Português | English

Cartas

A MESA BRANCA DO SENHOR: ESPIRITISMO EVANGÉLICO?

A MESA BRANCA DO SENHOR: ESPIRITISMO EVANGÉLICO?

-----Original Message----- From: A MESA BRANCA DO SENHOR: ESPIRITISMO EVANGÉLICO Sent: sexta-feira, 19 de abril de 2002 12:03 To: Caio Fábio Subject: A "mesa branca" do Senhor? Pastor Caio, Tenho observado que o povo que se reúne nas igrejas tem uma enorme dificuldade para lidar com as subjetividades da fé. Parece que ninguém mais quer viver com Deus pelo próprio Deus somente. Ter a Deus hoje, é invocar sobre si a tal roupa, o tal sucesso empresarial, a tal “unção” do momento, a tal estratégia de discipulado-evangelismo, etc.. Não há quem busque a Deus pura e simplesmente. Parece que todos se extraviaram, não há quem entenda. Se são chamados a dirigir-se acima, ninguém quer fazer! Por exemplo: vamos pensar na Santa Ceia. A Ceia do Senhor foi instituída por Cristo, promovendo uma fé que se renova em comunhão com o autor da nossa fé e da aliança da Cruz, e entre nós mesmos, crentes na Salvação eterna que vem pela esperança - aliás, como sempre foi, seja A.C ou D.C. Sempre quando participo da “Mesa do Senhor”, um versículo bíblico domina minha mente por inteiro: “Quero trazer à memória aquilo que pode me dar esperança...”. Então minha esperança é renovada por trazer à memória a obra consumada até que Ele venha. Essa esperança faz meu coraçãozinho sentir como se Ele já viera. Isso me faz estar em paz comigo mesmo, e com os outros irmãos, discernindo-os no amor de Cristo. OBS.: O engraçado é que as únicas pessoas que eu não me sinto conclamado a ter paz, são com aquelas do “mundo”. Com essas, parece que uma paz permanente está instaurada de uma vez por todas! É interessante isso... Não que meus olhos estejam indiferentes ao clamor dolorido de muitos, estou falando somente de relacionamento, o Sr me compreende? Mas voltando à ceia... Olho à minha volta e vejo pessoas buscando a unção do pão, a energia do vinho, o momento da igreja tremer, e choram, choram, choram, choram e choram.... Pastor, qualquer um com um pouquinho de sensibilidade e discernimento espiritual sabe diferenciar um choro de paz e um choro de angústia. Nessa hora eu lembro dos profetas de Baal se ferindo, se retalhando....e peço misericórdia do céu. Que Mesa do Senhor é essa que estamos vivendo???!!! Uma “Mesa branca” invocando um “espírito” que vem de um além desconhecido? Há uma expectativa no ar de quem vai ser o “cavalo” da vez, o sr entende? Aquele que vai revirar os olhos, falar com uma voz diferente e trazer a mensagem do “ente querido” da outra dimensão! Parece que não se lida com certeza, com fato consumado, com eternidade firmada no coração, com marca do sangue, selo da salvação, penhor da nossa herança, esperança do que já se tem... Pastor, de uma época pra cá, venho lendo os Evangelhos de forma diferente. Deus não tem que provar que é Deus pra ninguém. Antes, eu lia dessa maneira: “Está vendo esses milagres? O que precisa mais pra acreditar que Jesus é Deus?” Sabe o que eu vejo hoje? Corações-zinhos que foram uma terra fértil para a semente do Reino. Meu alvo de atenção são essas pessoas que entenderam com o coração quebrantado aquilo que Jesus veio trazer! Enquanto de um lado algumas pessoas pediam sinais, “mostra-nos o Pai”, e etc, outras decidiam tocar num pedacinho da veste de Jesus, pediam que Ele enviasse apenas uma palavra. O que vemos hoje? Mais e mais pessoas que promovem o Reino para saciar as pessoas do primeiro grupo que eu mencionei! “Veja a Deus!!!” “Deus quer te levar a alturas cada vez mais altas!!!” “Quantos querem ver o poder de Deus sacudir esse lugar nesta noite???!!!” Pastor, eu sou “pentecostal” (nunca me defino assim) desde sempre. Mas não há como caminhar junto com essa galera!! Até um certo ponto eu fui, mas não tá dando mais pra engolir nem um grama! Estou a ponto de vomitar! O interessante é que quando pediram para ver o