Português | English

Reflexões

DEUS ABENÇOE OS EVANGÉLICOS E SALVE OS “EVANGÉLICOS”

DEUS ABENÇOE OS EVANGÉLICOS E SALVE OS “EVANGÉLICOS”



Não sou evangélico e nunca fui; isso se o significado de ser evangélico é definido pelo espírito que aí está na maior parte dos lugares; espírito esse que denuncio faz décadas, e que neste site tem também seu lugar de enfrentamento.

 

No entanto, apesar deste fato, mesmo não sendo “evangélico”, não posso negar que sou Evangélico; sendo também esta a razão pela qual tão veementemente me insurjo contra praticas “evangélicas”; posto que em minha alma sou Evangélico; e isso jamais poderei negar.

 

Quem é do Evangelho é evangélico. Mas quem é “evangélico” muito dificilmente é do Evangelho.

 

Há uma incompatibilidade essencial entre o espírito que hoje designa o significado de ser “evangélico” e o espírito do Evangelho.

 

Quem busca a renovação do entendimento conforme o Evangelho, esse é evangélico. Mas quem busca a conformação da mente à “igreja”, esse não é Evangélico; posto que o Evangelho determina que a vivência da Boa Nova seja algo que se renove e se reaplique todos os dias na existência de cada um a fim de que a pessoa seja evangélica.

 

Assim, sou evangélico porque sou do Evangelho. E não sou “evangélico” pela mesma razão.

 

Deus abençoe os genuinamente evangélicos e salve os “evangélicos” de sua prisão disfarçada de presépio cristão.

 

Nele,

 

Caio