Português | English

Devocionais

UM JARDIM SALMO 23

UM JARDIM SALMO 23

 

 

 

 

 

UM JARDIM SALMO 23

 

 

 

 

 

Está seco, muito seco em Brasília. Três meses sem uma gota de água caindo dos céus. Tudo à volta está queimado e murcho. A grama se tornou marrom. O chão de terra vermelha está coberto de poeira. As árvores estão sujas de pó. De dia é quente. À noite, quase sempre, faz frio. Ontem chegou a 13º graus centígrados aí pela meia-noite. É temperatura de deserto: quente de dia e frio à noite.

 

Eu, todavia, prefiro não sair para comer, ou, quase não sair, mas, não deixar de gastar o que seria pizza, com água, água para os pássaros, os peixes e as plantas, e comida para os pássaros soltos que vivem em nosso jardim.

 

Assim, aqui em casa tudo está verde. Nem parece que está tudo seco. Além disso, a fim de diminuir a secura no ar, instalei em umas mangueiras de borracha com uns sprinklers na ponta e as posicionei no topo das árvores; e, por isso, faço chover no quintal. Ligo a água e chove. A umidade se espalha e além da chuva grossa sob as árvores, há ainda o espalhar de chuvisco, que se derrama sobre toda área. Tudo artesanal. Tudo simples. Porém, muito efetivo.

 

A passarada canta feliz, voa em euforia, e banha-se na “chuva”, assim como dão vôos rasantes dentro do laguinho.

 

Sim! Os passarinhos molham-se tanto que ficam ensopados. E é muito passarinho que vive solto aqui.

 

Como não posso viver na minha terra, o Amazonas, economizo o que posso, e, com a ajuda de minha mulher, construímos coisas no jardim, de tal modo que hoje temos um laguinho com uns 100 peixes, sendo que há carpas grandes, e que não param de crescer.

 

Tudo barato e feito com as nossas próprias mãos. Simples e lindo. Faz bem a alma.

 

Água. Milagre. Graça!

 

É impressionante o poder que a água tem. Tudo e todos dependem dela.

 

Ora, tudo isto apenas ilustra para mim o significado de Jesus para a vida!

 

Sim! Pois se criaturinhas ficam tão dependentes do que lhes ofereço todos os dias, e, respondem à Graça que, pelas minhas mãos, chegam do Pai a elas, que não pensar do que o homem necessita, quando se sabe que o Pão e a Água da Vida são Jesus?

 

Olho para este lugar verde, com água e comida, e cheio de flores e árvores, e entendo o significado do Salmo 23 para o coração humano.

 

Pastos verdejantes, águas de descanso, refrigério, caminho bom, cuidado e consolação!

 

Se posso usar migalhas e fazer tamanha diferença, a ponto de que aqui é uma espécie de “terra de Gozem” em meio à seca de Brasília, que não dizer do que existe para mim como provisão da Graça, e que pode me saciar em qualquer terra seca para a alma e o espírito?

 

Beba a Água da Vida e coma o Pão da Vida todos os dias. Também o sirva-os a outros, pois, assim, você poderá experimentar dupla alegria: a de provar o bem de Deus, tendo apenas que comer e beber pela fé, sem medo e sem desconfiança; e, ao mesmo tempo, com a alegria de compartilhar com outras pessoas tamanha riqueza em Graça.

 

 

Nele, que nos fala por meio de coisas pequeninas e simples,

 

 

 

Caio

 

22 de agosto de 2008

Lago Norte

Brasília

DF