Português | English

Cartas

AMIGO PASTOR CANSADO!

AMIGO PASTOR CANSADO!

   

-----Original Message-----

From: Pastor Cansado

To: Caio Fabio

Sent: sábado, 16 de agosto de 2003 22:11

Subject: Apenas um conselho

 

 

 

Alô Caio, Graça e Paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo.

 

 

 

Estava lendo, nesse exato momento, o seu texto sobre a necessidade de repouso ("Vinde repousar um pouco num lugar à parte"). Você tem toda a razão. Eu estou nessa condição agora.

 

Estou com a minha família, esposa e dois filhos, há quase seis anos pastoreando uma igreja no interior do estado do Rio de Janeiro. Uma igreja que hoje tem 44 membros, mas que já teve 27 quando a encontrei. Entretanto, às vezes, penso que estou, como você diz no artigo, "moendo ferro". Os resultados são lentos, nem sempre consistentes, e na maior parte das vezes vejo uma igreja vendada, que não deseja ver.

 

Sinto-me deprimido e muitas vezes disposto a conseguir um emprego, e deixar o ministério. A pressão é muito grande.

 

Sei que você já passou por isso. Não quero tomar do seu tempo, apenas peço que se lembre de nós em suas orações, para que o nosso soberano Deus nos dê do seu renovo, e quem sabe, abra as portas de um ministério com novas perspectivas.

 

Fique na Paz, e que Deus o abençoe.

 

___________________________________

 

Resposta:

 

 

 

Meu querido amigo:

 

 

 

Sei que você deve estar “mastigando pedrinhas”, como Jeremias.

 

Em minha opinião, todo pastor deveria ter suas “próprias tendas a fazer”. Essa combinação de ministério pastoral e salário de igreja é boa; quando a igreja é boa. Mas, na maioria das vezes, tira totalmente a liberdade do ministério e da consciência.

 

Se você puder ter um emprego, e, ainda assim, pastorear a igreja, acho que deveria fazer assim. Como a igreja é pequena, possivelmente você consiga.

 

Acho que essa independência lhe fará muito bem. Além disso, vai arejar você um pouco. É muito melhor quando o pastor tem que lidar com os fatos esmagadores da vida como um homem, e não como um “clérigo”.

 

Acho que buscar um ministério novo apenas pela frustração do atual, não será uma boa. Você pode até deixar o atual ministério. Mas não saia procurando outro. Melhor do que procurar, é ser o ministério. Mas isto é apenas a minha opinião.

 

Sei que o Senhor avivará o seu dom. Ande em fé, e não se impressione com “resultados estatísticos”.

 

Um grande beijo. Navegue sempre aqui no site.

 

 

 

Nele,

 

Caio

 

 

16 de agosto de 2003

Copacabana

RJ