Português | English

Cartas

BORDEIS UNGIDOS...

BORDEIS UNGIDOS...

 

 

 

 

 

----- Original Message -----

From: BORDEIS UNGIDOS...

To: contato@caiofabio.com

Sent: Thursday, January 11, 2007 7:20 PM

 

 

Caio, vou contar umas coisas e gostaria de saber se você sabe delas.

 

Você sabia que em Brasília tem uma Igreja que unge Pênis e expulsa o demo pela Vagina?

 

Você sabia que em Brasília tem uma Igreja do Massa Barro, onde o Pastor rola em cima das Mulheres?

 

Você sabia que tem um Monte no P-sul em Brasília onde os "profetas" saem no tapa para profetizar para as madames e empresários que lá vão?

 

Você sabia que tem em Brasília uma Igreja que recebe o espírito dos Profetas?

 

Você sabia que tem uma Igreja em Brasília que tem a "mamada santa" onde se mama os seios das irmãs?

 

Você sabia que tem uma Pastora que abre covas no seu jardim ?

 

Você sabia que tem uma Igreja em Brasília onde se expulsa o pecado da prostituição durante uma relação sexual ao vivo dentro de um quarto ungido de uma Igreja?

 

Você sabia dessas coisas? Como nós fazemos para acabar com estas palhaçadas?

 

B.P.

_____________________________________

 

Resposta:

 

 

Meu irmão amado: Graça e Paz!

 

 

Sabia que nos templos gregos era assim que as prostitutas cultuais e as sacerdotisas de Afrodite faziam as coisas, só que com muito mais contimento e estética. Além disso, se fazia em nome dos “deuses” e não em nome de “Deus”.

 

Sabia da unção vaginal e peniana. Espalhou-se faz uns seis anos.

 

Profetas saindo no tapa para profetizar para ricos e famosos é normal. É o Vale Tudo Profético — inventado pelos pentecostais e não pelos Gracie.

 

Transar com a “irmã” para tirar o espírito de prostituição dela pela introdução do espírito de possessão pastoral — também já soube de muitos casos, mas não tinha ouvido acerca disso ainda aqui em Brasília.

 

Em SP, na década de 80, havia um ministro de louvor de uma igreja muito respeitada, que dizia que estava com câncer, e que convenceu os adolescentes da igreja que um médico alemão havia dito a ele que injeção de pênis no anus, com a devida ejaculação, curaria os câncer dele. Ora, os meninos praticaram esse ministério de cura.

 

Sabia de macumbeiras e macumbeiros evangélicos (aliás, existem aos montes) — e que fazem mandingas para bruxo nenhum botar defeito, e que praticam coisa que até o diabo fica perplexo, dizendo: Essa nem eu tinha pensado!

 

Sabia que há gente invocando anjos, profetas, seres viventes, querubins, etc. — e que urram como o “Leão de Judá”, latem como ele (o Leão, como se leão latisse), mugem como boi, ficam jogados nos cantos e paredes praticando o dom de lagartixa...; enfim, um monte de coisas que nem em hospício a gente vê.

 

Mas o amassa barro, o rola-rola, a mamada ungida, e as outras coisas, sinceramente, nunca tinha ouvido falar, e menos ainda que aqui disso também havia.

 

Entretanto, nesses 33 anos de pregação, nada mais me impressiona. As loucuras dos “evangélicos pentecostais” se tornaram as coisas mais estranhas e impensáveis deste mundo já faz tempo. E não há nada que me escandalize. Eu espero qualquer coisa. Aliás, quem deixa o Evangelho cai inevitavelmente no paganismo, seja ele qual for...

 

Nos templos aos deuses gregos e romanos havia mais beleza pelo menos, além de que os deuses deles eram assim; mas o que se diz sobre “Deus” não é desse modo. Entretanto, se você quer saber, nada disso tem a ver com os “objetivos” declarados, por mais bizarros que eles sejam, mas sim tem a ver com sacanagem mesmo, com putaria, com a vontade de “pegar as irmãzinhas”, de mamá-las, de rolar sobre elas, etc.

 

Você já viu algum pastor desses se oferecendo para rolar sobre os machos da igreja ou para dar uma mamada neles?

 

O que é chocante é que, independentemente de suas declarações serem acuradas ou não, tais coisas acontecem, e, muitas vezes, com a anuência dos maridos...

 

Está cheio de “igreja” por aí aonde os maridos têm pavor dos “pastores”, e deixam que suas esposas sejam parte do harém do safado escondido sob os mantos de uma “sacerdotalidade” canalha, abusiva, orgástica, cretina, e satânica.

 

“Pais de santos” que não são gays é que traçam as “santas” todas as sextas-feiras, depois do rito.

 

Os “Pais das santas evangélicas” fazem as mesmas coisas — ou melhor: coisas piores; pois, o que os “Pais de santos” fazem, faz parte de um rito praticado a deuses pagãos, mas o que esses pastores fazem, é supostamente feito em nome de Jesus.

 

O fim deles é... — receberão o rola-rola do diabo, o amassa dos demônios, a mamada de satanás, e serão curados-comidos pelos espíritos imundos!

 

O fim deles é...— receberão do espírito dos falsos profetas, pois é isto que eles são! Sim! São mortos, por isto invocam os mortos, mesmo que seja “espírito dos profetas”. Sim! São profetas falsos, por isto lhes é dado o espírito dos falsos profetas.

 

Ora, se de uma sessão espírita na qual se invoca os mortos e se lê os evangelhos se diz que, apesar da leitura dos evangelhos, em razão da invocação aos mortos (proibida na Bíblia) — ali o diabo está; então, pergunto: por que nessas reuniões “pentecostais evangélicas”, onde nem mais se lê os evangelhos, mas apenas se fala o nome composto das letras J-E-S-U-S, o diabo não está mais que presente?

 

Os que deixam a macumba, trocando-a por tais cultos, o fazem porque descobriram que a bruxaria dos “profetas” é mais maligna ainda nos seus resultados.

 

Desde o tempo em que pastoreava em Manaus (1973-80), que ouço acerca de coisas do gênero. Mas nos últimos anos o paganismo mais que obscurantista tomou conta.

 

Daqui a pouco haverá a reunião da “Suruba Ungida”, do “Swing Santo”, da “Comunhão da Orgia”, do “Troca-Troca dos Apóstolos”, e da “União da Putaria Planetária”.

 

Eu não duvido de mais nada. O que já vi não deixa mais espaço para nenhum choque!

 

Tem pastor e bispo que manda matar! — por que não haveria pastores praticando o que você falou e eu já ouço há anos?

 

Meu mano, nesse “submundo cristão” tem coisa que nem os bruxos fazem; não em nome de Jesus.

 

O mais...— saiba: é a grande apostasia que já começou faz tempo!

 

O que “podemos fazer para acabar com essas palhaçadas”? — você pergunta.

 

Ora, nós não temos tal poder. Por isto o Apocalipse diz: “Continue o santo a santificar-se e os imundo a contaminar-se!”—e o diz sem apelação!

 

O que podemos fazer?

 

Podemos não ser assim. Podemos ser conforme o Evangelho!

 

É tudo o que podemos fazer...

 

 

 

 

 

Nele, que disse: “Quando o Filho do Homem voltar, por ventura encontrará fé na Terra?”

 

 

 

Caio

 

12/01/07

Lago Norte

Brasília