Português | English

Cartas

ÀS VEZES É DIFÍCIL NÃO TE ENXERGAR...

ÀS VEZES É DIFÍCIL NÃO TE ENXERGAR...

--------- Mensagem Original ------- De: "Marcelo Augusto Cândido" Para:contato@caiofabio.com Assunto: Saudação Data: 08/01/04 14:47 Mensagem: Às vezes é difícil não te enxergar !!! Através dos seus textos consigo saber e sentir o que sentes !!! Sinto que sofre !!! Uma dor aguda !!! Não sei o que é !!! Mas saiba que a dor que sentes é porque estão nascendo grandes Homens !!! Grandes Homens. Homens que transpiram Deus. Vidas estão sendo mudadas !!! A semente esta germinando !!! Os seus filhos na fé estão crescendo e logo sentirás a alegria desta família !!! NELE, sempre NELE ! ***************************** Resposta: Meu amado amigo: eu faço tudo para que as pessoas me enxerguem! Paulo disse que não queria que ninguém pensasse sobre ele nada além do que nele viam e dele ouviam. As cartas dele estão cheias de coisas pessoais. É possível perceber o estado de espírito dele em cada um das cartas, mas especialmente nas cartas aos Coríntios. A segunda carta nem se fala: é um derrame de coisas do coração! Eu escrevo o que está na minha alma. Não consigo escrever nada que não passe entes por mim. Sofrimentos? Sim! tenho muitos! Lutas por fora...temores por dentro—muitas vezes. Euforias por dentro...alegrias por fora—algumas vezes. Minha vida tem muitas facetas. Ao mesmo tempo em que um dia me trás muitas alegrias, também pode me enfiar uma espada no coração. Vivo todos os dias entre o prazer e a dor... Mas não é de hoje. De certa forma, sempre vivi assim. As razões são as mais diversas. Vão de tristezas por ver a ignorância espiritual das pessoas, e os sofrimentos nas quais são colocadas...à preocupações com pessoas que amo. As alegrias seguem o mesmo caminho. Nunca achei que haveria um dia em minha vida na terra no qual essas dinâmicas se extinguiriam. “Aqui”—na terra—eu sempre soube que era difícil mesmo, e num certo sentido me sirvo até das dores para crescer nas minhas percepções pessoais e espirituais. A coisa mais maravilhosa é que as bem-aventuranças acontecem nesse caldo de quebrantamento, choro, renuncia, auto-controle, esforço pela paz, perseguição, calúnias, injurias, injustiças... “Alegrai-vos e exultai...”—mandou Ele. É o que eu faço! Esqueço das coisas que para trás ficam e caminho para aquelas que adiante de mim estão...prossigo para conquistar aquilo para o que já fui conquistado por Jesus. Mas sei que quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com jubilo carregando os seus feixes. “No mundo tereis aflições, mas tende bom animo; eu venci o mundo!”—é o eterno conforto que Ele dá aos Seus discípulos. Sei que no Senhor o meu trabalho não é vão! Obrigado pelo seu carinho. Recebi os cuidados de seu amor. Nele, que nos conforta, Caio