Português | English

Opinião

CAMERON, CAMERON, POR QUE ÉS TÃO TOLO?

CAMERON, CAMERON, POR QUE ÉS TÃO TOLO?

 

 

 

 

  

   

CAMERON, CAMERON, POR QUE ÉS TÃO TOLO?

 

O cineasta James Cameron, do filme Titanic, o mesmo que se declarou ao receber a estatueta como sendo “The King of the World”, saiu com mais uma, só que agora uma muito perigosa para ele mesmo.

 

O negócio de Cameron é esqueleto. Primeiro foi o do navio Titanic. Agora é supostamente o de Jesus. Só que o Titanic não ressurgiu do fundo do mar, mas Jesus ressuscitou dos mortos.

 

Seguindo a onda do “Código Da Vince”, do idiotado escritor e crente na salvação via segredos, Dan Brown, Cameron acha que descobriu a “família sagrada”.

 

O interessante é que as tumbas e seus caixões já eram um fato arqueológico em Israel há mais de vinte anos. Entretanto, muito convenientemente, somente agora, depois do surto de burrice mundial e de ignorância histórica universal, realidade que deu ao “Código Da Vince” o status de livro mais lido do mercado literário — é que James veio com mais essa estória.  

 

De fato, sem “O Código Da Vince” não haveria a atual descoberta de Cameron. Sim! Porque ele viaja na mesma linhazinha do fanático crente na família Sain Clair (os supostos descendentes de Jesus), o evangelista da Nova Era, e que responde pelo nome de Dan Brown.

 

Isto porque Cameron não perderia seu tempo se não soubesse que o livro de Dan o levará a mais uma grande estória a ser lida burramente como história pela ignorância mundial, e que a ele dará milhões de dólares.

 

Na realidade, o achado é nada para todos os arqueólogos sérios. Eu mesmo já ouvira do Doutor Gabriel Barkai, um dos grandes arqueólogos de Israel, acerca desses caixões de pedra há mais de dez anos, quando o entrevistei certa vez em Jerusalém.  

 

O link que segue bem expressa o ceticismo dos arqueólogos acerca do assunto:

http://www.ctv.ca/servlet/ArticleNews/story/CTVNews/20070226/jesus_tomb_060226/20070226?hub=TopStories

 

O anuncio foi mais chocho do que pensei que seria. Se tivesse sido feito em Madureira pelo senhor João da Silva não apareceria nem mesmo no jornal “O Povo”. Entretanto, mesmo tendo a industria do cinema está por trás disso, com seus milhões de dólares, o fato mereceu não mais que um minuto no “Jornal Nacional”; o qual, tratou com certo desdém o suposto “achado”.

 

Na realidade tudo tem a ver com o pressuposto do livro “O Código Da Vince” de que Jesus e Maria Madalena eram amantes ou marido e mulher; e que teriam tido um filho ou filha.

 

Aquele que era a Verdade teria vivido o tempo todo uma grande mentira!

 

A porta foi essa... Porta não. Perdoe-me quem me ler. Mas de fato estamos falando da “rosquinha” do Dan Brown.

 

Entretanto, subitamente, o destino da mulher e da filha (o) de Jesus (no caso de Cameron é um filho, chamado Judas) — o cenário foi mudado para Israel, deixando a França de lado, conforme a estória de Dan Brown.

 

É extraordinário pensar que os “irmãos de Jesus”, Tiago e Judas, bem como todos os apóstolos, tenham tido a coragem de dar suas vidas a uma balela que eles mesmos teriam construído, mantido, mentido, e morrido por ela.

 

Nem Dan Brown e nem Cameron sustentariam suas teses se o preço fosse a decapitação, a cruz, ou até mesmo a brandura de um exílio.

 

Fico fascinado, pois, além de tudo, ele ainda diz que o DNA seria o mesmo. Dá vontade de rir, e muito. DNA da família de Jesus. Já pensou? Deve ter sido retirado do material genético dos Sain Clair.

 

O que me intriga é que eles não conseguem descobrir onde está Bin Laden, mas ousam afirmar que acharam os restos mortais de Jesus, sua mulher (Madalena), seu filho, e de sua mãe, Maria.

 

Escrevo isto como quem escreve uma palhaçada. Mas o faço em razão de que o assustador é a decisão desta Nova Ordem de fazer com que tudo quanto diga respeito a Jesus se torne fumaça.

 

A cada dia me torno mais crente. Sim! Do tipo que há vinte anos me faria hesitar ser; pois, naquele tempo, eu ainda era muito politicamente correto. Mas o descaramento desta Nova Ordem me fez ficar cada vez mais convencido de que o Anti-Cristo vem aí.

 

Riam-se de mim os Alves e os Boffs desta vida; e com eles todos os teólogos politicamente corretos. Eu, todavia, não tenho alternativa ante o que vejo, senão denunciar o espírito desta Era de Morte.

 

Se a Igreja Católica não surtar e abrir fogo contra Cameron (fazendo deste Camarão uma Lagosta de importância), o documentário cairá no esquecimento. Todavia, se for alimentado pela fragilidade nervosa da fé dos “cristãos”, pode até ser que ganhe muita repercussão.

 

O que todos precisam lembrar é que os judeus dos dias de Jesus criaram a versão de que o corpo havia sido “roubado pelos discípulos”; e, portanto, orientaram todos a tratarem a Jesus como “embusteiro”. Portanto, as coisas começaram muito piores do que Cameron consegue fazer. E, apesar disso, cada discípulo-apóstolo morreu pela fé que os contrariou, impondo-se sobre eles, não pela vontade de que assim fosse, mas contra todas as suposições deles. Tomé que o diga.

 

Afinal, a burrice desta geração é sem tamanho!

 

A tristeza de Dan Brown deve estar sendo que o achado não aconteceu na França ou na Inglaterra (suposto destino de Madalena e da família de Jesus), mas em Israel. Do contrário, poderíamos dizer que Dan estaria babando, e dando glória a si mesmo.

 

Entretanto, o narcisismo do homem que se declarou “The King of the World”, James Cameron (em português seria Tiago Camarão), é tão grande, e seu ego é tão monumentalmente gigantesco, que, agora, ele botou os pés no seu próprio Titanic; e nele afundará.

 

Bye, Cameron!

 

Lugar de camarão é no mar, só que não em águas tão profundas!

 

Boa viagem até o abismo de sua mais profunda idiotice!

 

Você, Cameron, é o King de sua própria estupidez.

 

Boa viagem para o fundo da mais profunda depressão na qual você morrerá. Considere isto, Cameron, uma profecia verdadeira que sobre você pronuncio.

 

“Aquele que der contra a Rocha, ficará esmagado. E aquele sobre quem ela cair, esse será reduzido a pó” — disse Jesus.

 

DNA. De Nada Adiantará!

 

Nele, que vive e que encontrará a Dan e James até no mais profundo abismo e lhes mostrará a face da Ressurreição,

 

 

Caio

 

24/02/07

Lago Norte

Brasília