Português | English

Devocionais

VEJA SE VOCÊ ENTENDEU O EVANGELHO

VEJA SE VOCÊ ENTENDEU O EVANGELHO

 

 

 

  

VEJA SE VOCÊ ENTENDEU O EVANGELHO

 

 

 

Se eu não me respeitar, não me tratar bem, e não me der atenção, quem comigo se importará?

 

Assim, eu sou a base de qualidade de amor que tenho para dar e receber!

 

Amar ao próximo como a si mesmo é o único modo de tornar o amor algo que cresça em todas as suas dimensões.

 

Pois, quem não ama a si mesmo jamais amará próximo nenhum.

 

Por outro lado, quem diz que ama o próximo, mas não se ama, está mentindo.

 

Amar a mim mesmo sem amar ao próximo é egoísmo e narcisismo.

 

Amar ao próximo sem amar a si mesmo é a Doença da Bondade Humilhada, e que com facilidade se torna tirania e loucura; tão logo o “Bom” ganhe algum poder sobre o próximo.

 

Sem amor ao próximo todo amor de mim para mim é doença, e se mostrará como vaidade, orgulho, arrogância, altivez, egoísmo, narcisismo e loucura.

 

Sem amor a mim mesmo, todo amor ao próximo não é amor; é carência, é insegurança; é necessidade de aceitação; é barganha inconsciente [às vezes até consciente]; é o que eu chamo de Doença da Bondade; a qual é tudo, menos amor.

 

Assim, eu sei de minha saúde interior e espiritual pela minha capacidade de genuinamente me importar com meu próximo e agir em favor dele.

 

Sem oração e ação todo amor é vão.

 

Por outro eu sei se sou capaz de amar genuinamente ao meu próximo pela minha capacidade de me amar com o respeito com o qual eu amo a quem digo amar com amor, não com doença.

 

O que quereis que os homens vos façam, fazei isto vós mesmos a eles!

 

É pelo amor a Deus que o meu amor por mim e pelo próximo se estabelece como amor sadio.

 

Porque sei que Deus me ama, eu o amo com gratidão e alegria; amo a mim mesmo com equilíbrio e segurança; e amo meu próximo como privilégio; a ele por quem Jesus morreu.

 

No entanto, é o amor ao próximo o fiel da balança histórico-existencial de minha vida com Deus e comigo mesmo!

 

Sim! Pois, mesmo que eu diga que amo a Deus não há como eu demonstrar isso fora de minha relação com o humano.

 

Deus não tem nenhum altar de culto fora do amor ao próximo!

 

Quem não entendeu isso ainda nada compreendeu do Evangelho!

 

 

Pense nisso!

 

 

Caio

 

03/09/07

Manaus

AM