Português | English

Reflexões

HOJE É O DIA DA GRATIDÃO

HOJE É O DIA DA GRATIDÃO

HOJE É O DIA DA GRATIDÃO


Ontem, dia 12 de maio, meu primogênito, o Ciro, fez 28 anos.

Dancei quando ele nasceu, em 76, assim que vi aquele ser humano que a enfermeira me entregava nos braços, dizendo: "Aqui está seu filho".

Ontem, no Café, orei por ele, que lá estava, antes de sairmos juntos para encontrar os amigos dele e os demais membros da família que ontem puderam se reunir.

Quando íamos saindo do Café, vi uma senhora aos prantos. Perguntei o que era. Ela disse que estava triste porque não poderia agradecer a Deus pela vida do filho dela assim como eu estava agradecendo pela vida de meu filho.

"Então, querida, agradeça pelo filho que você tem, não pelo que não existe; pois a senhora está sofrendo apenas porque o seu filho-real não se parece com a idealização de filho que a senhora 'projetou'"—eu disse.

Ela quis saber como era aquilo. Eu disse que minha gratidão era pelo que meus filhos eram, não pelo que eles não eram, e que isso incluía tudo, até mesmo o caminho individual deles, que nem sempre foi idêntico ao caminho que eu, na minha paternidade infantil, havia planejado para eles.

Ou seja, eu disse que minha gratidão era fruto de minha rendição à realidade, não à fantasia; e que eles, mesmo quando por algum tempo estavam fazendo algumas coisas que eu não queria e escolhas com as quais eu não sonhara, assim mesmo sempre foram objeto de minha sincera gratidão.

Então repeti que tive que me render ao fato de que todos eles eram seres humanos maravilhosos que amavam a Jesus, e que hoje minha gratidão também é por eles não terem seguido nenhum script meu, apesar de terem se tornado melhores que qualquer encomenda; não sem dores nem sem sofrimentos.

Todos os dias eu me assusto com o volume das fantasias e projeções que procedem do coração humano e rouba deles toda gratidão, visto que raramente os cenários de nossos sonhos se estabelecem sem contradições. Quem, porém, ama a soberania de Deus só enxerga gratidão, e não se assusta nunca com o caminho que cada um faz no Caminho.

Comece a agradecer pela vida que você tem, não pela que você não tem. E celebre diante de Deus a vida Hoje, como ela é, e não um Amanhã que ainda não é e talvez jamais venha a ser.

Hoje é o dia da Salvação tanto quanto Hoje é também o dia da Gratidão.

Portanto, seja grato pelo que você tem e não se queixe de nada, pois aquilo que Hoje pode estar sendo a sua dor amanhã poderá ser a sua salvação. Por isso, ande em gratidão!


Caio

Escrito em 2004