Português | English

Cartas

ACHO QUE ESTOU GOSTANDO DE UM HOMEM GAY

ACHO QUE ESTOU GOSTANDO DE UM HOMEM GAY

 

-----Original Message-----

From: ACHO QUE ESTOU GOSTANDO DE UM HOMEM GAY

To: contato@caiofabio.com

Sent: domingo, 24 de agosto de 2003 15:44

Subject: O QUE VOCÊ ME DIZ?

 

 

 

Boa tarde, Rev. Caio Fábio.

 

Antes de qualquer palavra, gostaria de lhe dizer que fiquei muito feliz ao visitar seu site e ter lido várias reflexões suas, tenho sido muito edificada. Acredito, fazer parte daquelas pessoas que tem se cansado da igreja, mas nunca deixou ser igreja.

 

Sabe, tenho enfrentado um conflito dentro de mim, e já faz algum tempo que sinto a necessidade de compartilhar com alguém que possa me dizer algo verdadeiro sobre o assunto. Acredito, sinceramente, que você é essa pessoa que pode me orientar

 

Estou me envolvendo com um jovem evangélico. Ele tem muito conhecimento da Palavra, prega muito bem. Temos uma amizade muito gostosa. Só que já tivemos alguns momentos de intimidade também.

 

De todos os rapazes com quem já me envolvi, ele é com quem mais me identifiquei. É alguém com quem me sinto à vontade para ser eu mesma e compartilhar meus conflitos. Existe tanta cumplicidade entre nós que passamos cerca de três horas conversando ao telefone sem percebermos o tempo passar...

 

Mas existe um fator que tem me assustado muito: é que acredito que ele enfrenta uma crise de identidade sexual.

 

Talvez você esteja se perguntando: "Se são tão cúmplices por que ela não compartilha isso com ele?" Ainda pretendo fazê-lo, no momento certo. Pois deve concordar comigo que esse é um assunto um tanto delicado, que se não souber tratá-lo, posso afastá-lo de vez.

 

Além do mais, ainda não tenho certeza, mas já estou me adiantando e te pedindo orientação, porque se eu constatar o fato, vou ter que mencioná-lo, mas tenho que estar preparada para isso, pois sou um pouco leiga nesse assunto e ainda tenho muitas dúvidas.

 

Uma delas é: Será possível ser feliz com alguém assim? Será que Deus cura plenamente alguém que sente atração por uma pessoa do mesmo sexo?

 

Gostaria que me escrevesse me dizendo o que realmente pensa sobre esse assunto. Como gosto muito dele, prefiro acreditar que sim. Mas ao mesmo tempo não quero construir castelos de areia, ou viver iludida. Então, por favor, me escreva me dizendo aquilo que eu preciso saber.

 

Espero ansiosamente,

 

___________________________________

 

Resposta:

 

 

 

Minha querida amiga: Luz e Sabedoria!

 

Você acredita que um homem que goste de mulher poderá deixar de fazê-lo por alguma mudança nesta vida?

 

O que consigo ver é a pessoa — o homem — conseguindo se equilibrar, sublimando seus desejos, re-orientando suas energias e transformando-as em outras formas de expressão; ou até fazendo supressão definitiva de qualquer contato com mulheres, isso se não encontrar alguém a quem ame e com quem se case ; mas não consigo vê-lo se assexuando na sua inclinação.

 

Se é assim com heterossexuais, é assim também como homossexuais! Os únicos homossexuais que eu já vi serem “curados” são os que nunca foram. Esses são aqueles que experimentaram o homossexualismo como “prática” por terem tido sua “iniciação” sexual desse modo. Mas, de fato, não o eram. Tinham ficado apenas “viciados” naquele tipo de experiência.

 

A bi-sexualidade, para mim, é pior do que a homossexualidade. Digo isto pelo mal que faz ao “bi” e pelo mal que causa aos “parceiros”, homens e mulheres.

 

Conheço uma quantidade enorme de “bi” dentro da igreja. Casaram-se e tiveram filhos apenas para poderem ter a devida camuflagem para fazer o que gostam, dento do armário.

 

De fato, quando uma pessoa nasce com a inclinação homossexual — digo a você: ela pode até se educar espiritualmente para não praticar —, carregará aquela semente na alma para sempre.

 

Eu não tenho dúvida de que em muito breve ficará definitivamente provado — já se caminha com muita rapidez para isso — que a homossexualidade tem como fator preponderante a genética.

 

Há pessoas homossexuais que nunca praticaram um único ato homossexual, mas nem por causa disso deixaram de ser. São os eunucos por amor ao Reino de Deus. Imagino que a tarefa de um ser humano homossexual e que tem que se casar a fim de manter a fachada, seja horrível.

 

Se eu fosse você, em sendo fato a inclinação dele, não entraria nessa. Não tem nada a ver com preconceito, mas apenas com saúde psicológica, sua e dele.

 

Muitas vezes o gay cristão se casa com uma mulher legal, na qual a demanda sexual não seja pesada, e com quem tenha muita amizade. Gays são ótimos amigos. Sei disso porque sempre tive amigos gays. Alguns, com o passar do tempo, pararam; viraram titias, mas não deixaram de ser quem são: homossexuais não praticantes!

 

Conheço gays cristão que adoram, inclusive, aparecer com mulheres em eventos, festas, restaurantes e na igreja — mesmo que nem sempre esteja “rolando” nada entre eles — a fim de darem uma “circulada” do tipo: estou limpando a barra. É uma pena que não haja liberdade para as pessoas dizerem quem são.

 

Creio, de todo o coração, que esse silêncio sobre a questão só piora as coisas. Quem é e é cristão, ou fica neurótico ou mergulha na promiscuidade camuflada — sempre parceiros diferentes para que ninguém flagre um “relacionamento” —, e assim só adoecem suas almas.

 

Quem não é, mas ficou viciado na prática — em geral na infância — acaba ficando definitivamente viciado e depois se entrega ao vício como vocação, porque não teve a chance de tratar a questão na luz; ou seja: de modo manifesto. Tudo o que se manifesta é luz!

 

Portanto, se seu negócio é casar, não faça isto nem a você e nem a ele. Vejo até alguns gays se casando com mulheres, no “tempo da delicadeza”. Nesse caso, é um casamento de amizade, de companhia e para cuidarem um do outro na velhice — mas já não há sexo envolvido na questão.

 

Diante do pouco que você me disse, esse é o pouco que posso lhe falar.

 

Receba meu beijo.

 

 

 

 

 

Nele,

 

 

 

Caio