Português | English

Informativo

UM CONVITE PARA REPENTE

UM CONVITE PARA REPENTE


De Bento Souto, meu amigo.


Não é novidade para ninguém que eu sou fã de "Repente".
Meu amigo, Ivanildo Vila Nova, ligou me convidando para um evento único.
No próximo sábado, 06/03, às 21:00 horas, no Bar do Paulo, Ivanildo estará promovendo o encontro dos "Dinossauros" (repentistas com mais de 70 anos de idade).

Até onde ele me contou, a esmagadora maioria dos que estarão lá já não mais se apresentam em Cantorias. Ou seja, são repentistas famosos do passado e que já tiraram o "pé da estrada". Ainda que sejam lendas vivas, como "Furiba" e outros -- dos quais a maioria eu só ouvi falar. No máximo, ouvi-os no rádio quando meu avó ainda era vivo. Ou seja, há mais de 24 anos.

Como bem me disse Ivanildo, talvez seja a minha (e a sua também) última oportunidade de vê-los cantando, haja vista que eles não se apresentam mais e já estão avançados na idade.

Em resumo: o evento será uma raridade que ficará guardada na memória de uns poucos privilegiados. Espero ser um deles.

Caso você se interesse em ir, me dê um toque e eu terei imenso prazer em te enviar o mapa que lhe mostrará como chegar no Bar do Paulo.

Para os que não sabem o que é "Repente", retransmito abaixo parte do que escrevi a um amigo, convidando-o também para ir.

Você conhece a estrofe abaixo?

1 - Numa luta de gregos e troianos
2 - Por Helena a mulher de Menelau
3 - Conta a história que um cavalo de pau
4 - Terminava uma guerra de 10 anos
5 - Menelau o maior dos espartanos
6 - Venceu Páris o grande sedutor
7 - Humilhando a família de Heitor
8 - Em defesa da honra caprichosa
9 - Mulher nova, bonita e carinhosa
10- Faz o homem gemer sem sentir dor

Ela é parte da música "Mulher Nova Bonita e Carinhosa, Faz um Homem Gemer Sem Sentir Dor". Os créditos dessa música são de Zé Ramalho e Otacílio Batista.

No entanto, quem conhece a história de perto sabe que o autor dessa letra linda é o Otacílio Batista, desconhecido (para os de fora do meio) "repentista" pernambucano.

Uso "repentista" entre aspas devido ao fato de termos mais de 1.000 falsos repentistas enganando turistas com versos aprendidos nas praias do Nordeste.

Um verdadeiro repentista é alguém capaz de fazer um verso desses em cerca de um minuto. Existem regras fixas, desconhecidas por muitos, por trás da construção dessa estrofe. Só para realçar a beleza dessa "Imortal Arte do Repente", permita-me lhe mostrar algumas curiosidades.

A estrofe acima é um Decassílabo, ou seja, a estrofe é formada por dez versos. Cada verso possui dez sílabas fonéticas (que são diferentes de sílabas gramaticais) como mostrado no exemplo abaixo.

1 - Numa luta de gregos e troianos
Nu(1) ma(2) lu(3) ta(4) de(5) gre(6) gos(7) e(8) troi(9) anos(10)

2 - Por Helena a mulher de Menelau
Por(1) He(2) le(3) na a (4) mu(5) lher(6) de(7) Me(8) ne(9) lau(10)

Percebeu que "na a" é considerado uma só sílaba fonética?

Os versos, além do respeito a regra das dez sílabas fonéticas, também possuem uma ordem de rima obrigatória.

a) O final do primeiro verso, "anos" - no caso acima, tem que rimar com os finais do quarto e do quinto versos, "anos e anos", como se pode ver abaixo.
1 - Numa luta de gregos e troianos
2 - ...
3 - ...
4 - Terminava uma guerra de 10 anos
5 - Menelau o maior dos espartanos

b) O final do segundo verso, "au", tem que rimar com o final do terceiro verso.
2 - Por Helena a mulher de Menelau
3 - Conta a história que um cavalo de pau

c) O final do sexto verso, "or", tem que rimar com os finais do sexto e do décimo versos.
6 - Venceu Páris o grande sedutor
7 - Humilhando a família de Heitor
8 - ...
9 - ...
10- Faz o homem gemer sem sentir dor

d) O final do oitavo verso, "osa", tem que rimar com o final do nono verso.
8 - Em defesa da honra caprichosa
9 - Mulher nova, bonita e carinhosa

Nessa música que estudamos, a única coisa que o "repentista" tem para começar a construir o seu verso é o "mote". O "mote" é o assunto sobre o qual ele deve cantar. Nesse caso, o "mote" está nos dois versos finais.
9 - Mulher nova, bonita e carinhosa
10- Faz o homem gemer sem sentir dor

Por isso que a segunda estrofe tem que ser construída de de maneira a terminar com o mesmo mote.

1 - A mulher tem na face dois brilhantes
2 - Condutores fiéis do seu destino
3 - Quem não ama o sorriso feminino
4 - Desconhece a poesia de Cervantes
5 - A bravura dos grandes navegantes
6 - Enfrentando a procela em seu furor
7 - Se não fosse a mulher mimosa flor
8 - A história seria mentirosa
9 - Mulher nova, bonita e carinhosa
10- Faz o homem gemer sem sentir dor

Depois dessas dificuldades todas para construir uma estrofe, pense agora no "repentista" ter que fazer uma estrofe dessas em cerca de um minuto!

E ele tem que fazer isso sem conhecimento prévio do "mote".

Conhecendo essa coisa como eu conheço, devo te dizer que isso é dom de Deus!

Quando eu vejo esses verdadeiros repentistas fazendo isso, diante dos meus olhos, me considero como um daqueles europeus que puderam assistir Mozart, Bach, etc., ao vivo.

Você, melhor do que eu, sabe que reconhecer um gênio enquanto ele vive é privilégio de poucos.

Pois bem, isso tudo é escrito para te dizer que, se você quiser, você tem a chance de conhecer esses caras "face a face", no próximo sábado, à partir das 21:00 horas, aí mesmo em Recife.

Se interessar, me diga que eu terei o maior prazer em te apresentar a esse gênero (decassílabo) e a dezenas de outros, com versos feitos "na hora". Ivanildo Vila Nova, o maior repentista vivo (meu amigo pessoal) promove um encontro de "repentistas" num local humilde, aí em Recife. Detalhe, os "repentistas" que lá estarão serão os "dinossauros" (todos com mais de 70 anos). É uma homenagem a eles que Ivanildo quer fazer.

Eu estarei lá. E você?

Minha sugestão: não perca!
Essa é uma oportunidade histórica.
Eu mesmo nunca vi esses "dinossauros" juntos.

Ah, ia esquecendo, a entrada é grátis. No máximo, se gostar, a gente "dá uma oferta".

Espero que você vá.

Abraço,

Bento