Português | English

Reflexões

Hora da Confissão-1

Hora da Confissão-1

HORA DA CONFISSÃO-1

 

Irmãos confesso que pequei pois passei o dia todo sem me preocupar com o assunto.
Irmãos confesso que pequei pois passei todo o dia sem a ansiedade dos responsáveis.
Irmãos confesso que pequei pois não telefonei hoje para nenhum de meus filhos por crer de todo o coração que estavam bem.
Irmãos confesso que pequei quando vi na televisão alguns irmãos que não são irmãos e não pude defendê-los para mim mesmo.
Irmãos confesso que pequei por julgar o tempo todo o que os donos do poder estavam jogando no xadrez da mídia que nem prestei atenção no que os pobres repórteres escreveram.
Irmãos confesso que pequei por ter tido raiva de muitos pastores que oprimem suas ovelhinhas pois eu ouço os mugidos de sua dor ovelhal e me dá até vontade de dar uma “tosquiada” nesses pastores.
Irmãos confesso o pecado de ter me sentido tão só... e de ter que ter sido convencido desse pecado pelo amor de milhares de irmãos e irmãs, pastores e pastoras—só não recebo carta de apóstolo, o que tornaria meu pecado ainda maior—, que me confessam amor verdadeiro e que me constrangem o coração à confissão da irmandade com eles.
Irmãos confesso que pequei pois havia dito que não mais pregaria, quando sei que se eu calar até os caios clamarão—e olha que pedra se comunica melhor.

Essas são confissões desse dia.
ps: confesso que estou em falta com vários amigos e que preciso procurá-los.