Português | English

Cartas

ACERTARAM O PONTO “G” DA ALMA DE MINHA AMIGA- I e II

ACERTARAM O PONTO “G” DA ALMA DE MINHA AMIGA- I e II



Bom dia Pastor Caio Fábio! É com muita honra que eu escrevo para você, pois conheci o seu site e gostei muito dos conselhos que você dá. Então resolvi lhe escrever pedindo que o senhor me ajude, que ou me dê uma opinião sobre um assunto, pois estou muito confusa e sofrendo muito. Tenho uma amiga. Já nos conhecemos há 6 anos. Ela sempre foi uma pessoa maravilhosa. Era católica desde criança. Então viemos transferidas para essa cidade onde estamos, para trabalhar e, por isso, morarmos juntas: eu, ela e mais outra colega. O assunto que quero lhe contar é que faz 5 meses que ela entrou em uma igreja chamada B da P que prega a doutrina G12 e as células. Depois que ela passou a fazer parte desta igreja ela começou a mudar completamente. Você sabe o que estou falando. Até parece que sofreu um tipo de lavagem cerebral. Hoje ela tem uma líder que a domina totalmente. Só faz o que ela manda. Inclusive se afastou de todas as pessoas—até de mim, que fui sua amiga. Hoje ela me vê como se fosse sua inimiga. Essa líder está virando a cabeça dela. De fato está fazendo ela ficar indiferente comigo. Já pesquisei sobre esse assunto de G12 e descobri muitas coisas. Falei com ela sobre isso. Ela diz que é coisa do demônio o que eu digo. E que eu sou uma pessoa do mundo. Mas sinto que eles estão fazendo coisa errada. Descobri outro dia nas coisas dela uma carta. E, nesta carta, ela conta que ela sentiu uma atração pela sua líder e que confessou para ela; mas que depois aconteceu. Elas ficaram juntas. Só que hoje não se largam mais... Que tipo de líder é essa que fica fazendo o mal para os outros? E hoje está fazendo tudo para me separar dela. Já até pediu para ela me mandar embora da casa. Estou muito triste e confusa. Não sei o que faço mais. Já orei bastante para Deus, para Ele afastar essa líder dela... pois ela está fazendo as coisas de modo errado. Hoje moramos na mesma casa, mas ela nem fala mais comigo. Que espécie de pessoas são essas que falam o nome de Deus a todo instante e ficam com raiva do seu irmão? Elas vivem indo para os encontros no sitio da igreja. Uma vez ela me disse que tinha visto anjos, e que hoje ela tem poder para combater o demônio, ter visões... etc... Hoje ela só que ser santa. Só faz o que essa líder quer. Já lhe avisei, mas nada ela não quer ouvir ninguém. Vejo que a líder só quer se aproveitar. Vivem 24 horas juntas. Hoje ela não liga mais para nada—nem pra a família, nem pra a casa, nem pra ninguém. Essa líder afastou ela de todos. Parece ser uma coisa de propósito. Só quer ela junto dela... Acho que elas então tendo alguma coisa. O que achas que devo fazer? Me ajude! Estou muito triste. Gosto muito da minha amiga e não queria perder a amizade dela, mas também não agüento ver ela me tratando com tanta frieza por causa dessa líder, que parece sentir inveja da nossa amizade. Mas ela está para conseguir nos separar. Aguardo resposta sua, por favor!!! ____________________________________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Graça e Paz! Cada Faraó tem sua própria Pirâmide. Mesmo que seja humana. E mesmo que o nome “de Faraó” seja substituído por alguma sigla eclesiástica—de bispo à apóstolo já serve como designação faraônica. O G 12 é uma pirâmide humana, e cada pessoinha é um tijolinho dela. Mas há também os feitores, os exatores... Sobre todos reina o “faraó”. Lamento muito pela sua amiga, e pela lavagem de doutrinas e condicionamentos que ela sofreu e está sofrendo. Lamento que ela tenha se convertido para pior. Lamento que a tenham ensinado o evangelho da separação. Lamento que ela tenha entrado no espírito da seita. Lamento