Português | English

Reflexões

SÓ SE VÊ COM O CORAÇÃO

SÓ SE VÊ COM O CORAÇÃO



Como alguém pode julgar que vê a realidade? E, pior ainda: a verdade? Na realidade não existe quase nada claro para nós, posto que vemos como que através de um metal opaco e torto, de tal modo que tudo o que se faz objeto diante de nós, já não é o que parece ser, sendo, de fato, realmente, uma outra coisa, sendo por nós apenas “parcialmente” percebida. Imagine a fé. Certamente não há nenhuma visão do mundo sem fé ou crença, mesmo que seja fé na não-fé. Vai fazer dois anos que perdi um filho, meu amado Lukas. Faz aproximadamente 32 que um amigo de nossa família perdeu um filho, meu amigo, de 19 anos, e, até hoje, o pai não consegue viver em razão da perda. O que teria havido? Ama ele seu filho mais do que eu amo o meu? Sou inafetivo? Ele é que é o exemplo de dor paterna incurável? De fato, duvido que ele amasse seu Natã mais do que eu amava o meu Luk. No entanto, o que faz toda a diferença é aquilo que não é visível. O contraditório é que a realidade só pode ser vivida a partir das realidades inobjetivas; ou seja: as subjetivas. Minha fé no invisível e no fato de que o espírito é eterno em Cristo, não me eximem de sentir dores lacerantes, porém, extremamente doces. As agonias do luto de meu amigo, todavia, crescem no chão da alma seca de fé, onde somente os espinheiros sentem-se em casa. Assim, o que está ante os nossos olhos é o que não está ante os olhos de mais ninguém! É por esta razão que ricos e abastados se matam em seus castelos e mansões enquanto os “filhos de Francisco” acham tudo estimulo à vida. Não adianta botar a culpa no mundo. O mundo lhe responderá: “Eu sou o único mundo que existe, e que é projeção de seus olhos!” Se os teus olhos forem bons... Se porém forem maus... A gente sabe o que acontece! O ano está pra começar. Só Deus sabe como ele será. Mas, no que concerne a você, peça Deus para lhe dar o “melhor dos mundos” no olhar. Afinal, o pior cenário é o melhor; e o bom cenário é muito legal. O bom cenário seria a humanidade “atrasar as profecias pela conversão” — um permitido antropomorfismo bíblico —; o pior cenário é maravilhoso: O Filho do Homem aparecer com poder a grande glória sobre as nuvens dos céus. Mais um paradoxo: desejar a volta do Senhor, que só acontece se o pior se estabelecer..., ao mesmo tempo em que se luta contra o pior, pois, o Senhor deseja nos encontrar fazendo assim. Deus ama a todo aquele que luta contra todas as profecias que só se cumprem quando a maldade vence. Pense nisto! Caio