Português | English

Cartas

CAIO, POR QUE VOCÊ FAZ ISTO?

CAIO, POR QUE VOCÊ FAZ ISTO?

 

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: CAIO, POR QUE VOCÊ FAZ ISTO?

To: contato@caiofabio.com

Sent: Wednesday, November 28, 2007 17:44

Subject: Caio, por que você faz isto?

 

 

Pr. Caio Fábio,

 

 

Por que você faz isto? Por que, apesar de tantas acusações que lhe são feitas, insiste no bem do Evangelho?

 

Por que tanta energia gasta para ser um instrumento de Deus para socorrer os maltratados pela religião?

 

Por que você faz isto, apesar de tantas pedradas que recebe?

 

Por que, apesar de suas dores e perdas, a Palavra do Evangelho não pára de sair de sua boca?

 

A resposta: Porque um dia você conheceu Jesus e sua Graça e deles você jamais ser apartou!!

 

Por isso te admiro muito. Não pela sua inteligência ou numa relação de dependência-toten, mas porque a Palavra do Evangelho nunca foi pervertida por você!!

 

Podem acusar você de qualquer coisa, mas jamais por perverter a Verdade do Evangelho!!

 

O seu site é um Oásis num meio de um deserto que me encontrei. Numa fase difícil da minha vida, você foi meu verdadeiro pastor, mesmo não tendo o prazer de conhecê-lo pessoalmente!!

 

Saiba: jamais quero transformá-lo em toten para mim, e sim, dar as minhas mãos a você no anuncio da Palavra do Evangelho!!

 

Que estas palavras possam te abençoar e fortalecer sua Caminhada,

 

Um forte abraço do seu irmão de Caminhada no Evangelho,

 

Marcos 

________________________________________

 

Resposta:

 

 

Meu mano amado Marcos: Graça e Paz!

 

 

Eles poderiam me acusar apenas do que fiz, e, antes de todos, confessei, sem que ninguém de nada soubesse. Entretanto, resolveram jogar em mim as suas próprias culpas. Eles antes olhavam para mim e diziam: “Que bom que ele é por mim, me representa!” Então, quando disse que não representava mais nada, bem antes de tudo, eles já começaram a buscar ocasião para me atingirem, mas nada tinham.

 

Hoje eles não têm nada. Porém, agora, nada tendo, requentam com o fogo de suas almas incendiadas de culpa pela ausência do Evangelho, as coisas que já nem são; embora, TODOS ELES, saibam como vivi com toda busca de coerência, integridade e fidelidade em toda a minha vida.

 

Todavia, eles não me querem bem. Eles me desejariam para sempre mal, quebrado, arrebentado, destroçado...

 

O Senhor, no entanto, não é como eles; e me ama; e me tem em Suas mãos; pois é Dele que sou e sempre fui; e é para Ele que existo e vivo.

 

Assim, não foi somente o fato de [há quase 10 anos] eu me haver divorciado — de um modo que a minha consciência negou-se a aceitar em paz — o que os provocou. Não! Não foi isso. Sim! Pois se eu tivesse dito: “Irmãos! Ajudem-me. Sou eu... Quero voltar para vocês”, nada disso aconteceria.

 

De fato é minha desistência total em relação ao que eles chamam de “igreja” é o que os faz me verem como uma grande ameaça a “seus negócios”.

 

Esta é a razão, e somente esta. O resto é o fogo do inferno atiçando o fogo da língua deles e o próprio diabo pondo em seus corações os temas da mentira.

 

Eu, todavia, sigo em paz; pois sei a Quem sirvo; e sei que Seus planos em minha vida jamais serão frustrados por poder humano algum.

 

Isto, entretanto, é apenas o que concerne às pedradas que não sinto me tocarem.

 

Hoje, como tenho dito, apenas oro por eles, e rogo ao Senhor que eles arrependam-se da blasfêmia que cometem todos os dias contra o Evangelho.

 

Entretanto, meu irmão, dentre os 180 milhões de brasileiros há apenas 25 a 30 milhões de evangélicos, e, entre esses, a maioria ainda tem esperanças sinceras; além disso, saiba: há outros 150 milhões a serem atingidos pela Palavra; e é com todos esses que me preocupo — tanto os de dentro como os de fora.

 

Assim, tenho muito que fazer!

 

E milhares e milhões são os que não jogam pedras, mas intercedem e crêem no melhor!

 

O Evangelho queima em mim e seu fogo é como o da Sarça: queima e não consome; antes dá a você uma alegria imensa em ser um incêndio vivo e andante de Deus no mundo!

 

Obrigado pelo seu carinho!

 

O amor Dele é a minha vida!

 

Nele eu sou, e nisso me satisfaço todos os dias,

 

 

Caio

 

28/11/07

Lago Norte

Brasília

DF