que ela esteja sendo usada pela líder. Lamento tanta doença! Isto é feito em nome do Evangelho—o nome é "evangélico"—, mas nada tem a ver com o espírito do Evangelho de Jesus. Com Jesus é tudo ao contrário! Com Jesus ninguém aprende a ficar nem viciado e nem espiritualmente dependente de ninguém. Com Jesus ninguém é retirado do mundo. Com Jesus a pessoa é estimulada a andar com as próprias pernas, ver com os próprios olhos, e ouvir com o próprio ouvido... Daí Jesus ter curado tantos coxos, aberto os olhos a tantos cegos, e desimpedido os ouvidos e línguas de muitos surdos-mudos. Com Jesus até o mais demente dos homens, como um certo Gadareno, fica calmo, sereno, assentado, aos pés de Jesus; e, depois de pacificado, é estimulado a voltar para o meio dos seus parentes e amigos. O que você está vendo é o que a religião pode produzir, quando é fanática, quando se torna gestora de almas humanas, quando pede que as pessoas transfiram a sua volição e arbítrio para um líder, quando submetem as pessoas à escravidão das correntes, das pirâmides de células, de controle, e de resultados; esses sempre bem apresentados quando se transformam em novas células, quando as ordens de comando são obedecidas, e quando a submissão é total. Posso ficar só, e sem mais ninguém ao meu lado, mas lhe digo que isto nada tem a ver com o fruto do Evangelho de Cristo, que sempre gera libertação, não dependência e escravidão. O que fazer? Neste momento? Sinceramente não acredito que se deva tentar fazer nada. No entanto, gostaria de saber de você, se a sua amiga e você, algum dia, já tiveram algum tipo de relação de amizade que possa ter dado a impressão de ser de natureza diferente. Pergunto isto porque acho que a sua amiga pode ter dito à líder que se sentia atraída por você, e, a líder, tanto por "obrigação de comando", como também por "interesse próprio", pode ter dito a ela que você era o "diabo da vida dela"; e, assim fazendo, ela tanto exerceria o papel tirânico de "discipuladora" da sua amiga, como também defenderia a "namorada" de se contaminar num "jugo desigual com uma incrédula"—no caso: com você. Também devo confessar que a impressão que me passou é a de que a sua amiga substitui uma dependência por outra. Pelo perfil dela dá para perceber que ela "transfere" as responsabilidades de decisão para outros; e, sinceramente, creio que ela já fazia isso antes. Portanto, sendo esse o caso, ela estaria apenas entrando de cabeça numa forma de dependência muito mais profunda, e que fará com que a insegurança e a fragilidade dela aumentem muito mais no futuro. Isso pode durar um tempo. Mas com certeza vai explodir, e, quando isto acontecer, sua amiga vai “surtar”. No entanto, nada se pode fazer agora. É uma viagem que ela terá que fazer por ela mesma. Todavia, acho que você pode fazer duas coisas por você mesma. A primeira é sondar o seu próprio coração, e perguntar se porventura você e ela não tinham uma relação de dependência e co-dependência, sendo essa uma das razões pelas quais a "conversão" afetou a você mais diretamente do que a qualquer outra pessoa. E, a segunda coisa, é deixar a moça na dela. O que significa ficar calma e não insistir em mais nada. Isto porque quanto mais você "der em cima", mais a "líder" vai tornar você "persona non grata". Enquanto isto, gostaria que você lesse mais aqui do site, e que o fizesse por interesse próprio, e não apenas para saber o que pode estar acontecendo com a sua amiga. Não mostre essa carta a ela, pois, se você o fizer, poderá fechar o coração dela, e dar à líder o pretexto que ela quer a fim de demonizar você de vez. Digo isto ao mesmo tempo em que insisto que você analise as suas motivações! Um grande e carinhoso abraço! Nele, que deixa livre a todo aquele que