Português | English

Opinião

AS SUPERCRIATURAS DESTA OU DE OUTRA DIMENSÃO: uma conversa sobre anjos!

AS SUPERCRIATURAS DESTA OU DE OUTRA DIMENSÃO: uma conversa sobre anjos!

 

AS SUPERCRIATURAS DESTA OU DE OUTRA DIMENSÃO: uma conversa sobre anjos!

 

 

ANJO é um termo geral que denota um subalterno divino superior aos homens.

Isto é assim nas religiões monoteístas, por exemplo, Islamismo, Judaísmo, Cristianismo, bem como também presente Zoroastrismo.

No mundo politeísta os níveis desses super-seres crescem de modo continuo.

Entretanto, nas crenças monoteístas, há clara distinção entre Deus, de um lado, e tais super-seres do outros.

Deus é Deus. Os super-seres são criaturas, ainda que poderosas em relação a nós, os humanos.

Os anjos figuram no nível mais baixo da “hierarquia” judaico-cristã dos super-seres.

No politeísmo não existe quase distinção entre “Deus” e os super-seres; em relação aos quais os “anjos” são sempre os mais simples.

Anjo vem do grego “iiyy€Xos”, que quer dizer simplesmente “mensageiro”.

No Velho Testamento hebraico temos “mal'akh”, que, por vezes é anjo, e, em outras ocasiões é apenas um mensageiro humano, dependendo do contexto.

No desenvolvimento da fé em Israel se vê um crescendo na descrição dos super-seres.

Elohim passou a ser quase exclusivamente usado para designar Deus, posto que em tempos remotos Elohim havia também designado “deuses”, e os bne ‘Elohim, “filhos de Deus”, ou bne Elim, que eram “os filhos dos deuses” — são criaturas pertencentes ao grupo dos super-seres, conforme o Gênesis.

Entretanto, no período pouco posterior ao Exílio em Babilônia, bem como durante de depois do Exílio, que os super-seres cresceram na percepção dos autores humanos da Bíblia.

Isaías, Ezequiel, Daniel e Zacarias são os que mais expandem as noções acerca dos anjos entre os Profetas.

Todavia, no chamado período Inter-Testamental que surgiram as primeiras hierarquias de super-seres.

Antes de ter havido o desenvolvimento da idéia dos super-seres durante o período do Exílio, a idéia de anjo ocorria ligada basicamente ao Mal'akh Yahweh, ou “Anjo do Senhor”; ou do Mal'akh Elohim, ou “Anjo de Deus”.

O Mal'akh Yahweh é a manifestação do próprio Deus na forma de homem. Muitos dizem ser um antropomorfismo que designaria o Cristo Eterno.

Mal'akh Yahweh é usado no Velho Testamento a fim de designar Deus mesmo. Os que viram Mal'akh Yahweh são os que o Velho Testamento dizem que viram Deus mesmo.

Mal'akh Yahweh aparece para Abraão, Hagar, Moisés, Gideão, etc.

A mera existência de uma figura como Mal'akh Yahweh, O Anjo do Senhor, no Velho Testamento, já indicava que mesmo na Velha Aliança já se intuía a Singularidade Complexa do Ser de Deus.

Mal'akh Yahweh é quem aparece como Deus a Abraão, é quem luta com Jacó, é quem discursa chamando o povo ao arrependimento em Boquin, é quem ergue a mão para destruir Jerusalém nos dias de Davi; entre tantos outros textos e ocasiões relatadas na Bíblia.

Entretanto, desde o Gênesis se tem a presença do Querubim que guardava o caminho da Árvore da Vida.

Em Isaías o Serafim aparece pela primeira vez; e é mostrado como um super-ser vivendo em adoração a Deus.

“Os exércitos dos céus” acaba sendo o modo mais repetido no Velho Testamento como generalização da comunidade dos super-seres.

Conhecendo-se um pouco da anjologia dos Babilônios, bem como da anjologia Zoroastrista, fica difícil não pensar que houve trocas e absorções mutuas dos dois lados. Afinal, é nesse período que Ezequiel expande a noção mais do que ninguém antes dele.  

Durante o período Persa e Grego, os super-seres cresceram mais ainda.

Ganharam nomes, como Gabriel e Miguel; sendo que o último é o guardião de Judá.

No livro hebraico de Tobias aparece Rafael, o super-ser das curas.

