Português | English

Reflexões

UMA NOVA TRADUÇÃO DA ESCRITURA PARA O ESPÍRITO DESSE TEMPO?

UMA NOVA TRADUÇÃO DA ESCRITURA PARA O ESPÍRITO DESSE TEMPO?

De muitas partes e por muitos meios, antigamente Deus falou aos pais pelos profetas... Nesses “dias extremos” nos falou pelo Filho, a Quem estabeleceu como herdeiro de todas as coisas existêntes, e também através de Quem criou as Eras. O Filho é reflexão do Esplendor divino, e caractere tipológico da Essência de Deus; e é também Quem sustenta todas as coisas pela Palavra-Rhema, que é proviniente da Energia Dele mesmo. Ele fez também a purificação dos erros essenciais para sempre, sendo, portanto, o Autor da salvação, e por isso Sentou-se na direita da majestade das majestades. Heb 1: 1-3—tradução literal do grego. _____________________________________________________________________________________ A simples leitura deste texto conforme as palavras originais, já nos abre um mundo de novas imagens, o que, em geral, não acontece quando se fica viciado à “decoreba” dos versículos bíblicos, os quais, para muitos, já não dizem mais nada, senão um monte de palavras ocas de doutrinação racional, e que pouco têm a dizer ao mundo das energias físicas e psicofísicas, bem como às noções de essencialidade, tanto conforme a filosofia, como também de acordo com a física quântica ou mesmo da psicologia. Ou seja: quem desejar ler e pensar... verá que o linguajar bíblico original nunca foi mais atual em suas palavras quanto agora, faltando, apenas, por parte dos tradutores, a coragem de traduzir a Escritura para este tempo, e fazendo escolhas de palavras originais não viciadas pelo uso religioso, e, também, pertinentes às percepções de nosso mundo. Uma Nova Reforma demanda uma nova tradução da Bíblia. Este aqui é apenas um dos milhares de exemplos. O mesmo se poderia dizer de Colossenses 2:2-4, texto que em si abre muitos mundos de percepção, e tira o pensamento da catividade dos livros de teologia de letras caducas e condicionadas por significados já há muito corrompidos pelo uso feito pelo doutrinamento da religião. _________________________________________________________________________________________ Veja: Para que os seus corações sejam instruídos, tendo sido antes ajuntados em consenso no amor, em toda riqueza que vem da confiança no conhecimento divino de se estar em Cristo, o qual é o mistério oculto de Deus. Sim, em Cristo estão ocultos do sentido da razão todos os tesouros da sabedoria e da gnosis, que é conhecimento supra-racional e místico. O conhecimento de Cristo é apocrifo para a razão. Isso falo para que ninguém engane vocês mediante discurso ou palavras argumentativas e persuasivas, cheias de lógica, porém vazias da revelação. _______________________________________________________________________________________ Ora, neste texto de Paulo aparecem palavras lindas e que para os padrões cristãos são “heréticas”. O problema é que esta Era não entende mais as “nossas” palavras e seus significados desgastados, mas entende muito bem o que Paulo queria dizer conforme os termos por ele usados no texto original. Aliás, esse nosso ‘aion’ (Era) usa tais palavras, às quais, na nossa ignorância e preconceito, nós consideramos heréticas. Assim, mais uma vez se tem que dizer que “Ortodoxia” é apenas a “heresia” que prevaleceu. Caio