Português | English

Histórias

DA VÓZINHA PRO LUKAS--Lacy D'Araújo

DA VÓZINHA PRO LUKAS--Lacy D'Araújo

Manhã de 27 de março de 2004-03-29


“O justo é levado antes que venha o mal...”

Meu filho querido,

Eram 7 horas da manhã. Como de costume, peguei minha Bíblia para lê-la, prestando o culto devocional a Deus.

Comecei lendo o Salmo 66, onde o salmista convida o povo para louvar Deus o Deus Eterno pelas Suas grandiosas obras.

Perdi a conta de quantas vezes já li aquele Salmo. Desta vez os versos 19 e 20 me fizeram parar e dizer a Deus:

“Obrigada, Pai, porque todas as minhas orações têm sido respondidas; mesmo aquelas cujas respostas não me alegraram tiveram o Teu SIM. Obrigada porque a Tua Graça é melhor do que a vida.”

Fui para o livro de Isaías, que também estou lendo outra vez, e no capítulo 51 o profeta leva uma mensagem de conforto para Sião, e já fui consolada outras vezes com a leitura do capítulo.

Desta vez o verso 11 me chamou a atenção:

“...a volta dos resgatados do Senhor”.

Eu me reportei para a volta para o Lar Celestial. Todos os resgatados, comprados pelo sangue de Jesus, vão voltar à morada celestial, coroados de regozijo e alegria, e, diante do Trono, estarão longe da dor e do gemido. Porque ali não há tristeza.

O versículo 12 diz: “eu sou aquele que vos consola...” Mais uma vez parei a leitura para agradecer a Deus pela Sua consolação que tem sido presente em minha vida tantas vezes. Só que eu não sabia que o consolo era para aquele
“momento”.

Toca o telefone. Parei a leitura para atender. Era você, querido:

- Acordei a senhora, mãezinha?

- Não meu filho. Estou lendo a Bíblia.

Você queria falar com a Suely, sua mana, para dar as dolorosas notícias. Aprouve a Deus que fosse o seu pai o informante.

Voltou à minha lembrança, como a reprise de um filme, tudo aquilo que vivemos no dia 2 de novembro de 1976, quando o Senhor chamou para si o nosso Luiz Fábio.

Mas o Senhor é aquele que nos consola. É aquele que traz o
Bálsamo de Gileade e unta as feridas sangrentas para sará-las.

“Ele faz a ferida e Ele mesmo a ata”.

Há seis meses passados pensei que ia ver o Senhor levar o teu paizinho, vítima de dois enfartes. Entretanto, ele foi quem Deus escolheu para nos informar da chamada do nosso Lukinhas, tão lindo e tão travesso que eu conheci.

É o profeta Jeremias quem declara:

“Eu sei, ó Senhor, que não cabe aos homens determinarem os seus caminhos, nem ao que caminha dirigir os seus passos.”

Nada do que aconteceu passou pelo nosso pensamento.

Precisamos é de submissão para receber os desígnios do Senhor, sabendo que todas as coisas cooperam para o bem dos que ama a Deus. E nós o amamos.

Todas as madrugadas eu coloco, nominalmente, na presença do Senhor, os dez netos e as duas lindas bisnetas que ele me deu, e isto eu faço às 3 da madrugada...

Sei que TODOS SÃO DELE.

Nenhum deles foi gerado para a perdição. Posso até nem ver com os olhos terrenos o que eu desejo para eles, mas um dia todos nos encontraremos no Paraíso.

Para você, meu filho, como pai; para Alda, como mãe; para os manos e todos aqueles que um dia amaram o Lukas, e ainda o amam, rogo ao Pai, que é o Deus de toda consolação, para que console a todos com a mesma consolação com que ele tem consolado a mim e a seu pai.

“O Senhor o deu, o Senhor o tomou. Bendito seja o nome do Senhor!”

Deus o Abençoe!

Sua velha mãe, que o ama com todas as forças do seu coração.

Lacy
____________________________________________________________

Resposta:

Minha mãe, minha mãezinha amada,

Tudo que sei, tudo o que sou, e tudo o que desejo ser na Terra, tem a ver com você e papai, com o que vi, aprendi, discerni e presenciei.

O Jesus que eu conheço, eu antes o vi Vivo em vocês!

Vocês me ensinaram que é possível ser gente boa de Deus num mundo caído.

Tudo o que vivemos juntos, todas as dores, esperanças, sustos, surpresas, conversões, redenções, perdões, angustias, medos, novas resoluções, confiança no invisível, amor pelo que os sentidos não alcançam, e fé na Graça, que é melhor que a vida—sim, tudo isto aprendi com vocês, muito mais vendo que ouvindo.

Você, minha mãezinha, sabe o quanto dói, e também sabe o quanto é doce, quando o Senhor é o nosso Pastor.

Agora a senhora tem um neto a menos para orar em favor; e um neto já completamente salvo das angustias desta Terra.

Três dias antes de partir ele me falou como olhava para vocês e achava que vocês eram pessoas de outra dimensão; e falou que se tivesse que envelhecer, gostaria de ser como vocês dois.

Ah, mãe, como eu amo vocês!

Obrigado pelo leite da graça que bebi em seus seios.

Obrigado pelas suas “chateações” na minha adolescência.

Obrigado pelos joelhos no chão, e que tanto me perturbavam quando eu vinha das noitadas de perigo, ainda tão jovem...

Obrigado por terem sempre orado, e sido tão sábios com as palavras.

Obrigado por vê-los não envelhecendo, mas se embelezando para Ele!

Estamos todos bem, como você sabe.

O que reina agora é uma paz doloridamente doce e silenciosa.

Um beijo ardentemente filial,

Caio