Português | English

Reflexões

CAIO, QUAL É A TUA?

CAIO, QUAL É A TUA?

CAIO, QUAL É A TUA?

 

 

Muita gente me pergunta o que eu espero, o que eu quero; ou seja: se tivessem coragem perguntariam: Qual é a sua?

 

Ora, de fato, eu não espero nada, e espero tudo...

 

Estou andando pela fé e buscando combater o bom combate.

 

É isto que desejo: Tombar vitorioso na batalha!

 

Mas se você deseja saber qual é meu mais profundo sentido de missão Hoje, eu diria o seguinte:

 

Quero ajudar a “Igreja” a se salvar da cultura da “cristandade” a fim de ver a "igreja" abraçar o Evangelho da Graça de Deus e se tornar Igreja; e, assim, assustar o mundo como um lugar-caminho de misericórdia, cura, bondade e inclusão; e, portanto, lugar-caminho cheio de Graça.

 

Se pudermos saber que ainda não somos cristãos, grande será o ganho; e profunda ainda poderá ser a nossa esperança.

 

No entanto, sem que saibamos quem nós não somos; ficaremos cristalizados nessa enganosa impressão de que somos o que não somos; e, assim, jamais caminharemos para ser o que fomos chamados para ser; não em perfeição humana, mas em justificação divina.

 

Assim, de fato, oro pedindo a Deus que converta os “cristãos”; que hoje são a pedra de tropeço para o mundo; não em razão das imperfeições da “igreja”; mas justamente em razão de sua falsa e cega presunção de superioridade sobre as imperfeições humanas; e isto não aparece apenas em palavras, mas sobretudo nas atitudes.

 

Ora, toda esta empáfia acontece enquanto ela mesma, a “igreja”, é pobre, cega, infeliz e está nua—só ela mesma não se enxerga.

 

É a Síndrome de Laudiceia!

 

“Reforma” é uma palavra adoecida demais para significar a profundidade da mudança que se faz necessária na “igreja”.

 

De fato, a “Igreja” e o “cristianismo” precisam se converter ao Evangelho da Graça.

 

Sem que isto aconteça continuaremos apenas a ser um grupo de cegos e presunçosos a se revolverem no seu próprio vomito existencial, enquanto ensina etiqueta comportamental ao mundo.

 

Tal milagre só acontecerá a você se acontecer a mim; e só acontecerá a mim se acontecer a você; e só acontecerá a alguém mais se acontecer a nós!

 

Desse modo, você dirá: Cara, você sonha com o impossível!

 

É isto mesmo. O possível fica para os mortos. Eles que cuidem do possível...

 

Eu, já disse, me sinto vocacionado para tombar vitorioso no campo de batalha!

 

Todavia, quem sabe?

 

Afinal, os impossíveis dos homens, são possíveis para Deus.

 

Caio