crê, Caio ___________________________________________________________________________________ Segunda carta ----- Original Message ----- Sent: Friday, January 07, 2005 3:39 PM Subject: Preciso de Resposta!!! Ola Pastor Caio Fábio! Você é um homem muito sábio e abençoado por Deus! Uma vez mandei uma carta falando de minha amiga, sobre a igreja que ela entrou, inclusive você colocou a minha carta com o titulo "Atingiram o Ponto de 'G' da Minha Amiga". Queria que você me ajudasse me mostrado uma luz para minha vida e quem sabe fazendo eu achar um caminho... Você não sabe o que aconteceu comigo depois daquela carta que mandei. Descobri que o pastor da minha amiga pediu pra ela me tirar de casa, pois, "seria melhor para ela". Me diz uma coisa pastor: essas pessoas de igrejas assim, podem interferir dessa forma na vida de alguém? A líder da célula G 12 colocou na cabeça dela que ela tinha que falar com o pastor sobre a minha pessoa, então ela fez isso. Só que agora eu saí de casa... Ela me mandou embora dizendo queria seria melhor para nós duas. Depois de mais de 5 anos de amizades, você acha isso correto? Estou sofrendo muito. Hoje ela não quer mais nem falar comigo, só porque o pastor descobriu toda a verdade sobres elas, inclusive afastou a líder dela das funções... Ela acha que sou culpada por isso... Só fiz uma coisa... não sei se fiz certo... que foi ter entregado aquela carta para o pastor delas. Lembra? Na carta ela diz que elas tiveram uma relação... Então, por causa disso, ela não quer mais falar comigo... Eu não queria fazer isso, mas a líder me provocou muito. Eu sei que ela fez tudo isso por causa da minha amiga... Colocou na cabeça que ela tinha que me tirar de casa.... Agora estou aqui sem saber o que fazer e arrasada... Já pedi para Deus mostrar para ela a verdade. Estou sofrendo muito, pois gosto muito dela como amiga. Realmente tivemos alguma coisa no passado, mas depois que ela quis ser crente, então me afastei... Juro que hoje o sentimento que tenho por ela é só de irmã... só quero o seu bem, mas ela não quer enxergar, ela está ludibriada por essa líder, que é uma pessoa invejosa e interesseira... Algumas pessoas daqui da cidade falam isso, que ela é uma pessoa arrogante... Ela teve tanto inveja da nossa amizade que conseguiu agora nos afastar.. . Hoje a minha amiga não quer mais nem me vê, achando que acabei com sua vida, mas não fiz nada disso pastor... Me ajude por favor! Me dê alguns conselhos... preciso conversar com uma pessoa... estou me sentido sufocada.... Estou muito triste! Queria tanto a amizade dela de volta! Que religião é essa que afasta as pessoas assim?... Abraços! Queria sua resposta por favor... _________________________________________________________________________________ Resposta: Minha querida amiga: Graça e Paz! Não adianta dar conselhos a você. Você não os atende. Você só faz o que quer, e pior: não tem nenhuma percepção do significado danoso de atos seus, pois, em sua visão-cega, nada do que você faça com raiva ou para se vingar, de fato "conta"... posto que você é especialista em desviar o foco da questão de si mesma para os outros. Você disse que quer conselhos... que não fez "nada"... que “apenas” deu a carta-confissão do caso de amor dela com a líder para o pastor ler... que é “culpa” da igreja que a sua amiga tenha botado você para fora, etc... Você também disse que pediu a Deus que mostre a verdade a ela... à sua amiga. Você também disse que a "outra" é invejosa, interesseira, e que não larga a sua amiga...etc. Pois bem, tudo o que você pensa da outra transforme em imagem de você mesma, pois, você e a outra são idênticas nos seus propósitos, motivações, interesses, desejos, e paixões... Tenho certeza que se você fosse a "líder" você estaria