Português | English

Reflexões

A IDÉIA 51 DO SALMO 91: não pule, desça pela escada...

A IDÉIA 51 DO SALMO 91: não pule, desça pela escada...

 

 

 

 

A IDÉIA 51 DO SALMO 91: não pule, desça pela escada...

 

 

 

O salmo 91 por vezes parece ser a poesia mais triunfalista já produzida na Bíblia.

 

Chega mesmo a fazer os crédulos usarem-no como “espanta-bicho” [uma espécie de “Comigo Ninguém Pode”, aquela “plantinha mágica”], aberto em casa, de preferência à entrada da casa, na sala.

 

De outro lado, para os de alma oposta, não passa de um exagero de louvor aos cuidados de Deus pelo homem que Nele confia, mas que não guarda relação com a realidade da existência.

 

Na realidade o salmo em si não tem nenhum poder mágico.

 

De fato, foi sua descrição de tantos cuidados divinos por aquele que em Deus tem seu refúgio, o que fez o diabo usá-lo na perspectiva “mágica” a fim de tentar a Jesus (Mt 4).

 

Jesus reagiu ao salmo mágico, e afirmou a verdade do salmo da confiança.

 

Na mágica há crença na suposta mecânica das coisas. Na fé há confiança simples, e que não confia em meios, mas apenas na verdade da promessa.  

 

Pula daqui abaixo, pois, está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito para que te guardem...” — disse o tentador.

 

O salmo, todavia, seguia onde o diabo parou. O diabo sempre pára antes...

 

“... para que te guardem em todos os teus caminhos...” — completa o 91.

 

E o caminho do homem não é o do passarinho!

 

O chão do homem é o chão. O salmo é para quem anda no chão da realidade e não para quem deseja um salmo de amparo à fantasia.

 

Entretanto, até porque já preguei milhares de vezes no salmo 91, hoje dele quero apenas o conceito 51 — a boa idéia da qual tudo nele emana.

 

Ora, o conceito 51 do salmo é um só:

 

Aquele que habita no esconderijo do altíssimo e descansa à sombra do onipotente diz ao Senhor: Tu és...” — e diz tudo o que o salmo garante como promessa.

 

Portanto, tudo o mais que se diz não tem nenhum valor sem o conceito 51 do salmo.

 

Assim, tudo o mais depende desse ser-estar habitando o esconderijo do Altíssimo e descansando à sombra de Suas asas.

 

Para muita gente o “esconderijo do Altíssimo” é onde Deus se esconde. Então, a pessoa quer encontrar o lugar onde Deus se protege. É como achar o bunker de Deus. Assim, surgem as “coberturas” oferecidas pelos donos da chave do bunker de Deus: os pastores e os donos das chaves do reino.

 

Desse modo, já não se precisa que o diabo tente, pois, os pastores mágicos fazem o serviço iniciado no Pináculo do Templo — e o pobre povo pula e morre...

 

Entretanto, ninguém que assim ande jamais conhecerá o salmo como verdade, mas apenas como mágica. Mágica da morte.

 

O “esconderijo do Altíssimo” é onde eu me escondo em Deus; não onde Deus se oculta.

 

E que lugar é esse?

 

Ora, Jesus ensinou que este lugar-ser é a obediência à Palavra em confiança. E mais: o simples estar “em Cristo oculto em Deus” é o refugio que nos trás todas as proteções.

 

O esconderijo do altíssimo é a Graça que nos cobre.

 

Não adianta abrir o salmo como magia de crente! Assim fazendo a única coisa que ele impede é a nossa visão da fé que opera na realidade da existência.

 

Ele só faz diferença quando a gente, pela fé, entra na confiança; e, assim, encontra descanso na fé; e, por isso, diz ao Senhor:

 

Eu confio em Ti para tudo na minha vida; de dia e de noite; nas trevas e na luz; na guerra e na paz; ante as feras ou na sombra; enfim, em tudo o que for existência minha alma confia em Ti.

 

Para quem assim confia o salmo 91 não é exagero poético, mas apenas um exagero de amor efetivo e que nos guarda conforme está prometido; até quando aquele que confia é acidentado; pois, sob as asas do Altíssimo já não existe acidente. Tudo é proteção.

 

Jesus nossa “Chave Hermenêutica” nos interpreta o salmo 91 sem mágica. Ou teria o salmo falhado na vida dele por Ele ter sido matado?

 

Ora, não. O salmo 91 só se cumpriu em sua plenitude absoluta e constante no único que de fato viveu o tempo todo no Refúgio e na Sombra dessa Galinha de Proteção total, e que guarda seus filhotes sob Suas asas.

 

Desse modo, aprendemos que o estado de confiança não se separa do estado de descanso em Deus.

 

Quem confia descansa e só descansa quem confia.

 

Assim, o salmo 91 só é verdade na confiança que descansa em fé e na fé que descansa em confiança.

 

Leia o salmo todo!

 

Agora, pense nisso!

 

 

Nele, que não pulou do Pináculo, mas, pela verdade do salmo, desceu pela escada,

 

 

 

Caio

 

06/09/07

Manaus

AM