Português | English

Reflexões

O PRAZER LASCIVO PELO SOFRIMENTO

O PRAZER LASCIVO PELO SOFRIMENTO



 

 

De onde vem essa capacidade que alguns seres humanos têm de assistir ao sofrimento como prazer lascivo?

À volta da Cruz havia multidões assistindo por prazer. São os mesmos que assistem a homens serem devorados por feras os que freqüentam reuniões de enforcamentos, não perdem os funerais dos ainda vivos e se satisfazem orgasticamente ante as cenas da agonia.

Esses não têm lágrimas, mas apenas “Ohs!” a soltar ante a presença da dor.

Suspiram. Gemem. Grunhem. Revolvem-se. Sofrem espasmos. Escandalizam-se. E alcançam o prazer!

Então voltam andando para casa com o descaso de um marido insatisfeito, que vira para o lado e cai desinteressado tão logo acabe a “obrigação com a patroa”.

Tal é o cínico prazer dos que tiram gosto de presenciar o sofrimento!

Talvez por esta razão os que são postos para fora, conforme a Parábola das Ovelhas e das Cabras (Mt 25), são aqueles que apenas assistiram...

Sim, assistiram bem de perto à fome, à sede, ao frio, à injustiça, ao preconceito, à fraqueza, à solidão, e nada fizeram além de sentir uma estranha e complacente sensação de dolorido prazer.

Mas de onde vem tal prazer?

Vem do gozo da infelicidade!

Esse é o prazer do inferno!


Caio

 
Escrito em Outubro de 2004