Português | English

Histórias

PAPAI ESTÁ VENCENDO NA FÉ!

PAPAI ESTÁ VENCENDO NA FÉ!

 

 

 

 

 

 

  

PAPAI ESTÁ VENCENDO NA FÉ!

 

 

Desde ontem que não posto nada acerca do estado de saúde de papai.

 

Pois bem:

 

Ele está reagindo, com toda força e coragem em fé, lutando entre delírios e lucidez, batalhando contra uma infecção generalizada, a qual, na idade dele, e em circunstancias tão graves e delicadas, e do alto dos mais de 80 anos dele, geralmente chega com o poder da morte.

 

Ele, no entanto, com toda fé tem reagido; e com todo nosso amor, estimulo e fé, sente que está abraçado pelos que ele abraçou a vida inteira.

 

Ele me disse muitas vezes que a batalha iria ser difícil.

 

Deus, porém, que é cheio de toda misericórdia, nos tem ouvido em nossas esperanças pacificadas na Graça, e tem dado a ele o poder de extraordinária recuperação.

 

Desde ontem que o estado de lucidez vem crescendo; e hoje se estabilizou.

 

As conversas que temos têm sido lindas; mesmo as que tivemos quando há dias ficava óbvio que ele estava lúcido no espírito, embora não conectado com as coisas imediatas.

 

É maravilhoso ver como quando a mente (neurológica) enfraquece ou o cérebro se obstruiu por alguma razão, se o espírito é sempre jovem na esperança e na fé, o poder que dele emerge é extraordinário; pois, por vezes ele disse: “Não vou retroceder. Nunca”.

 

Sim! Ele ficou como quem rodou só no softer enquanto a máquina estava toda descompensada, mas a essência do programa não perdeu o sentido essencial.   

 

Ontem cedo ele me disse que era uma batalha terrível e que ele sentia que havia uma luta em seu corpo.

 

“Não desista paizinho!”

 

“Claro meu filho! Vou lutar!”.

 

Hoje ele está ele mesmo. E, com a Graça de Deus, amanhã estará melhor ainda.

 

A infecção generalizada está cedendo e sem qualquer seqüela ou comprometimento até aqui.

 

De fato, a vir a restabelecer-se por completo (e nós cremos), terá sido um milagre lindo!

 

“Eu já estou curado”, declarou ele muitas vezes em delírios e devaneios (para todos os circunstantes) quando tudo estava no fim... Mas para mim aquelas foram confissões de lucidez de fé, feitas por um espírito mais forte que o corpo, o cérebro e a alma.

 

Assim, peço a oração de todos!

 

Um dia ele vai partir (como é obvio); e nós não somos dos que lutam contra a realidade da natureza das coisas criadas. Entretanto, o que sentimos é que ele é forte e lúcido demais para se entregar. E ele não é dos que se entregam. Portanto, se o Senhor decidir nos deixar gozar a companhia dele mais tempo, todos nós muito nos alegraremos.

 

Hoje ele me disse:

 

“Logo teremos muito a conversar; logo; mas ainda não; espere meu filho!”

 

Depois ficou preocupado que eu estivesse longe do trabalho há tanto tempo; e quis saber como eu estava manejando isso. Disse-lhe que estava tudo sob controle.

 

“Certo! Mas se precisar viajar me diga!”

 

Ele cuida de tudo e todos até enquanto delira. Há dois dias estava preocupado com o Monte Sião (acampamento da igreja); depois perguntou se uma de minhas manas tinha dinheiro; e hoje queria saber se não estava me atrapalhando no ministério.

 

Ah! Como eu amo aquele apóstolo do evangelho simples e verdadeiro, e que nada quer desta vida senão mais do amor de Deus, para si mesmo e para todos!

 

Nele, que cuida de todo aquele que Nele confia,

 

 

Caio

 

14/08/07

Manaus

AM