Português | English

Opinião

RELIGULOUS: um documentário sobre o perigo mundial das religiões monoteístas... Rsrsrs!

RELIGULOUS: um documentário sobre o perigo mundial das religiões monoteístas... Rsrsrs!

 

RELIGULOUS: um documentário sobre o perigo mundial das religiões monoteístas... Rsrsrs!

 

Leia apenas depois:

OS TEMAS DE JESUS E OS TEMAS DOS JESUSES!

JESUS E O TEMA POLÍTICO: JESUS E JESUSES

DEUS E DEUSES

SOBRE A FALÊNCIA DO CRISTIANISMO E DAS DOUTRINAS...

CONVERTENDO-SE DO CRISTIANISMO A JESUS!

CONSTANTINO, LACTÂNCIO E O CRISTIANISMO IRREFORMÁVEL...

9. SINCRETISMO, CRISTIANISMO & BRUXARIA

15. SOBRE OS VÍDEOS NA NIGÉRIA: A OPINIÃO DE UM DEFENSOR DO CRISTIANISMO DE MATRIZ AFRICANA

A IGREJA É INDESTRUTÍVEL, MAS O CRISTIANISMO ESTÁ MORRENDO...

COMO O CAMINHO DO EVANGELHO VIROU CRISTIANISMO

O “CRISTIANISMO” COMO O PIOR ADVERSÁRIO DO EVANGELHO...

QUERO JESUS, MAS TENHO DIFICULDADES COM O CRISTIANISMO

O OCASO DO TRONO DO CRISTIANISMO!

O CRISTIANISMO COMEÇA A CAIR NA AMÉRICA…

A FÉ EM JESUS É UMA RELIGIÃO?

E O CRISTIANISMO VENCEU O MUNDO...

COM A MORTE DO “PAI CRISTIANISMO”, DEUS ESTÁ ÓRFÃO?

COMO SERIA O MUNDO SEM O “CRISTIANISMO”?

CAIO, O “CRISTIANISMO” FALA COM DEUS?

QUE CRISTIANISMO É ESSE?- O ÚNICO POSSÍVEL!

E CULPA TEM REMÉDIO?

ENTREVISTA: A SUBVERSÃO DO CRISTIANISMO

QUANDO O ‘CRISTIANISMO’ DEIXA DE SATISFAZER A ALMA

 

Hoje mostrei no Papo de Graça o irreverente documentário do comediante Americano Bill Maher.

E por que fiz isso?...

Ora, muitas são as razões…

A primeira é que Bill Maher é muito engraçado, rápido e inteligente.

A segunda é que ele também faz as perguntas certas para as religiões responderem... Rsrsrs.

A terceira é que ele não sabe fazer a diferença entre Cristianismo e Evangelho, entre o Jesus do Cristianismo é o Jesus do Evangelho; o que é pedagógico para quem deseja aprender a distinção.

A quarta razão é que Bill Maher, mesmo no que se equivoca quanto a diferença entre Jesus e “Jesus”, e entre o que é Essencial em Jesus e o que seja periférico em relação a real importância/essencial de Jesus [...]; sim, até nos equívocos, lá no fundo ele parece saber que o Jesus/Jesus é diferente.

A quinta é que ele vai nos pontos certos e nas contradições horrendas entre as Profissões de Fé dos diversos Credos e Crenças, e suas práticas; sempre carregadas de condenações acompanhadas na pratica exatamente do que dizem condenar.

A sexta razão é que ele demonstra pela provocação o quão superficiais são os líderes das diversas religiões.

A sétima é que ele mostra o tempo todo o desejo de encontrar gente séria e sincera; e expressa sua mudança de atitude sempre que encontra razoabilidade ou sinceridade.

A oitava é que sua irreverência é útil à educação dos “crentes”; sim, pois o que Bill Maher faz é mostrar como é patético aquilo que as pessoas, sem experiência real de Deus, chamam de “Deus”; e quão patético também é o que [em Seu Nome] passam a se sentir no direito/dever de fazer; muitas vezes andando no caminho daquele que vem apenas para matar, roubar e destruir.

O que Bill Maher diz é que o “Deus/Pessoal” quando é feito Religião [qualquer religião] se torna o Diabo!... Sim! Pela ação/projeção do conceito de pessoal do homem lançado sobre “Deus”…

Agora falo eu…

Deus é Pessoa; posto que Deus seja Amor!

Ora, é justamente por ser pessoa e amor que Deus jamais seria Deus de uma religião; posto que Deus apenas se comunique com indivíduos; e nunca com entidades, grupos ou associações...

E mais: porque Deus é Pessoa e é Amor, não poderia haver Nele a disposição de dividir os humanos conforme os limites geopolíticos, étnicos, religiosos, culturais […]; ou fazer diferença entre gente que soube e gente que não soube de alguma informação “histórica” — conforme propõem os donos das religiões de salvação religiosa pela adesão à informação do “Deus Pessoal”; ou melhor: do Deus do Pessoal...

Do nosso pessoal apenas...

Sim! “Deus Pessoal” sem a Pessoa/Deus/Amor vivendo em Amor no “crente” monoteísta, apenas faz dele um arrogante representante de um “Deus” que atenderia melhor pelo nome de Diabo!

Afinal, o que pode haver de bom na crença em um Único Deus, mas que em sendo Pessoal […] é, todavia, apenas do nosso pessoal?

Desse modo a ironia do Bill Maher só choca aos filhos da Religião; pois, os que conhecem Jesus mesmo, além de boas risadas, têm que apenas admitir que a critica dele somente atinge o Evangelho [quando atinge] exclusivamente em razão da Loucura Horrenda que se materializou no Cristianismo e nas demais religiões de Mono-Deuses Pessoais, mas que são perversos como o Diabo!

Veja no Papo de Graça de hoje, quinta-feira, dia 25 de fevereiro de 2010.

Mas se não der pra ver hoje [talvez ainda dê para ver na repetição das 21 horas], procure na www.vemevetv.com.br dentro de uma semana e você encontrará no ondemand do Papo de Graça.

Um beijo em todos!

 

Nele, que é misericordioso com as tolices do trauma do Bill Maher, mas que diz que menos rigor haverá para ele do que para aqueles que o odeiam em nome de Deus,

 

 

Caio

25 de fevereiro de 2010

Lago Norte

Brasília

DF

Veja o link sobre o documentário:

http://www.revistainternet.com.br/2009/01/18/religulous-o-filme/