Em Daniel o super-ser Miguel luta contra os super-seres da Pérsia, e os vence.

Satanás aparece explicitamente como Acusador em Jó e Zacarias. No mais a alusão ao seu nome parece apenas designar qualquer tipo de oposição, mas não designa um supre-ser.

É no livro de Tobias que Asmodeu aparece como demônio perverso.

O desenvolvimento de uma doutrina organizada acerca de anjos, todavia, aparece 200 anos antes de Cristo, especialmente com o aparecimento do Livro de Enoque.

O livro da Ascensão Isaías, texto “pseudo-epigrafe” ou “apócrifo” fornece muita informação sobre o assunto do ponto de vista do que prevalecia nas crenças populares dos judeus.

No Novo Testamento os super-seres também têm nomes, não na profusão que se pode ver no Livro de Enoque, por exemplo.

Lê-se de Gabriel, Miguel, Satanás, Belzebu, Abadon e Apolion.

Entretanto, no Novo Testamento se pode ver uma Hierarquia dos Super-seres.

Entre os cristãos dos séculos 4º e 5º a noção de anjos veio dos trabalhos atribuídos a Dionísio, o Areopagita, o que é obviamente um texto do estilo “pseudo-epigrafe”.

Aqui apresento uma comparação entre as noções dos super-seres no trabalho de Dionísio, em comparação com as hierarquias de anjos do VT e do N.T.

As Esferas de Hierarquia dos Super-seres:

Conselheiros Celestiais: (Fonte: VT)

Hierarquia de Dionisio

Hierarquia do V.T. e do N.T.

1

Serafim

Serafim

2

Querubim

Querubim

3

Tronos

Ophanim (Tronos ou Rodas)

 

A segundo esfera de hierarquias:

Governadores Celestiais: (Fonte: N.T.)

Hierarquia de Dionisio

Hierarquia do V.T. e do N.T.

4

Dominios

Tronos (Grego: - thronos)

5

Virtudes

Dominios (Grego - kuriotes)

6

Poderes

Principados (Grego - arche)

 

A terceira esfera de hierarquias:

Mensageiros celestiais.

Hierarquia de Dionisio

Hierarquia do V.T. e do N.T.

7

Principados

Poderes (Grego - exousia)

8

Arcanjos

Arcanjos

9

Anjos

Anjos

 

A Hierarquia angelical dos Judeus

De acordo com a Enciclopédia Judaica, “Anjologia”, Maimonides, no seu trabalho "Yad ha-Chazakah: Yesodei ha-Torah", afirma que há 10 hierarquias de super-seres.

Eis a lista segundo o ranking dos super-seres segundo os judeus.

 Ranking

  Anjo

  Referências

1

Chayot Ha Kadesh

 

2

Ophanim

 

3

Erelim

Isaías 33:7

4

Hashmallim

Ezequiel 1:4

5

Seraphim

 

6

Malakhim

Mensageiros, anjos

7

Elohim

"Seres Divinos"

8

Bene Elohim

"Filhos de seres divinos"

9

Cherubim

Talmud - Hagigah 13b

10

Ishim

"Seres angelicais com aparencia de homens", Daniel 10:5

 

Meu objetivo na presente narrativa é apenas mostrar e afirmar uma coisa:

 

Os Super-seres [ou entes Celestiais, ou, numa generalização, os anjos], são entes de outra dimensão, mas não são criaturas cuja realidade dependa da revelação Escrituristica.

Ou seja:

Eles são e sempre foram vistos durante toda a história da Civilização ou desde sempre.

Ora, isto posto, outra hora, quero conversar com você sobre esses Super-seres que sempre estiveram aqui entre nós, que habitam outra dimensão ou mundo paralelo, e que têm formas distintas entre si; aparentemente pertencendo a ordens universais múltiplas; sendo compostos de entes bons e outros perversos.

Eu creio que muito do que hoje chamamos de Óvnis são manifestações desses super-seres que, na Bíblia e na História da Civilização, sempre apareceram ante os sentidos e percepções objetivas dos povos; tanto é assim que, bem ou mal, estão presentes em todas as culturas, das mais primitivas às mais modernas; e, agora, com outras designações e com outra terminologia, também no meio desse nosso mundo Pós-Moderno.

Apenas para começar a pensar.

Sim! Apenas pensar!

 

Caio

28 de março de 2009

Copacabana

RJ