Português | English

Reflexões

MAIS UM DIA PARA SE VIVER O PARADOXO!

MAIS UM DIA PARA SE VIVER O PARADOXO!

Este é mais um dia na Terra. Li os jornais da manhã. O mundo continua o mesmo: em franco processo de auto-destruição. O ecossistema está dando claros sinais de colapso. Você sabia que uma das maiores bênçãos de Deus na natureza é o gelo? A água é o único liquido que em estado sólido se torna mais leva do quem em seu estado original: líquido. O gelo é mais leve que a água. É por isso que os mares não ficam pedrados, impossibilitando a vida. O problema é que até isto está começando a mudar com o “efeito estufa”. A natureza geme. Nós também gememos, aguardando a adoção de filhos. Nós que somos as primícias do Espírito Santo, dizemos: Aba, Pai. E também: Maranata! Enquanto isto, devemos conciliar Mateus 24 e 25. Em Mateus 24 a gente vê a História em seu processo suicida. Em Mateus 25 a gente vê que no Fim da História o pior juízo divino vem contra a omissão de quem viu, soube, e nada fez. “Quando, Senhor?”—é a pergunta dos omissos. “Sempre que deixastes de fazer...”—é a resposta do Senhor. Estamos aqui para constatar e para lutar contra. De um lado queremos que o Senhor volte. De outro, somos estimulados pelo Senhor a não ficarmos de braços cruzados aguardando o Fim. Assim, mais uma vez, a fé faz sua síntese no Paradoxo. Paradoxo é o nome daquilo que na Palavra significa Equilíbrio. Nosso equilíbrio está na experiência do paradoxo. Um beijo para todos, Caio Escrito em 30/09/03