Português | English

Histórias

COMO É BOM SER PAI E TER TIDO UM PAI!

COMO É BOM SER PAI E TER TIDO UM PAI!

 

 

 

 

 

 

 

COMO É BOM SER PAI E TER TIDO UM PAI!

 

 

 

 

 

Hoje é o meu primeiro dia dos pais sem meu paizinho.

 

A vida vai fazendo supressões. O Lukas foi para o Pai e eu fiquei com uma voz a menos na terra para me dizer: “Eu te amo, papai!” Isto sem falar que meu pai era um precipitado do amor, e, por isto, no dia dos pais, em geral conseguia me ligar antes de um ligar para ele, e dizia: “Hei, meu filho e paizinho! Que alegria que seu pai tem por você ser pai com tanto amor, meu filho!”

 

Ano passado, neste dia, eu estava com ele no Hospital Santa Julia, em Manaus. Veja no link: BENDITOS DELÍRIOS DE MEU PAI

 

Hoje ele está com o Pai e eu mais perto do Pai também.

 

Tudo o que sou e sinto como pai me foi comunicado por meu pai. Ele amava ser pai, e me ensinou tal alegria.

 

Tenho dito muitas vezes que antes de desejar um dia ter uma mulher, desejei ardentemente ser pai, aos sete anos de idade; tudo por influencia do amor de papai por mim, pois via a sua alegria em ser pai, e dizia: “Quero sentir esse mesmo amor que sinto que ele sente por mim como pai”.

 

Ele teve também imensa alegria nos netos. Teve muitos netos e todos eram seus amigos e admiradores até o fim. Cada qual cresceu sob seu amor e cuidado, e sob os auspícios de seu “circo” e de suas muitas “missões de brincadeira”, coisas com as quais ele distraía as crianças o dia todo, se preciso fosse.

 

Aprendi com ele também a ser avô e a me deleitar nos netos como quem em idade já mais avençada se alegra num filho da velhice.

 

Ora, o que de bom me foi comunicado nesta vida que não tenha passado por meu pai?

 

Há aqueles que são sobreviventes dos pais. Eu sou um vivente de meus pais, pois, foi por eles que quase tudo de bom nesta vida me foi comunicado.

 

Papai era uma Bíblia viva, um evangelho vivo, uma carta viva, uma profecia em cumprimento!

 

É o que peço ao Senhor para a minha vida. Sim! Rogo ao Pai que me faça pai e avô com a mesma graça de alegria, sabedoria e amor que vi em meu pai.

 

 

Nele, que me ensina a ser filho e a ser pai, pois Ele é filho, é um com o Pai e é irmão dos filhos de Seu Pai,

 

 

Caio

10 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF