Português | English

Reflexões

CONTRA OS CONTRA TUDO... PARA OS OUTROS!

CONTRA OS CONTRA TUDO... PARA OS OUTROS!

Não tenho nada contra os conservadores, contra os liberais, contra os fundamentalistas, contra os amorais, contra os imorais, contra os irreais, contra os viscerais, contra os animais, contra os intelectuais, contra os vegetarianos, contra os marcianos, contra os romanos, contra os islâmicos, contra os cristãos, contra os sacristãos, contra os universais, contra os católicos, contra os evangélicos, contra os budistas, contra os confucionistas, contra os americanos, contra os africanos, contra os gays, contra os heterossexuais, contra os normais, contra os anormais, contra os sãos, contra os loucos, contra os muitos ou contra os poucos. Só sou contra uma coisa: que qualquer desses grupos ou convicções sejam intolerantes com as diferenças do outro! Tirania é sempre a imposição de uma visão contra a de todos! Creio que todo ser humano tem o direito de viver como crê. Mas também creio que ninguém tem o direito de perseguir quem crê diferente. Ora, o fato de eu crer no Evangelho não me faz um Contra. Contra é quem não crê no Evangelho. Mas quem crê na Palavra apenas vive a Palavra. Desde que o Verbo se fez carne que a melhor pregação é a vida encarnada, é o simples ser e existir! “Que vos amais uns aos outros, para que o mundo creia”, foi a declaração de única possível eficácia do Evangelho feita por Jesus. O Evangelho não é contra. Ele é favor. É Graça. É vida. É! Minha inconformação com este século não faz de mim um ser “do contra”, mas sim um ser “em transformação”, e isto se dá no interior. Nesse caso, a mensagem não é um discurso, mas apenas a expressão incontestável da vida na paz e no perdão. Caio