Português | English

Reflexões

A CAMPANHA DE EVANGELIZAÇÃO DA NATUREZA!

A CAMPANHA DE EVANGELIZAÇÃO DA NATUREZA!

 

A CAMPANHA DE EVANGELIZAÇÃO DA NATUREZA!

 

Pois todos pecaram, e todos igualmente carecem da glória de Deus”—Paulo, aos Romanos.

 

A globalização dos meios de produção, troca, consumo e uso de energia, todos eles produtos, agentes ou meios poluentes; bem como a tecnologia, no que uniformiza bastante a visão sistêmica de nossa Eco-web-destruição —  cuidaram de nos deixar ver o significado do pecado coletivo da humanidade, não como discussão moral ou de crença e dogma, mas conforme ele, o pecado, se sintomatizou na destruição da natureza; e mais: fazendo de todos nós, em alguma escala e participação, agentes fomentadores da nossa própria auto-destruição; e cada vez mais de modo consciente, porém, ininterrompível...

Até para escrever estas linhas me sirvo de milhares de agentes de morte a curto, médio e longo prazos.

Quem acende a luz está apagando mundo!

Tamanho é o intricamento de trevas na teia da inter-conectividade da destruição.

Hoje já não se precisa teologizar e nem filosofar sobre se existe mal ou pecado na natureza humana.

A discussão virou atmosfera, buraco na camada de ozônio, efeito estufa, derretimento polar, devastação ambiental, produção infernal de lixo, e, ante tantas previsões, tornou-se disposição calma e cínica de todos os dias repetirmos as mesmas coisas, como se tudo fosse apenas um assunto...

Parece que a Natureza decidiu gritar sua pregação de Romanos 8, entre gemidos, mas dizendo: “Pois a natureza sofre e geme até agora; esperando a libertação do jugo imposto pela vaidade, pelo pecado, pela cobiça e pelo espírito de morte, de suicídio, que governa os impulsos dos humanos!

O testemunho de dor da Natureza chama a humanidade ao arrependimento!

O Salmo 19 diz que na voz da Natureza há a voz de Deus. Paulo diz em Romanos, citando o mesmo salmo, que o testemunho dessa voz de Deus é uma pregação da qual ninguém pode se esquivar, visto que pela Natureza por toda a Terra se faz ouvir a voz de Deus, e as Suas Palavras até aos confins da Terra.

Bem-aventurados os que fizeram alguma coisa...

Entretanto, é preciso saber que todos nós já estamos tão embrenhados na teia, que até para denunciar a gente tem que tragar a fumaça do inferno com uma boa dose de cafezinho nas termas do efeito estufa.

Agora, veja o vídeo e note como ele cria um ambiente que faz tudo o que o homem faz tornar-se alienígena; no fim, até o homem: http://vimeo.com/3437743

 

 

Caio

18 de abril de 2009

Copacabana

RJ