Português | English

Devocionais

PECADOS QUE NÃO POSSO CONTAR...

PECADOS QUE NÃO POSSO CONTAR...

Senhor, são tantos os meus pecados que nem os sei contar... Se os conto em números, não os posso contar... Se os conto contando, não há palavras para os contar...falando... Se os conto, paro...pois não os posso contar... Se os conto, paro...pois não consigo contá-los... Se os conto, paro...pois mesmo contados eles não são a conta... Não posso contá-los e nem contar...não sei quais são eles, visto que Quem os sabe... não os contou para mim, e nem me deixa contá-los...pois não há conta...portanto, nada há a contar...e mesmo assim eu quero contá-los... Conto apenas que não posso contá-los, e que em minhas contas eles são incontáveis...e também conto que com minha palavras não é possível contá-los...embora eu desejasse contá-los todos e a todos. Como contar o que não tem conta? Como contar o que não se pode contar? Como contar o que as palavras não sabem contar? E como saber contar o que não tem conta? Absolve-me dos pecados que me são ocultos, e oculta aos Teus olhos os pecados que não me são ocultos! Perdoas-me com perdão que não posso contar. Conto o teu perdão, isso posso a todos contar, mesmo que eu também não possa contar o que a todos conto sem conta. Conto a todos o incontável...conto o que não tem conta...e que não se pode contar. Está Pago! Como posso contar? Posso contar sim, por isto é que digo: Está Pago! Alguém não contou, e quitou assim mesmo. É só o que posso contar, dizendo que não tem conta. Ele pagou a conta do incontável. Conto isto a todos! Ouçam: conto a todos aquilo que não se pode contar... Contei o que não posso contar. Está contado...mas a conta não me foi apresentada...foi rasgada...encravada na Cruz! Isto eu sei contar! Conto contigo, meu Senhor...só assim posso contar...! Caio