Português | English

Cartas

Amor de Além-Mar: benção aqui

Amor de Além-Mar: benção aqui

A Rosélia e o Mário são irmãos muito amados que moram em Portugal. Eles têm abençoado a minha vida com carinho e amor. A Rosélia é grande divulgadora deste site. Faz uns slides lindos de alguns textos que aqui escolhe e envia para muita gente. Irmãos como eles são os que me animam mais a escrever coisas novas todos os dias. Sei que para eles e muitos outros o que escrevo faz diferença. O retorno que me dão em amor e carinho também faz suprimento para a minha alma. Leia a carta da Rosélia. É um texto claro, espontâneo, verdadeiro, experiente, e redimido pela Graça. Um beijo, Caio ***************************** Um Dia Bom!! Reverendo.... Receba o nosso abraço online, com votos de uma semana abençoada para si e sua família! Saiba que estamos aqui eu e o Mário, para qualquer coisa! Li a carta do irmão “Cheio de Certezas e Duvidas” e gostei da sua colocação sobre o “estudo bíblico”. Tem cartas que mandam pra si que é um verdadeiro estudo bíblico... Por vezes eu penso, e digo assim: - Olha esta Mário, o diabo doido pra colocar culpa no Reverendo... sabe que se vier lá de fora, do povão do mundo, não ganha mesmo! Ai usa os “..irmãos..” pra sutilmente levar a consciência do Rev a culpa, ou a condenação, ou até mesmo intimidá-lo e calá-lo. Mas graças a Deus que mesmo via net ele discerne o espírito... Mas esta carta me confirmou mais ainda minhas certezas... pois por ler tantas cartas neste site acerca de divorcio, novo casamento, traição e etc..., além do que escuto lá fora...às vezes eu pensava comigo mesmo: ou sou louca ou normalíssima, tem algo estranho comigo, dizia eu. Casei com 17 anos com um homem que se dizia cristão. Vivi pra ele, separei com 29 anos. Sem nenhum problema de consciência (pois tinha convicção que eu fui até onde poucos iriam). Sentia, sim, medo do que o povo ia dizer sobre mim. Tinha mais medo do povo e da língua do povo que da Lei de Deus. Sinceramente a Bíblia não me pôs medo, nem culpa e toda estas interrogações que leio aqui, eu não tinha. Daí o fato de eu pensar assim: - afinal, eu devo ser diferente do povo “cristão”. Vive 12 anos sozinha, para os filhos, sem culpa, sem medo—e não foi fácil! Não estou falando de algo que foi fácil, pois até financeiramente não foi. Mas acreditando que o melhor ainda estava para acontecer na minha vida, e na deles...eu prossegui. Sem rancor, sem ódio, sem tara de homem ou sexo, que vejo em muita gente (daí eu pensar: eu não devo ser normal), nem culpa pela vida, nem pelo pai dos meus filhos... Toquei a vida pra frente, como diz o cantor Almir Sater. Com 40 anos, aparece o Mário Luís. Um homem bonito, gente boa de Deus (como o Rev outro dia em e-mail colocou...). Mesmo sem ter “Deus”, como dizem muitos irmãos, foi maravilhoso. Aceitei o desafio de viver uma vida a dois de novo, sem culpa, e com uma consciência limpa diante de Deus e dos meus filhos. Em nenhum momento a Escritura me acusou, nem me chamou de adultera. E ele era divorciado também. E olha!!! o Mário não era “cristão”! Hoje o Senhor Jesus é SENHOR DA VIDA DELE , e assim servimos a Deus com alegria. Os irmão da igreja aí no Brasil sim, me chamaram de louca, me puseram culpa, disseram que eu ia casar com um incrédulo... Veja um detalhe: - eu não falei pra ninguém se ele era cristão ou não, somente meus filhos sabiam. Às vezes eu penso que tem muito crente com bola de cristal... Vim sem medo, sem culpa, e sem remorso por está deixando 3 filhos. O mais novo com 18 anos. Mas vim com a benção deles, e da minha sogra brasileira (avó deles), e isto foi o suficiente. Estou aqui há 4 anos. O Mário recebeu e conheceu Jesus de fato e verdade. Serve ao Senhor com alegria e sem culpa... Sentimos saudade imensa dos filhos, mas somente saudade!!! Choro muitas vezes como mãe, mas depois enxugo as lagrima e sorrio. Porque Deus tem cuidado deles, e a cada dia que passa ouço noticias deles que me fazem chorar de alegria e orgulho por ser sua mãe. Lendo a Carta do irmão cheio de “certezas e dúvidas”, e sua Resposta, eu me alegrei e disse: Graças a Deus fiz a coisa certa. Obrigado Deus! Porque se eu tivesse pensado como aquele querido irmão, tiria perdido uma grande oportunidade Tua, de ser feliz, de poder amar e ser amada.Teria perdido a oportunidade de deixar os meus filhos crescerem e serem maduros... Ontem eu pude ouvir de um deles, o mais novo: - Mãínha com sua ausência eu amadureci 20 anos. Entenda o que digo: - Foi bom a senhora ter saído. Ah!!!!Nosso amigo e Reverendo Caio Fábio... Louvo a Deus sinceramente, quando abro o site todos os dias e leio suas respostas, suas reflexões e etc.. Nem imagino como sua vida mudou. Nem imagino, mas calculo. Sei que não dá pra imaginar... Mas uma coisa eu posso dizer: O SEU MINISTERIO AINDA SERÁ MAIOR E MELHOR!!! DEUS TEM GRANDE COISAS PRA SI, E OS SEUS...DEUS VAI CALAR A BOCA DO INIMIGO, E TEM CALADO! Reverendo, sou uma simples mulher, que esforço-me todos os dias pra ser uma mulher segundo o coração de Deus; digo: - esforço-me! Não tenho Doutorado Teológico, mas receba esta palavra como profética, como de quem o deseja ver de novo, fora e dentro do país, o Rev pregando pra multidões, não me interessa se de cristãos ou não; mas quero ver ainda isto acontecer. Posso até pensar errado a respeito do que vou dizer, mas quero dizer: Diabo! tu pensavas que irias conseguir, mas foste mais uma vez derrotado... Comecei a ler seus livros, e assistir a quase todos os congressos seus, quer fosse na minha cidade ou não, e isto há uns 15 a 18 anos. Eu posso dizer, como tenho dito: a linguagem do Rev é a mesma! Significa que o Senhor Jesus não mudou em nada pra ele, a vida dele pode ter mudado, mas o Senhor Jesus não... E, por vezes, digo a quem me questiona ou pensa que sou a defensora nº1 do Reverendo, eu afirmo: - se eu e você (dizendo pra pessoa) não mudarmos a vida, algo está errado em nós. A única coisa que não pode e nem deve mudar nunca na nossa vida como fé, é Senhorio de nosso Senhor Jesus, e vocês vêm que isto não mudou nele... Eles saem calados... sei que alguns saem zangados, mas calados! Uns nunca mais me escrevem, e eu sei que quando envio os slides com textos seus, alguns nem abrem, nem sonham que eu sei que eles colocam na caixa de lixo. Eu peço misericórdia pra eles. Mas em recompensa, recebo respostas de outros, que dizem estas palavras: - me edificou muito, me fortaleceu, quem é ele? Outros dizem: - me falaram tão mal dele, que eu nem queria conhecer, mas vejo que ele não é assim, estou agora lendo o site todos os dias... E eu penso: a vida é assim, de supressa boas e não tão boas... Receba nosso carinho de além mar... e receba minha cartinha que parece mais um jornal de noticias e desabafos....risos. Hoje estava a fim de escrever pra quem pudesse me entender. Estou cansada de mente vazia e cheia de juízos. Estamos aqui! Mário e Rosélia