Português | English

Histórias

MATEUS ME CONSOLA E ME ALEGRA!

MATEUS ME CONSOLA E ME ALEGRA!

 

 

 

 

 

 

MATEUS ME CONSOLA E ME ALEGRA!

 

 

 

Meu netinho Mateus tem estado comigo todas as manhã, de 7 às 13 horas, sem qualquer outra companhia.

 

Como nós dois nos divertimos todos os dias!

 

Levo-o bem cedo para dar comida aos pássaros soltos, aos engaiolados e aos peixes no laguinho que fiz aqui.

 

Após isto, molhamos as plantas, cantamos, dançamos, jogamos bola, vamos ao parquinho e fazemos compras juntos.

 

Pergunto se ele quer ver os desenhos na televisão, mas ele, quase invariavelmente, me diz “Não vovô!”

 

Agora está tocando Let It Be, e ele está aqui ao meu lado cantando “Beeeeee”. Lindo!

 

Neste momento me pede para ir até ao carro “dirigir”. Ele ama carros. Reconhece todos os carros que sejam como o do “papai”, o do vovô, e o da Nana, minha filha enteada e amada.

 

Dirigindo com ele pelas ruas, onde quer que passe um carro da marca e modelo de um desses da família, ele sempre aponta e diz: “Carro Vovô!”; ou: “Carro Naná”; ou “Carro Papai”.

 

Também gosta de ver lutas de Jiu-Jitsu comigo. Já sabe armar a finta e entrar nas pernas! Rsrsrs.

 

Sobretudo, ele é amiguinho do vô e da vozinha, como ele chama a Adriana.

 

Sente-se seguro comigo e manifesta alegria no “Vovô”, que não tem medo de bicho e nem de homens. Ele gosta disso!

 

Cai e não chora. Limpa a mão e segue. É uma graça de menino-homem.

 

Repete tudo o que digo, e, quando quer muito algo, apenas abre as mãos e pede com um sorriso impossível, o que me põe ao seu serviço na hora.

 

O Mateuszinho tem sido uma das minhas grandes alegrias!

 

Sou e estou feliz, apesar das imensas saudades que ontem [dia dos pais] me acometeram relacionadas ao meu pai e ao meu filho, Lukas, ambos, juntos, vivendo eternamente com o Senhor e a grande nuvem de testemunhas.

 

Obrigado Pai pelas tuas consolações!

 

 

Caio

 

11 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF