é!
 
E quem tem ouvidos para ouvir, que ouça!
 
Receba meu carinho e meu beijo!
 
Conte com minhas orações e amizade sempre.
 
Gilmar C.Santana
Goiânia-GO
_______________________________________
Resposta:
 
 
Meu amadíssimo amigo Gilmar: Graça, Paz e Santa Loucura!
 
 
Meu mano, que alternativa tenho eu, se enlouqueci de vez e para sempre?
 
Minha oração é sempre esta: Senhor! Mantém-me louco no Teu amor até o último dia de minha existência na Terra!
 
E sei que Ele me ouviu; e, por isto, me manterá em total insanidade até o fim!
 
Diga ao seu amigo que jamais faria o que ele está pensando; pois, se o fizesse, pouca gente continuaria ventando suas arrogâncias. Além disso, diga a ele que só digo tais coisas de quem corrompe a fé. Quem não corrompe o Evangelho não tem que temer nada; ainda que a si mesmo se corrompa.
 
Por último, diga a ele que só respondo. Quem não quiser ouvir nada, não me escreva. Afinal, o Senhor das Linhas só ouviu o que ouviu porque disse o que quis. Ora, eu nem mesmo disse o que desejaria dizer (só o faria particularmente); tendo falado apenas o que o Evangelho me ordena a falar. 
 
Um beijão mais que amigo!
 
 
Nele, que é Verdade,
 
Caio
_______________________________________
 
Continuação:
 
 
Assim, amigos, estou pondo um ponto final nas cartas acerca do Senhor das Linhas ou do Pastor Novelo. Chega!
 
Como disse ontem, quando comecei a tentar escrever esta carta (tive que interrompê-la em razão de um problema de saúde aqui em casa), havia centenas de e-mails (e hoje chegaram muitos outros). Eu, porém, depois de considerar tudo o que já foi dito; e também em razão do fato que este site trata TAMBÉM de tais questões, mas não é esta a sua prioridade — resolvi apenas dizer que tudo o que disse por amor às ovelhinhas enganadas. Por isto, escrevo com toda sinceridade; e, também, com todo o desejo de que tais coisas sejam instrutivas para todos nós.
 
Como disse ao Linhares, a carta dele é Histórica na medida em que ilustra o espírito desta geração de “líderes” evangélicos.
 
Entretanto, desejo que todos saibam que não consigo ver a perversão da mensagem do Evangelho calado. Não tenho nada a ver com a vida pessoal das pessoas. Porém, em sendo contra a Palavra, não existe ninguém na Terra que me faça ficar calado. Jamais!
 
Por outro lado, não escrevo para ninguém. Mas quando me escrevem, cada um ouve conforme propõe. Linhares propôs; ou, então, outros, não querendo se “queimar”, propuseram a ele que escrevesse; ou mesmo, quem sabe, ele próprio tomou a iniciativa de levantar aquela bandeira a fim de mostrar serviço para seus “colegas” que estão “crescendo em Veja”, não em Graça.
 
O que acho interessante é o fato de que eles me chamam de tudo — de anti-cristo à apostata —, enquanto não conseguem deixar de ler o que escrevo; e, ao mesmo tempo, cobram de mim uma “irmandade” que não tenho a oferecer a quem brinca com o Evangelho; ou faz dele um negócio.
 
Sou do Evangelho, mas não sou “evangélico”. Ser do Evangelho significa ser evangélico, biblicamente falando. Porém, o termo, com o tempo, se tornou a antítese do significado do Evangelho. E mais: o que eles, os “evangélicos”, fazem e propõe como fé, é algo que chamo de crença; e de natureza pagã.
 
Quando ou se tal coisa mudar, e se mudar conforme o Evangelho — então direi conforme Paulo que luto pela fé evangélica! Todavia, conhecendo Paulo o pouco que conheço, sei que ele não usaria tal termo se o “contexto” fosse o nosso.
 
Ora, Paulo teve coragem de chamar os “cristãos judaizantes” de “cães”. Sim, teve coragem de dizer que os que se diziam cristãos e apóstolos, eram, de fato, “inimigos da Cruz de Cristo”. A carta aos Hebreus foi escrita por muito menos. Aliás, todas as cartas de Paulo, e dos demais apóstolos, tiveram “contextos” muito menos pesados e pagãos do que, por exemplo, a IURD apresenta; e, com ela, as demais franquias evangélicas do gênero.
 
Isto, porém, só está acontecendo porque o povo não lê a Palavra. Na realidade, a maioria esmagadora sabe do “evangelho” apenas pela boca dos líderes “evangélicos”.
 
O Mala, por exemplo, é um vendedor de livros. O ministério dele é vender; mesmo que sejam “Bíblias Sagradas”. Ele é um vendedor. Vende Bíblias, mas o povo não lê nada; ou melhor: lê sim. Mas lê apenas coisas como “Bom dia Espírito Santo”, do Beny Himm. Enquanto isto, as Bíblias que o Mala vende, são apenas objetos de decoração doméstica.
 
A maior desgraça, todavia, veio de Keneth Hagin. Foi dele e de seus livros que a catástrofe chegou a nós. Sim, porque do R. R. Soares aos conceitos de “determinação” da IURD ou do Nabuco — tudo vem dessa fonte.  
 
E não se pode dizer que faltam Bíblias nas mãos dos evangélicos. Entretanto, atrás daqueles púlpitos, quase já não há Evangelho. E, na mente “evangélica” não há quase nada da “mente de Cristo”. Na realidade trocaram de religião, mas não entenderam a Palavra até hoje. E pior: esta nova geração é pagã em praticamente todos os conceitos.
 
Foi com tristeza que decidi ainda na década de 90 que eu não tinha mais nada a ver com os “evangélicos”.
 
Ora, isto aconteceu quando vi os “líderes” que se queixavam das loucuras da IURD e de seus filhotes rodovalhianos e hernandianos, preferirem os holofotes da Record (era a promessa que o Mala fazia), à verdade do Evangelho. Ali eu disse a mim mesmo: Chega!
 
Tudo o que estou dizendo possui farta comprovação histórica, tanto nos documentos da AEVB, como também nas declarações presentes nos arquivos de todas as televisões e jornais do Brasil, entre 91 e 97. Somente os sem memória ou os que chegaram à “igreja” depois de 1998, é que podem dizer que não sabiam de nada disso.
 
Aqui fico! Até porque não estou bem de saúde desde há alguns dias (não tem nada a ver com estas ocorrências aqui do site); sendo apenas seqüelas antigas que carrego, e que voltam de vez em quando.
 
O fato é que já disse tudo o que desejei dizer ao Senhor das Linhas e a todos os que se enrolam em seus novelos.
 
 
Um abraço a todos!
 
 
Nele, que não engana,
 
 
 
Caio
 
27/07/06