Português | English

Reflexões

O OLHAR QUE VENCE O MUNDO EM NÓS!

O OLHAR QUE VENCE O MUNDO EM NÓS!

 

 

 

 

 

 

O OLHAR QUE VENCE O MUNDO EM NÓS!

 

 

 

 

 

 

Recomendação: Leitura anterior ao texto que segue:

 

O OLHAR HUMANO ESTÁ ACABANDO COM O MUNDO — um caso de mal olhar coletivo!

 

...†...

 

Leu?

 

Então vamos!

 

 

Dando prosseguimento ao assunto do Olhar, quero dizer que ele, por mais que possa ser afetado pelas químicas cerebrais e pelos elementos de impressão psicológica advindos do interior como resposta ao exterior — é, no entanto, essencialmente determinado por algo que sub-jaz a todos os poderes de influencia acima mencionados, e que é o espírito.

 

Ora, o espírito sem fé está morto como poder de mudar o olhar. Portanto, o espírito só se ilumina para criar o bom olhar, se for ativado pela fé que opera pelo amor, segundo o Evangelho, e que dá ao olhar o Olhar de Jesus, tanto mais quanto a pessoa renda seu ser em obediência prática à Palavra como caminho, verdade e vida.

 

Uma pessoa pode estar deprimida e ver tudo sem cor diante dos olhos. Porém, seja qual for a causa de sua depressão, só tintou os cenários de cor nenhuma, em razão de nenhuma ser a perspectiva de seu espírito, pela ausência da fé que não tenha ainda amadurecido no ser como algo para além de sensações e circunstâncias.

 

Quando Jesus diz que é para não andarmos ansiosos, Ele não diz que a ansiedade não pode nos visitar, afinal, há ansiedades que nascem de aspectos químico-orgânicos em nós.

 

No entanto, o que Ele ensina é que quando o espírito está ativado pela fé como confiança na Palavra acima de emoções ou circunstâncias, em razão de que como espírito tenha ouvido a voz que diz “Levanta ó tu que dormes!...”, e, assim, tenha se posto em pé na e pela fé na Voz que nos fala com juramento de imutabilidade, e sem arrependimento quanto ao que prometeu — então, o descanso que advém da certeza da fidelidade do Pai, estabelece que a prioridade da existência é o reino de Deus, e, assim, desacrescenta de nós todo peso de ansiedade, criando a mais profunda mudança no olhar. E isso mesmo quando sua química orgânica está pregando peças de ansiedade química em você, pois, no caso de se ter entendido isto, faz-se a imediata separação entre sensação, de um lado, e certeza de paz, de outro lado. Sim! Aprende-se que sensações são do corpo e da alma, mas que o espírito caminha na Palavra-promessa, que, de fato, é o que faz o espírito andar em prevalência sobre as emoções e seu poder de falsificar o olhar de cada um de nós.

 

Quem crê nisto e assim caminha, mesmo com ansiedade não fica ansioso, pois, separa as emoções que o sobressaltem das certezas nas quais vive e anda, e, assim, impõe com simplicidade confiante qual seja o prisma de seu olhar.

 

Ora, por isso é que se diz:

 

Ainda que a figueira não floresça e nem há fruto na vide, e o produto da oliveira mente, e os campos não produzem mantimentos, e nem os currais enchem-se de crias, todavia, eu me alegro no Senhor, no Deus da minha salvação”. 

 

 

É assim que é o olhar bom e que é movido pela fé!

 

 

Nele, que nos chamar a aprendermos a olhar com Seu Olhar,

 

 

Caio

 

15/02/08

Lago Norte

Brasília

DF