fazendo a mesma coisa ou pior, posto que não sendo nada, tenta fazer tudo o que pode a fim de alcançar os mesmos fins: a menina que você e a líder hoje querem brigar para rasgar ao meio! Tudo o que eu tinha a lhe dizer sobre essa situação eu já disse na primeira carta, e você não fez nada do que lhe aconselhei, ao contrário, você botou em prática tudo o que eu disse para você não fazer... E, agora, reclama dos resultados! Além disso, mesmo sem que você tivesse dito na primeira carta que vocês tinham tido envolvimento sexual e afetivo, ficou tão óbvio que eu só não disse que era assim para que você não se sentisse sendo “julgada”... e nem seria o caso... não de minha parte. Todavia, deixei claro para você que aquele seu interesse na amiga só se explicaria se vocês tivessem tido um caso, e que tivesse sido interrompido pela "conversão" dela na igreja; e que a atitude da "líder" era duplamente clara: a fim de cumprir o "papel discipulador" dela na célula, e, também, a fim de proteger de você (a concorrente) o novo amor dela, posto que a menina certamente já havia contado a ela o que rolava entre vocês. Lembra? Eu disse para você não fazer mais nada... para ficar quietinha... para não se meter e nem interferir... Mas que nada! Você teve ainda que fazer a crocodilagem de ir mostrar a carta pessoal da moça ao pastor! Que covardia! O que você fez não se faz NUNCA! Agora, minha amiga, você terá que viver com as conseqüências sem reclamar de nada! Para você a única coisa errada é a sua amiga estar com a líder e não com você, e, a fim de consertar isso você acha que vale tudo! Graças a Deus tiraram você da casa. E quando digo isto penso no seu bem, ainda que tudo tenha sido feito de modo errado por você e por eles (sua amiga, a líder, e o pastor). De fato, você está se mostrando muito prejudicial, ainda que o que a sua amiga tenha "abraçado" também não seja em nada sadio... Na realidade você precisa de tratamento psico-terapêutico urgentemente. Sua "fixação" na moça e sua capacidade de fazer "suspensão de valores" justificados pela sua paixão e amizade, colocam você numa categoria muito perigosa. Sim, gente que não enxerga as proporções do mal que realiza é perigosa... Além disso, você não tem a menor vontade de se enxergar... “Errado é o mundo”—pensa você! O que eles fazem nessa igreja está longe de ser sadio e algo que seja conforme o espírito de Jesus. Todavia, o que você faz é igualmente perigoso, e sua postura e atitude não são de inspirar confiança. Se o que você fez com a sua amiga você tivesse feito comigo, saiba, eu perdoaria você, mas jamais confiaria em você outra vez, nem tampouco desejaria, sob hipótese alguma, ter você morando na minha casa! Crocodilagem não tem desculpa, embora tenha perdão! O que fazer? Ora, o que tenho lhe dito desde a primeira carta: nada! Você tem é que cuidar de seu estado mental e emocional, que está adoecido e sob forte fixação, beirando a obsessão. Se você desejar a minha ajuda, então, esqueça essa história, e entre aqui no site e leia tudo. Aprenda, internalize a verdade, submeta-se a ela, e busque se enxergar na verdade, que é para você, e para ninguém mais. Você só quer a verdade "para os outros", mas não a quer para você mesma. Faça o que lhe disse e você terá uma boa chance de se curar. Mas saiba: isso não é para você "recuperar a sua amizade com a amiga". Essa amizade... bom será se acabar mesmo... não na forma de inimizade... mas como relacionamento, posto que é completamente adoecido. Quanto à sua amiga e a líder... elas são problema de Deus... não seu. Você, pelo amor de Deus, fique na sua e se trate! Receba meu carinho e meu estimulo para que você considere o que lhe disse. Me escreva outra vez. Nele, em Quem a Verdade é sempre antes para nós, Caio