Português | English

Cartas

A PSICOLOGIA DA GRAÇA

A PSICOLOGIA DA GRAÇA

-----Original Message----- From: Rodolfo Sent: sábado, 1 de novembro de 2003 03:10 To: contato@caiofabio.com Subject: GRAÇA E PSICOLOGIA Mensagem: Estimado irmão, amigo e companheiro na Causa de Cristo: Graça e Paz!! Sou imensamente grato a Deus por fazê-lo um instrumento por meio do qual muitas pessoas tem sido grandemente abençoadas. Alguém que acolhe com amor a tantos corações angustiados, sofridos, destruídos, desesperançados e aprisionados aos "fardos" impostos pela religião e pela culpa. Imagino como deves se sentir diante do desabafo e da agonia da alma carregada de uma energia sufocante e opressora que vai minando a vida de dentro para fora. Meu amado, sou uma dessas pessoas que têm sido alcançada pela Graça de Jesus e de modo claro, simples, cristalino, profundo e transformador, experimentado em meu viver diário, tanto na família quanto na profissão (psicólogo), e na comunhão com amigos e colegas o que nunca havia compreendido nesses meus 37 anos de contato com o Evangelho. Você está sendo o servo sobre quem Deus tem derramado do Seu Espírito em profusão para nesta geração reconduzir a "Igreja Evangélica" ao "Primeiro Amor", ao genuíno Evangelho, como nos ensinou Jesus por meio da compreensão correta da Graça Encarnada. Tenho imenso desejo de ao ler a Bíblia, ir além da letra, da doutrina e "viajar" nas asas da Palavra com toda a liberdade que ela tem, mas encontro dificuldade em entender muitas coisas do contexto da época. Quando medito, procuro meditar com o "coração". Admiro o modo como expões com tanta clareza, objetividade e praticidade os Ensinos de Jesus e a Mente de Paulo. Confesso que quando explicas, os "nós" se desatam e sinto uma leveza e um refrigério na alma. Como posso compreender isso e levar outros a compreenderem a Graça de Deus sem o fardo da religião, do legalismo, da doutrina ou qualquer outra associação com "culpa", "pecado" ou coisa semelhante? Tenho um primo que vai visitá-lo no Café. Ele tem quase todos os seus livros e quando nos vemos o assunto não é outro: CAIO FÁBIO!!! Antes, o "pastor" Caio; hoje, o homem Caio, da Graça de Deus. Ele passará 1 mês fazendo um curso custeado pelo banco. Fará o possível para conhecer o "Café com Graça" e dar-lhe um forte abraço. Senti uma "inveja santa". Morei 23 anos no Rio de Janeiro e nunca pude apertar a sua mão ou dar-lhe um abraço caloroso. Amado irmão, você conhece o livro "Culpa e Graça", do psiquiatra suíço Paul Tornier? Quero ser um mantenedor em reconhecimento pelo quanto este site tem sido uma benção em minha vida e na vida de muitos o qual também tenho divulgado. Contribuo com alegria, sem barganhas. Atualmente, você pratica alguma atividade física? Como vai a sua saúde? Estou orando por você. Que Jesus lhe cubra com a Sua Graça! Um beijão, __________________________________________________________ Resposta: Querido Rodolfo: Muita Paz! Sua carta em enchei de carinho e de estimulo. De fato espero que logo nos conheçamos e que possamos nos abraçar no amor de Cristo. Fico mais feliz que alguém pode imaginar sempre que ouço o testemunho de que a Palavra da Verdade, na Graça de Deus, nos liberta. Espero que só estejamos começando, e que o bom vinho ainda nos aguarde. Aguardo a visita de seu primo. E, espero, em breve a sua também. Obrigado pelo seu carinho e gratidão expressos como provisão financeira para este site e seus projetos. Você perguntou: você conhece o livro "Culpa e Graça", do psiquiatra suiço Paul Tornier? Respondo: Sim! o li em Manaus, em 1978. Alguns amigos da ABU me deram de presente. Se não me engano foi meu amigo Marcos Gilson. Mas minha visão da Graça vem mesmo é da Palavra. É na Cruz que vejo Culpa e Graça, e na Ressurreição vejo a nossa justificação e Paz para chegar a viver todos os dias em paz. Atividades físicas? Bem, ando mal nesse quesito! Até há uns seis meses eu andava nadando uns três a quatro quilômetros por dia. Mas dei uma parada e preciso recomeçar com urgência. Receba meu beijo carinhoso. Nele, Caio