Pai, Jesus responde: “Há quanto tempo eu estou aqui, comendo, dormindo, andando com vocês e vocês ainda querem ver o Pai? Quem vê a mim, vê o Pai. O que vocês querem afinal para vida de vocês? Deus se fez carne e habitou entre vós, e vós não conseguis dormir com esse barulho???” As vezes dirigir-se acima é dirigir-se abaixo. Mas isso ninguém quer. Não há quem busque a Deus. Não há quem entenda. Creio que o fato de uma fé do tamanho de um grão de mostarda poder transportar um monte define um princípio muito importante: TEM-SE FÉ OU NÃO TEM-SE. Eu sei que pode-se crescer na fé, mas em um primeiro momento a questão não é tamanho, quantidade, qualidade ou potencial da fé. TER OU NÃO TER. EIS A QUESTÃO. E eu tenho visto muito pouca fé nessa Igreja Cafarnaúnica dos Santos-do-pau-oco dos Últimos Dias. Alguém pode pensar que eu estou julgando e vou ser julgado, etc e etc. Mas isso é apenas um protesto contra algo que me tem feito mal. Tenho lutado pra preservar minha saúde espiritual, minha alegria de congregar, e até minha humildade, porque dá vontade de sacar a espada e sair cortando algumas línguas, como Pedro fez com a orelha daquele camarada! Por enquanto tenho conseguido segurar minhas bases, deixando-me levar pelo vento do Espírito que me fez nascer de novo. Quando estou doente, sou sarado; quando estou com fome, Ele me traz comida (material e espiritual); quando estou nu, Ele me veste (material e espiritual); tenho sonhado sonhos de anjos e glória de Deus; falo uma língua espiritual, e me edifico em Deus; falo uma língua portuguesa, e profetizo em minha comunidade; exerço o meu ministério pastoral de acordo com o dom do Pai das luzes. Mas anseio pelo dia que nada disso mais seja preciso... Aquele dia em que eu crescerei, abandonarei minhas calças curtas e conhecerei como sou conhecido. Nesse dia só viverei de amor!!! Isso é muito pouco pra alguns...Pra mim é vida com abundância! Pastor Caio, dou graças ao Senhor, pois tu tens sido uma inspiração maravilhosa! Deus o abençoe mais e mais, e sua família tenha paz, sabedoria, e recompensa. Bendito o ventre que te gerou, os seios que te amamentaram e o homem que dividiu o nome contigo. Benditas as tuas heranças no Senhor! Cumpre cabalmente o teu ministério. Haverá um bom futuro, e não será frustrada a tua esperança!! Um beijo. __________________________________________________________________________ Resposta: Meu amado amigo: Um Dilúvio de Graça sobre você! Os tempos estão falando... Um dia está discursando a outro dia; e a noite está tentando falar sabedoria durante o nosso sono. Os testemunhos do Espírito não cessam. Mesmo quando não há palavras ou sons. Mas o povo de Deus não escuta o que ouve, quanto mais aquilo que não se serve de linguagem!? A pergunta que me ecoa no coração todos os dias é uma só: “Porventura, quando vier o Filho do Homem, achará fé na terra?” Enquanto não cair sobre os cristãos o Espírito de quebrantamento que os fizer ver e crer que ser “cristão” não significa nada diferente de ser mulçumano, tudo será mantido do mesmo jeito; pois nossa arrogância religiosa nos cegou tanto quanto cegou os discípulos de Maomé. Até os Budistas enxergam a vida com mais lucidez do que nós! Digo isto não sem esperança. De fato, sinto que algo vai desabar sobre a “igreja”. Se não somos bastardos, nosso Pai vai nos corrigir. Mas se somos bastardos, continuaremos a prosperar em nossas iniqüidades. Almejo de todo coração pelo derramar da Graça de Jesus! Quero ainda ver com meus olhos a conversão da “igreja”, ou, pelo menos, um grande derramar de quebrantamento sobre o cristianismo. Enquanto isto, temos que caminhar. Falar em línguas, orar pelos doentes, pregar a Boa Nova, acolher os inacolhíveis, e anunciar que o Reino de Deus já chegou, e não veio com visível aparência, visto estar dentro de nós, os que cremos na Graça de Deus. Fique firme também. E que na Graça de Deus caminhemos em amor. Um grande beijo, Caio